Wilder Story by Loraraine Poole

As suas fotografias, as nossas favoritas: Pessoas e Retratos

De rostos contemplativos nas praias do Báltico a artesãos junto ao mar absorvidos no seu trabalho, este mês enviaram-nos retratos evocativos, mostrando pessoas de todo o mundo. Eis a nossa seleção das imagens partilhadas na nossa Galeria.

Dreams of the Sea de Nikolai Pogodin

Dreams of the Sea de Nikolai Pogodin

"Tirei esta fotografia no Vistula Spit, na costa do Mar Báltico, o ponto mais ocidental da Rússia moderna e da Prússia Oriental. Consegue-se realmente sentir o peso da história aqui, como se não tivesse sido tocado pela vida moderna.

Ao passear ao longo da baía no cais, passando os hangares da Luftwaffe parcialmente destruídos, vi um rapaz sentado num muro de tijolos à beira-mar. Ele estava a olhar para o mar cor de turquesa, como se pensasse em tudo o que aconteceu aqui e a contemplar o seu futuro. Adoro este contraste e também gosto que a imagem tenha uma característica onírica mas presa à realidade. Recordou-me a minha própria infância.

Tirei esta fotografia com a minha Canon EOS 6D e com a objetiva EF 24-105 L IS USM. Fotografo principalmente em formato RAW no modo de Prioridade de abertura. Foi fotografada em f/9, com ISO 100 e distância focal de 35 mm."


Mr Potter de Lorraine Poole

Mr Potter de Lorraine Poole

"Viajei para Lyme Regis em Dorset, Inglaterra, em agosto do ano passado, já que uma das minhas fotografias estava em exposição. Quando cheguei, descobri que já tinha sido vendida e que afinal não estava em exposição. Como tinha tempo de sobra, decidi explorar esta bonita cidade costeira e desfrutar de uma maravilhosa oportunidade para tirar fotografias de pessoas locais e turistas. Passámos pelo que parecia ser uma pequena cabana escura com a porta escancarada e, como sou curiosa, entrei para ver o que estava lá dentro. Um oleiro estava a terminar algumas canecas que tinha feito para vender. Fazia lembrar uma imagem de um velho artesão do mar, com um avental sujo de barro, aspeto envelhecido e uma barba fantástica. Ele estava sozinho e profundamente concentrado, rodeado por barro, taças, latas e com parafernália de olaria pendurada por todo o lado nas velhas paredes de cal. Eu deixei-me estar e observei-o a trabalhar na sua arte, tirando uma série de fotografias e tentando captar a tranquilidade e a perícia naturais.

Para obter uma imagem com contraste e com detalhes, utilizei ISO 800. Queria aproveitar ao máximo a luz natural, até porque não gosto de usar flash. A abertura foi de f/4.5. O que adoro neste retrato é o facto de o oleiro estar no seu habitat natural. Confere um contexto adorável à sua personalidade e vocação.

Esta fotografia foi tirada com a minha Canon EOS 6D e com a objetiva Canon EF 24mm-105mm L."

Partilhe as suas imagens

Quer ter a oportunidade de ver a sua fotografia destacada aqui? O tema do próximo mês é brincar com a luz. Capte o nascer do sol, a magia do crepúsculo ou seja arrojado e faça experiências com o flash. Seja criativo com a luz e partilhe as suas fotografias na nossa galeria.

Envie as suas fotografias