dark portrait of girl

Tire melhores fotografias

Condições de iluminação complicadas

As fotografias em ambientes noturnos podem ser difíceis, pois, provavelmente, será necessário um flash para fornecer luz suficiente. No entanto, a luz ambiente em torno do seu objeto pode ser, muitas vezes, bastante atmosférica e algo que queiramos manter na fotografia.

O modo de Retrato Noturno simplifica tudo na medida em que muda a forma como a câmara "pensa". Utiliza o flash incorporado ou regista o Speedlite na base da câmara para iluminar o motivo principal e permitir tempo suficiente para que a luz ambiente defina a cena para a fotografia. Consegue-o utilizando velocidades do obturador mais lentas e ajustando automaticamente as definições de tempo do flash. Pode ver o fundo como uma série de luzes brilhantes, mas, provavelmente, são muito menos intensas do que pensa. Posicione o seu modelo de modo a que seja iluminado pelo flash e não pela luz ambiente e, para obter os melhores resultados, utilize um tripé para ajudar a reduzir a vibração da câmara. Vale sempre a pena pedir ao seu modelo que não se mexa ao fotografar.

As luzes brilhantes podem fazer com que os seus retratos fiquem com um contraste demasiado elevado. Para os momentos em que o seu modelo tem a luz forte do sol por trás, pode ajudar utilizar um flash. Instale um Speedlite na base da sua câmara (se disponível) ou defina o flash incorporado para disparar em todas as fotografias. A sua câmara irá trabalhar para equilibrar as condições de flash e da luz natural para uma imagem muito mais forte, em que ambos os elementos – a pessoa e o fundo – estão perfeitamente equilibrados.

Escolha a objetiva certa para destacar o seu modelo

Ao fotografar com uma EOS, utilize uma objetiva com uma abertura máxima rápida para separar o seu modelo do fundo. As objetivas de distância focal fixa com uma distância focal de 50 mm a 100 mm são ideais para os retratos. As objetivas macro funcionam bem para retratos e grandes planos. Para aproveitar ao máximo a grande abertura, utilize o modo de Prioridade à abertura (Av) ou o modo Manual (M) e tente utilizar o ISO Auto para manter as suas exposições corretas. Mude para um único ponto AF, de preferência, que não esteja no centro do enquadramento; fotografar com uma abertura rápida implica uma focagem precisa. O modo One-Shot também é uma boa opção, na medida em que permite que a objetiva bloqueie a focagem, o que significa que pode recompor ligeiramente o enquadramento, se for necessário.

Treine a fotografia sem pose utilizando o seu smartphone

Muitas câmaras Canon podem ser controladas remotamente com o seu smartphone através de Wi-Fi, graças à aplicação Camera Connect da Canon.

Para alguns modelos, este controlo remoto inclui uma visualização direta do que a câmara vê, além da possibilidade de tirar fotografias com um simples toque no ecrã do seu telefone. Coloque a câmara numa superfície a apontar para o seu modelo e utilize o seu smartphone para ver a imagem e disparar no momento certo. A utilização desta técnica pode ajudar o seu modelo a descontrair, uma vez que não estará a olhar diretamente para ele.

Pense na impressão antes do seu retrato

Os retratos são frequentemente impressos para colocar em molduras; mas por que não considerar primeiro o resultado final para desafiar a forma como cria retratos e impressões. Para uma impressão que inclua várias imagens, pense num elemento consistente que possa funcionar como elo de ligação. Por exemplo, pode optar por captar três perspetivas distintas de uma pessoa, uma a olhar para a esquerda, uma a olhar para a câmara e outra a olhar para a direita. Depois de ter as três fotografias separadas, imprima-as; ajuda a manter o estilo de cada impressão consistente. Se optar por uma impressão monocromática, as três impressões devem ser monocromáticas. Considere como irá dispor as impressões para conseguir uma expressão muito mais vincada do retrato dessa pessoa.

Experiências com um retrato em movimento

Captar toda a essência de uma pessoa num único fotograma é difícil, mas, com o vídeo, tem a possibilidade de criar um filme do retrato que mostre muitas facetas do seu modelo. Comece com a história que quer contar acerca da pessoa escolhida. Pode ajudar se anotar as suas ideias ou se criar um esboço. Considere imagens amplas para mostrar toda a pessoa no seu ambiente, bem como grandes planos a destacar detalhes da pessoa: o sorriso, os olhos, as mãos, a roupa, tudo o que possa contar uma história sobre o seu modelo. Utilize o ecrã de ângulo variável para emoldurar as imagens em diferentes alturas e para ver como captar a partir de cima ou de baixo muda a sua perspetiva do modelo. Se estiver disponível na sua câmara, experimente o modo de câmara lenta para destacar um movimento ou atribuir aquela qualidade etérea ao seu retrato de movimento.

Sugestão: quando chegar à fase de edição, mantenha os clips individuais curtos (2-3 segundos) e procure uma duração geral que não ultrapasse os 90 segundos; desta forma, concentra a sua edição nos detalhes mais essenciais para mostrar a pessoa.