Cinco sugestões para fotografar em condições frias

A neve, a geada e o gelo criam cenas de inverno espetaculares. No entanto, a maioria das câmaras foi concebida apenas para trabalhar a partir de 0 graus Celsius ou 32 Fahrenheit, por isso, deve ter cuidado quando estiver a tirar fotografias no exterior em condições inferiores a zero graus. Fotografar em climas de neve e gelo torna-se muitas vezes difícil e pode ainda danificar o seu equipamento. Vamos dar-lhe algumas sugestões práticas para que consiga resistir aos meses mais frios.

Borders de Jan Villim

Jan Villim, Borders

1. Utilize um tripé

Não é fácil obter uma imagem estável se as suas mãos estiverem a tremer de frio. Um tripé leve e portátil ajuda a estabilizar a câmara para que possa fotografar com confiança. Lembre-se apenas de não tocar no tripé com as mãos desprotegidas se estiver em condições inferiores a zero graus, porque pode "queimar" a pele. Se for um ávido fotógrafo de inverno, Richard Walch, Embaixador da Canon e fotógrafo de desportos de inverno, recomenda que invista em luvas especiais de escalada. Este equipamento prático irá permitir-lhe expor as pontas dos dedos quando estiver a fotografar e protege as suas mãos entre os disparos.

Fotografia desportiva de Jure Fundak

Jure Fundak, Fotografia desportiva

2. Leve baterias adicionais

O clima frio esgota as baterias mais rapidamente do que o normal. Por isso, mantenha a câmara e as baterias no saco o máximo de tempo possível, uma vez que aí estarão mais quentes. Além disso, lembre-se de levar o dobro das baterias habituais para poder continuar a captar excelentes fotografias.

3. Rode manualmente os anéis

Se estiver a utilizar a câmara no exterior e não rodou manualmente o anel de focagem ou utilizou a focagem automática durante algum tempo, então os anéis de focagem e de zoom da sua objetiva podem "congelar". Para evitar esta situação, certifique-se de que mantém a sua câmara embrulhada e num saco com boa qualidade quando não a estiver a utilizar ou utilize uma cobertura se fotografar em condições de queda de neve. Em alternativa, pode simplesmente rodar o anel de focagem e de zoom com frequência utilizando o motor AF ou fazendo-o manualmente.

Nos bastidores de Skijoring na Patagónia de Richard Walch

© Richard Walch, Embaixador da Canon

4. Tenha cuidado com a condensação

Trazer a câmara de um ambiente frio para um ambiente quente provoca condensação que pode danificar o seu equipamento. Richard Walch oferece-lhe o seguinte conselho: "Quando for almoçar, você ou a mochila ficam no exterior. Se passar de um ambiente frio para um ambiente quente e tentar verificar as suas imagens, o resultado será catastrófico. A câmara fica enevoada, bem como a objetiva, e vai danificar a sua câmara. Deve manter a câmara numa zona com a mesma temperatura."

Pode conhecer aqui a história inspiradora Skijoring de Richard.

Montanhas da Patagónia fotografadas por Richard Walch

© Richard Walch, Embaixador da Canon

5. Utilize a cobertura da objetiva

Em situações com queda ou tempestades de neve, a cobertura da objetiva pode ajudar a evitar que a neve se instale na objetiva. Richard Walch concorda.

"A cobertura da objetiva é extremamente importante para se certificar de que a neve que cai não atinge a objetiva. É possível evitar vários problemas utilizando uma boa cobertura da objetiva", diz. Por isso, mantenha a cobertura da objetiva e leve consigo pelo menos um par de panos para a objetiva para secar o vidro antes de colocar novamente a câmara no saco.

Come and See

Ao captar a mais recente história da Canon – Skijoring –, o realizador Marcus Söderlund e a sua equipa enfrentaram condições meteorológicas extremas. Junte-se a nós nos bastidores e descubra como superaram este desafio e conseguiram captar a ação de alta velocidade do desporto mais radical do inverno.