Eddie Keogh - EOS-1D X Mark II

eddie_keogh.jpg

Conheça os heróis de ação

Frits van Eldik

Ver vídeo

"Esta câmara é perfeita para a minha forma de trabalho..."

Frits van Eldik é um dos melhores fotógrafos de desportos motorizados do mundo a captar motivos em movimento rápido. Com um estilo distinto aperfeiçoado durante anos de experiência, a sua câmara tem de trabalhar tão rápido quanto ele. Qual será o desempenho da EOS-1D X Mark II nas suas mãos? Frits partilha as suas ideias sobre a velocidade de focagem da câmara e a capacidade de captar todos os momentos...

Frits van Eldik

"É simplesmente brilhante!", exclama Frits. É preciso muito para impressionar este cameraman de desportos motorizados, mas hoje está radiante. Acaba de voltar de um trabalho em Race Resort Ascari, uma pista de corridas privada perto de Málaga, em Espanha, onde a EOS-1D X Mark II foi posta à prova contra algumas máquinas muito rápidas.

"Velocidade é a palavra-chave para esta câmara, tanto em termos de taxa de fotogramas como em focagem automática. É incrível", afirma. "E a qualidade da imagem também é fantástica. Mesmo ao fotografar um motivo contra o sol, há uma incrível quantidade de detalhes nas sombras. A qualidade do ficheiro é incrível e aquele magnífico sensor de 20,2 MP, com o seu intervalo dinâmico elevado, é realmente muito impressionante."

No setor de Frits, o importante é a velocidade, e a capacidade da EOS-1D X Mark II em focar instantaneamente mais rápido do que um Ferrari a toda a velocidade foi o que mais o impressionou. Em sequência de disparos máxima, com 14 fotogramas perfeitamente expostos e bem nítidos a cada segundo, não é de estranhar que o holandês tenha motivos para celebrar esta incrível conquista da Canon.

"Ao testar a câmara para este trabalho, foi possível constatar que, pelas sequências de imagens que estava a obter, estavam todas perfeitamente nítidas", admite. "Foi surpreendente. A sensação de quando uma câmara capta uma sequência de imagens de forma tão rápida é incrível. E quando começamos a fotografar, instantaneamente ficamos com uma ideia muito confortável de que tudo o que fotografamos está nítido, que a focagem automática está a fazer o seu trabalho e a acompanhar o motivo em movimento para que seja possível concentrarmo-nos na composição. Portanto, sim, agora podemos contar com a câmara muito mais do que no passado; sabemos que é capaz de fazer exatamente aquilo para que foi construída."

Faster workflow, sharper screen

Fluxo de trabalho mais rápido, ecrã mais nítido

Com uma velocidade de sequência de imagens tão impressionante, Frits pôde ter plena confiança na sua utilização para disparo e composição no modo Visualização direta. Mas com a adição do adaptador Wi-Fi WFT-E8, deu um passo ainda mais longe. "Também a utilizei para disparar com um tablet, para quando tinha a câmara montada remotamente no carro com uma plataforma", explicou. "Obtemos imediatamente o tamanho apropriado da imagem no tablet, o que facilita imenso a verificação da focagem e da composição."

De imediato, Frits notou uma melhoria no ecrã da EOS-1D X Mark II, que é muito melhor do que o da EOS-1D X, graças aos seus 1,62 milhões de pixels. Diz Frits: "Agora é realmente possível verificar a nitidez na parte de trás da câmara de forma muito precisa e fácil, o que melhora significativamente o meu fluxo de trabalho. Isto significa que também não preciso de esperar para verificar a nitidez da imagem no meu portátil mais tarde. Posso fazê-lo enquanto fotografo, no circuito, por isso, esta pequena melhoria torna a minha vida melhor a cem por cento."

Uma maravilha em condições de pouca luz

Frits está bem habituado a fotografar em todas as diferentes situações de iluminação, portanto, era importante reproduzir um dia típico de trabalho na pista Ascari, o que implicou começar muito cedo...

"No início da manhã, enquanto esperava que o sol nascesse, tirei uma fotografia com o ISO a 16 000 quando a luz começou a brilhar sobre os carros. É geralmente o meu tipo de luz favorito e faz-me lembrar um dos meus eventos de automobilismo de 24 horas favoritos, o Le Mans, no início da manhã. Quando vi as imagens já tinha um sorriso na cara antes do pequeno-almoço!", disse de forma divertida.

"Lembro-me de ter uma experiência semelhante quando testei pela primeira vez a EOS-1D X há muitos anos, mas nunca tentei com um ISO tão alto. Com este novo sensor, já posso, sem me preocupar com a qualidade da imagem. O aumento de latitude e o melhor desempenho do ISO realmente abrem novas possibilidades criativas, especialmente quando fotografo durante todo o dia."

"Senti-me muito familiarizado com a câmara", afirma. "O sistema de menus é igual ao da EOS-1D X e senti-me totalmente confortável ao utilizá-lo com todas as minhas objetivas. Fotografei com tudo que tinha, desde a EF14mm na plataforma até à EF400mm e até com a objetiva de zoom EF200-400mm com o extensor 1,4x incorporado. Todas as objetivas funcionaram na perfeição."

"O que me leva a outro ponto positivo", continua Frits. "A possibilidade de 61 pontos AF a f/8 desta câmara, juntamente com os pontos de focagem iluminados a vermelho sempre ligados. Ambas as melhorias são realmente muito úteis para um fotógrafo como eu. Trabalho com muitas objetivas longas e também gosto de usar extensores, portanto, ser capaz de utilizar a focagem automática em conjunto será realmente útil e, em condições de pouca luz, os pontos de focagem vermelhos facilitam muito o trabalho, permitindo ver as áreas AF."

Um desempenho focado

"Devo dizer, relativamente à focagem automática, que o acompanhamento da focagem também é muito melhor", confirma. "Quando um carro se está a aproximar muito rapidamente, normalmente o desafio era mantê-lo focado enquanto se aproximava e depois se afastava. Mas com esta câmara e com os pontos de focagem automática expandidos, isso já não é um problema. No momento em que foca o motivo, este continua focado."

"Consigo configurar esta câmara tal como quero. Fiz pequenos ajustes à sensibilidade de busca da focagem graças às definições de casos no menu; ajustei-as às minhas preferências e não tive qualquer problema com o seu desempenho. A câmara é totalmente personalizável. Torna a vida mais fácil e, no meu trabalho, isso é muito bom!"

"Assim que comecei a fotografar com esta câmara, soube que queria ficar com ela. A EOS-1D X MARK II é perfeita para a minha forma de trabalho. Utilizo as câmaras da série EOS-1 desde o início da minha carreira, desde a câmara de rolo EOS-1V até à atual. Já as utilizei todas e esta é, de longe, a melhor."

"Os engenheiros da Canon dão verdadeiramente ouvidos aos profissionais", conclui Frits. "Quando me perguntaram de que é que eu precisava que uma câmara fizesse, fiquei maravilhado ao ver que me tiveram em consideração. Assim que comunicamos com a Canon, eles trabalham para desenvolver uma solução e vão além das expetativas! Adoro a vontade da Canon de ter sempre sucesso e de se ultrapassar. Combina com a minha."

Mais informações sobre o fotógrafo

Ver o perfil completo