Também conhecido como Calcio Fiorentino, o violento Calcio Storico (futebol histórico) é jogado apenas em Florença no mês de junho e apenas por quatro equipas que representam os quatro cantos da cidade.

O jogo data do século XV e era originalmente jogado por aristocratas e, até mesmo, ocasionalmente, pelo Papa em funções. A violência inerente era fruto desses tempos violentos. As rivalidades familiares na Florença medieval (casa dos infames Medicis) explodiam, muitas vezes, num caos.

A competição dos tempos modernos - duas semifinais, seguidas pela final - ocorre na piazza (praça) de areia da Igreja de Santa Croce do século XIV.

As regras são simples. Durante quinze minutos após o disparo de um canhão, duas equipas de vinte e sete homens tentam lançar a bola sobre uma cerca de 1,2 m existente em ambas as extremidades do campo, marcando assim um golo (caccia): caso falhem, é atribuído à equipa adversária meio caccia.

Os jogadores podem usar tanto as mãos como os pés para passarem a bola e estão autorizados a imobilizar os oponentes com golpes de luta - ou de qualquer outra forma que considerem adequada. É inevitável que se faça sangue. Perdem-se as estribeiras. Contudo, a dignidade e o respeito são de alguma forma mantidos.

A equipa vencedora não ergue um grande troféu de prata, é-lhe antes oferecida uma vaca como prémio.

O Calcio Storico é apenas uma das oportunidades reveladoras, incomuns e desafiantes que o mundo lhe oferece se estiver disposto a explorar um pouco mais, ir por um caminho diferente e arriscar um percurso novo. A Canon convida-o a descobrir e a capturar estes momentos em fotografia ou em vídeo. Come and see.