The EOS 5D Mark IV captures a wedding in low light

Jeff Ascough

Um casamento talhado no céu

Jeff Ascough
Jeff Ascough

Embaixador


O altamente aclamado fotógrafo de casamentos e Embaixador da Canon Jeff Ascough, juntamente com a sua esposa e parceira de fotografia Sarah, revelam como uma combinação de avanços técnicos significativos na EOS 5D Mark IV ajudaram a alterar a sua abordagem à fotografia de casamentos de formas novas e mais empolgantes.

Jeff e Sarah Ascough têm um olho muito apurado para os detalhes. A dupla de fotografia do Reino Unido, agraciada com vários prémios, construiu uma reputação invejável em todo o mundo por imagens excecionalmente belas, repletas de detalhes e captadas com uma perspetiva de reportagem.

Por isso, quando tiveram a oportunidade de experimentar uma 5D Mark IV de pré-produção, num casamento recente na Roménia, Jeff e Sarah manifestaram um enorme interesse em ver o quão melhores ficariam os ficheiros digitais com o novo sensor CMOS de 30,4 MP. Seriam suficientemente bons para conseguirem afastá-los das suas companheiras 5D Mark III e 6D? Demorou cerca de um minuto para perceberem que as regras dos ficheiros RAW tinham sido verdadeiramente, e bem, reformuladas...

"Os ficheiros estavam fantásticos", admite Jeff. "Quando vi as imagens pela primeira vez no ecrã, a Sarah pensou que já tivesse trabalhado nelas. Os ficheiros JPEG estavam quase impecáveis. Na verdade, comecei a questionar-me por que motivo estava a fotografar em RAW, porque os JPEG estavam tão bons. Tons de pele adoráveis; a gradação das luzes mais altas para as luzes extremas muito mais suave e consegui extrair muito mais detalhes nas sombras antes de o ruído se transformar num problema. A gama dinâmica foi muito melhor."


Desafios de iluminação

O Jeff utilizou a câmara sob uma luz de alto contraste e com muitas mudanças neste casamento ao ar livre. Com uma temperatura de 38 graus, esta era uma ocasião para testar até os fotógrafos mais competentes, já para não falar do equipamento.

"A iluminação foi muito difícil!" recorda. "Sarah e eu estivemos a fotografar contra o sol durante a maior parte do dia. A cerimónia estava em contraluz, com muitos reflexos, o que resultou numa verdadeira ausência de contraste. Lembrei-me imediatamente que a EOS 5D Mark IV, especialmente com a nova objetiva EF 24-105mm f/4L IS II USM, processava o reflexo de forma brilhante. Deu-me confiança de imediato."

A Sarah também ficou imediatamente impressionada com o desempenho da câmara. "Não sou uma fotógrafa muito técnica", admite, "por isso, preciso de uma câmara que capte o que quero, quando preciso. O Jeff configura as câmaras para o nosso estilo de fotografia, o que me dá todo o tempo de que preciso para captar aqueles momentos especiais.

"Especialmente em condições de pouca luz, notei uma grande diferença na focagem. Enquanto a 6D pode ter algumas dificuldades em conseguir uma imagem nítida, a 5D Mark IV bloqueou a focagem e manteve-se lá mesmo com os convidados em movimento. Para mim, é uma vantagem fantástica.

"Com a EOS 5D Mark IV, senti-me imediatamente confortável e agradava-me o facto de não ser volumosa ou pesada. Estou muito habituado à EOS 6D para o trabalho que faço, mas vejo-me a mudar para este novo modelo logo que possível."

O Jeff ficou tão impressionado como a nova objetiva quanto com a nova câmara. Para um fotógrafo de casamentos, a união foi perfeita. "A objetiva em si é um equipamento fenomenal", afirma entusiasmado. "Está muito mais melhorada que a versão anterior; a diferença é abissal."

E continua: "Um aspeto da fotografia de casamentos atual é que nos pedem que fotografemos durante mais tempo e que captemos mais imagens, pelo que tentamos reduzir ao mínimo o equipamento que transportamos. As objetivas zoom são excelentes, mas um problema com que nos deparamos é ficarmos sem capacidade de ISO elevado ao fim do dia, pelo que temos de transportar objetivas de distância focal fixa mais rápidas só para esses períodos. Com o desempenho de ISO superior da 5D Mark IV, temos mais uma paragem disponível, que é uma vantagem crítica ao fotografar com uma objetiva f/4. Essa objetiva é suficiente para todo o dia, a menos que queiramos efeitos com pouca profundidade de campo. Pessoalmente, estou numa fase em que quero fazer um trabalho com apenas uma câmara e uma objetiva. Permite que me concentre mais no que estou a fazer sem ter de trocar de objetivas a toda a hora e ter a confiança de que consigo obter sempre os resultados que procuro. A estabilização foi excelente e a nitidez estava noutro nível."

"Está muito mais melhorada que a versão anterior; a diferença é abissal."

Oportunidades para explorar

Para o Jeff, a única forma de conseguir comparar a 5D Mark IV com a 5D Mark III era desligar tudo. "Todas as correções automáticas – Otimizador lente digital, tudo – foram desligadas para conseguir ter um termo de comparação. Não há dúvidas de que esta câmara é um passo em frente muito significativo em todos os aspetos. É mais leve, o que a torna muito atrativa para uma câmara que utilizamos durante todo o dia e, ao fotografar com dois cartões, não ficamos parados devido a limitações da memória temporária. Além disso, a câmara foi rápida e ágil; a companheira ideal."

Uma novidade na EOS 5D Mark IV é o Wi-Fi, uma funcionalidade muito pedida e que está a despertar muita curiosidade no Jeff. "O Wi-Fi é um desenvolvimento interessante para um fotógrafo de casamentos", graceja. "Fala-se muito das plataformas online para os fotógrafos de casamentos para que possam mostrar as imagens do próprio dia diretamente da câmara ao cliente. De momento, esta tecnologia está muito na sua infância, mas já está presente na 5D Mark IV para possibilitar esse fluxo de trabalho se o cliente o solicitar."

Um desempenho focado

Juntamente com a alta qualidade dos ficheiros, a segunda consideração mais importante para o para Jeff num casamento é a focagem rápida. "Noventa por cento do tempo utilizo a focagem ao centro e, na 5D Mark IV, a velocidade era notoriamente mais rápida que na III. Durante o casamento, uma menina subia uns degraus na minha direção numa cena com pouca luz e captei uma sequência de quatro ou cinco imagens, todas perfeitamente nítidas seguindo a focagem. Isso foi algo que não conseguiria ter feito tão bem com a câmara antiga. Foi realmente uma revelação."

Juntamente com as vantagens da focagem, o Jeff também notou como é fácil configurar e utilizar a 5D Mark IV em comparação com a sua Mark III. "As definições do menu são muito intuitivas e muito fáceis de utilizar em relação ao modelo anterior. Consegui configurar a minha câmara exatamente para como queria utilizá-la, sem qualquer problema."

"Agora que experimentei, vai ser difícil voltar à minha velhinha EOS 5D Mark III."

Romanian outdoor wedding ceremony

"Agora que experimentei, vai ser difícil voltar à minha velhinha EOS 5D Mark III", admite. "Quando aquela câmara saiu há cinco anos atrás, pensei que seria um daqueles equipamentos que iria utilizar durante o resto da minha carreira. E depois melhoram-na ainda mais com este modelo! É um avanço tão grande que só nos apercebemos do nível de melhorias quando começamos a usá-la. E quando a experimentamos, já não a queremos alargar!"

"A EOS 5D Mark IV é uma câmara que nem sequer temos de pensar quando estamos a utilizá-la. E esse, para mim, é o melhor tipo de câmara."

Embaixadores e Histórias

Canon Ambassador Lorenzio Agius uses EOS 5D Mark IV

Inspiração

Descubra o desempenho da EOS 5D Mark IV nas mãos de fotógrafos profissionais

Explore mais