As suas fotografias, as nossas favoritas: Olhar para baixo

Desafiámo-lo a transformar cenas urbanas quotidianas em obras abstratas, tendo por inspiração a nossa história fotográfica "A cidade vista de cima: Um olhar sobre Munique", de Robert Goetzfried. De formas e cores ousadas a texturas e sombras que contrastam, algumas das nossas fotografias aéreas favoritas reinventam verdadeiramente uma cena urbana comum para criar uma perspetiva ou história únicas de uma cidade a partir de uma vista aérea. Aqui estão as três melhores fotografias que recebemos e a história por detrás de cada uma delas:


Projeção de sombras, por Udo Dittman

casting-shadows-udo-dittman.jpg

Apreciámos os pavimentos geométricos de Udo Dittman, e a utilização da luz e sombra nesta impressionante imagem a preto e branco tirada a partir de um farol urbano. Udo conta-nos a história por detrás da fotografia:

"Esta foi tirada numa visita a Rostock e Warnemünde, no Mar Báltico, no norte da Alemanha. Sendo um centro de tráfego marítimo, o distrito de Warnemünde inclui numerosas ajudas à navegação, sendo a mais antiga o farol, construído em 1897, que ainda é usado.

No verão, a torre, que tem aproximadamente 37 metros de altura, permite aos visitantes desfrutar de uma impressionante vista sobre o Mar Báltico e os distritos de Rostock, a norte. Assim, em vez de areia ou água, há vida urbana por baixo da torre.

Uma tarde, subi ao farol e olhei para os turistas em baixo. Há uma pessoa que não se reconhece a passar e a sua sombra imensa, criada pelo pôr do sol, faz um contraste muito interessante com os padrões geométricos do pavimento no chão. A sombra imensa em contraste com os padrões geométricos cria aquilo a que chamo "beleza abstrata". Converti a imagem para preto e branco, de modo a chamar a atenção para a sensação de abstrato."


De cima para baixo, por Peter van Mierlo

top-down-peter-van-mierlo.jpg

Esta notável fotografia de um dos pontos turísticos mais emblemáticos da Europa consegue oferecer uma nova perspetiva sobre um monumento que já foi fotografado milhares de vezes. Peter explica como surgiu a fotografia:

"Fomos a Paris durante uns dias, pois a filha da minha namorada tinha passado nos exames e queríamos festejar. Era a primeira vez que ela visitava Paris, por isso decidimos visitar a Torre Eiffel. Procurei criar uma fotografia diferente, pois quase todos fotografam a partir do mesmo ângulo.

Na plataforma mais elevada, a meio, passei a câmara pela rede de segurança e apontei para baixo. Tive alguma sorte, uma vez que a segunda tentativa foi satisfatória. Como se pode ver, era o final da tarde, pelo que as sombras se alongavam.

Virei a fotografia ao contrário para criar um efeito ilusório, pois normalmente a posição de fotografia esperada é a partir da parte mais baixa."


Levitação, por Christian Nesler

levitation-christian-nesler.jpg

Gostámos da fotografia de Christian Nesler de um artista de rua em Nápoles, Itália. A iluminação, as cores, o uso da sombra e a sua natureza abstrata fazem dela um dos destaques deste mês. O truque da levitação tornou-se muito comum entre os artistas de rua europeus, embora isso não signifique que seja menos impressionante a nível visual nem que seja fácil de imitar. Ainda estamos sem saber como é feito! A nova abordagem de Christian isola o objeto da fotografia do ambiente urbano que o rodeia, mas, ainda assim, transmite o conceito de ambiente urbano captado a partir de cima. Ele explica:

"Sou um fotógrafo e escultor, e esta fotografia foi tirada em Nápoles, Itália, do quarto do hotel, no centro da cidade, durante uma das minhas viagens. Muitas vezes, gosto de fotografar padrões ou temas abstratos. Esta fotografia foi tirada por volta das 12h de um dia de novembro, pelo que o sol estava baixo o suficiente para criar uma sombra interessante e garantir que era possível ver o efeito da levitação a partir de cima."


Envie a sua fotografia para o nosso próximo desafio

Deseja ter a sua fotografia em destaque no nosso Showcase? Basta carregar as suas fotografias para a nossa galeria e poderemos entrar em contacto consigo! Teremos um novo desafio todos os meses. Por isso, pegue na sua câmara, qualquer que seja o tipo que tenha, seja criativo e carregue a sua fotografia para que todos a vejam.