Impressoras paradas representam um custo de 663 mil milhões de Euros às empresas europeias

• As empresas não reportam problemas • Técnicos e Gestores gastam em média 120 horas por ano com problemas de impressão • Novo serviço de gestão de impressão da Canon põe fim aos receios de paragens nas impressoras e melhora produtividade

Lisboa, 10 de Julho de 2008 – Um estudo sobre os custos e a gestão da impressão, encomendado pela Canon Europa, líder mundial em soluções de imagem e impressão, revela que estes custos ascendem aos 17.000 por ano em cada empresa, podendo atingir os 663 mil milhões de Euros por ano, quando analisado a totalidade do mercado. 

O estudo, conduzido pela ICM Research, analisou os custos e a gestão de impressão em empresas de diversos sectores em 19 países europeus, tendo sido analisadas as atitudes de mais de 3000 pessoas, responsáveis por funções relacionadas com as impressões nas empresas.

Em 72% das empresas europeias, os colaboradores ficaram, pelo menos uma vez em cada mês, impossibilitados de imprimir. Uma das razões invocadas foi a ausência da comunicação do problema de impressão. O estudo revela uma maior prevalência destes casos nas grandes empresas – com mais de 250 colaboradores – em que 43% dos inquiridos considera lento o processo interno de comunicação dos problemas de impressão.

Gestores de Tecnologias de Informação e técnicos despendem, em média, três semanas e meia por ano a resolver problemas com as impressoras o que equivale a  um total de 10.000 horas, desperdiçadas anualmente em toda a Europa.

Adam Gillbe, Director Europeu de Soluções de Marketing da Canon Europa, afirmou: "com um custo de 17.000 Euros por ano, ter impressoras paradas é um assunto muito sério para as empresas. Principalmente num momento complicado ao nível das restrições ao crédito e da conjuntura económica. A gestão eficaz da impressão é hoje mais importante do que nunca para as empresas”.

 O estudo estima os custos de uma gestão deficiente de impressão em 82.000 euros. Nos casos de empresas com mais de 250 pessoas, este valor pode atingir os 695.000 euros. Obstruções de papel e toners vazios são apenas alguns dos problemas frequentes que impossibilitam a impressão nas empresas.

Gestão de impressão em outsourcing enquanto solução

Mais de um quarto dos entrevistados, de diversas empresas, considera benéfico para a negócio a gestão da impressão por terceiros em regime de outsourcing. 

O estudo encomendado pela Canon surge no momento em que a multinacional nipónica lançou na Europa o seu novo serviço de gestão de impressão no qual assume o controlo da impressão da empresa com o objectivo de ajuda-las a optimizarem a gestão da impressão.

"A Canon vem assim oferecer serviços de consultoria, gestão, manutenção e suporte ao utilizador final ao nível da gestão da impressão permitindo ajudar as empresas a gerirem melhor os seus os custos de impressão e a melhorarem a sua eficiência, produtividade e segurança", afirma Adam Gillbe.

Quase dois terços das empresas (63%) não tem uma estratégia definida impressão; variando entre os 57% em França, Espanha e Portugal, os 71% na Noruega e os 73% no Reino Unido.

Não consegue encontrar o que procura? Porque não visitar o nosso Arquivo Noticías e pesquisar algum item específico na base de dados de noticías.

spacer
					image

Notícias