Canon lança nova gama de scanners de produção para melhorar a eficiência nas empresas e negócios

Lisboa – Abril 2009 - A Canon Europa, líder mundial em tecnologia de imagem digital, lançou uma nova gama de de scanners de produção – Canon imageFORMULA DR-6050C, Canon imageFORMULA DR-7550C e Canon imageFORMULA DR-9050C. A nova série de scanners de produção A3 incorpora uma maior velocidade de digitalização, com melhorias no design ergonómico e eficiência energética, permitindo melhorar a produtividade no local de trabalho e reforçar a posição da Canon, enquanto líder de mercado no segmento de scanners de produção de baixo volume.

  • Canon apresenta nova gama de scanners de produção – Canon imageFORMULA DR- 6050C, DR-7550C e DR-9050C
  • Desenvolvimentos baseados em feedback dos clientes. Maior velocidade, melhorias na ergonomia e eficiência energética revelam-se funcionalidades chave
  • Canon pretende reforçar a posição de líder de mercado na Europa no segmento de scanners de produção de baixo volume

Lisboa – 16 de Abril -  A Canon Europa, líder mundial em tecnologia de imagem digital, lançou uma nova gama de de scanners de produção – Canon imageFORMULA DR-6050C, Canon imageFORMULA DR-7550C e Canon imageFORMULA DR-9050C. A nova série de scanners de produção A3 incorpora uma maior velocidade de digitalização, com melhorias no design ergonómico e eficiência energética, permitindo melhorar a produtividade no local de trabalho e reforçar a posição da Canon, enquanto líder de mercado no segmento de scanners de produção de baixo volume.  

O Canon imageFORMULA DR-9050C e o Canon imageFORMULA DR-7550C são os sucessores dos populares scanners Canon imageFORMULA DR-9080C e Canon imageFORMULA DR-7580 – com o novo Canon imageFORMULA DR-6050C a apresentar-se como um modelo completamente novo no segmento de de produção de baixo volume. Os novos scanners de produção apresentam uma enorme facilidade de utilização e oferecem desenvolvimentos tecnológicos chave baseados no feedback dos clientes em relação aos modelos anteriores.

A mais recente gama da Canon continua a adoptar um design completamente focado no utilizador, disponibilizando as funções de alimentação e saída frontal de documentos - algo que os clientes classificavam como muito positivo nos modelos anteriores. Combinado com uma posição mais baixa do painel de controlo de operações, o design ergonómico permite ao utilizador alimentar e remover documentos, confortavelmente, a partir da mesma posição – maximizando a produtividade no local de trabalho e minimizando o cansaço do utilizador. Os equipamentos cumprem integralmente as novas normas Energy Star, que serão introduzidas em Julho de 2009, e utilizam menos 20% de energia em comparação com os modelos anteriores e menos 60% quando comparados com os principais equipamentos concorrentes.        

Sean Suematsu, Director Europeu de Soluções de Digitalização de Documentos da Canon Europa diz, “As organizações precisam de encontrar formas de racionalizar os processos com o objectivo final de reduzirem custos. Através de melhorias nos sistemas de gestão documental e processos de negócio, estas organizações irão, a termo, verificar os benefícios das melhorias da produtividade e mais importante, obter as necessárias poupanças de custos”.

Os três equipamentos oferecem elevada velocidade de digitalização, até 112 (1)  páginas por minuto com resoluções de 300dpi, colocando-os entre os scanners mais produtivos no segmento de produção de baixo volume. Um chip com tecnologia de processamento  foi igualmente incorporado para assegurar o desempenho de digitalizações em períodos de picos de utilização, mesmo quando estão activas funções associadas à qualidade de imagens e poupanças de tempo como a detecção automática de tamanho e correcção de desvio.   

Para aumentar a produtividade, todos os novos scanners de produção dispõem alimentadores de documentos com elevada capacidade e versáteis (2) que permitem facilmente não só receber grandes quantidades mas também separar automaticamente um vasto lote de documentos de diferentes tamanhos ou espessuras. Estes equipamentos destinam-se, idealmente, a ambientes com forte utilização de papel como os que podem ser encontrados, normalmente, nos sectores financeiros, saúde, serviços públicos e departamentos governamentais, etc. Longas digitalizações de documentos são igualmente suportadas em materiais até 3 metros de comprimento, como por exemplo os electrocardiogramas comuns utilizados no mercado de saúde. Adicionalmente, as definições Folio Mode permitem a digitalização de documentos até ao tamanho A1, o que torna este tipo de scanners único no mercado com capacidade para digitalizações neste formato de papel.

“Ao longo dos últimos anos, a Canon tem assumido a liderança entre os fabricantes de scanners de produção de baixo volume com uma quota de mercado de 40%” (3) continua Sean Suematsu. “Estamos sempre à procura de formas de ampliar e melhorar o nosso portfolio de digitalização e com o lançamento desta gama Canon imageFORMULA com elevada versatilidade esperamos registar um crescimento em mercados chave que tenham necessidade de digitalizações robustas, com elevada velocidade e eficientes energeticamente.     

(1)Resultados de velocidade de digitalização são 112ppm, 90ppm, 65ppm no Canon imageFORMULA DR-9050C ,  DR-7550C and  DR-6050C respectivamente, em digitalizações de documentos A4 com orientação Landscape com 200/200 dpi

(2) Capacidade automática de alimentação é de 500 folhas no Canon imageFORMULA DR-7550C e  DR-9050C e 300 folhas no DR-6050C

(3) High Speed Scanner Market - InfoSource

Download

Download the full press release (MS Word, 133KB) [DOC, 133 KB]

Não consegue encontrar o que procura? Porque não visitar o nosso Arquivo Noticías e pesquisar algum item específico na base de dados de noticías.

spacer
					image
Notícias
Institucionais
Consumidor
Soluções de Negócio
Arquivo de Notícias
Contactos PR