Lifeboat-Portait-Clive-Booth.jpg

Utilizar a luz disponível

Clive-Booth

Clive Booth é um fotógrafo de moda, beleza e retratos, e cineasta. É conhecido pelo seu estilo distinto de focagem seletiva com luz natural, disponível, contínua e centrada, o que dá ao seu trabalho uma qualidade atmosférica, íntima e etérea.

Utiliza uma vasta gama de objetivas de distância focal fixa e objetivas EF com zoom selecionadas da Canon, que podem variar entre 3 e 15 por sessão, dependendo do motivo a fotografar.

Os seus recentes trabalhos incluem campanhas publicitárias e curtas-metragens para a Asus, Ernst & Young, Fiat, H&M, Intel, L’Oreal, Louis Vuitton, MAC Cosmetics e The Mail on Sunday.

Perguntámos a Clive sobre a utilização da luz disponível e como moldou a sua fotografia e os seus filmes.

Definir a luz disponível

"Há algumas formas de a descrever, mas normalmente refiro-me a ela como luz disponível. Essencialmente, baseia-se em olhar para tudo muito atentamente... mantendo o olhar novo e ver que luz está disponível e como funciona nas suas fotografias. Trata-se de considerar onde a luz recai no seu motivo e como se converte numa imagem."

Trabalhar com a luz natural

"Uma das minhas formas preferidas de captar a luz disponível consiste em fotografar um motivo junto a uma janela num espaço interior. Muitas vezes, quando estou a fotografar, levo algumas coisas comigo para me certificar de que posso aproveitar a luz ao máximo. Algumas são coisas simples, como uma cortina ou uma rede. Isto significa que posso utilizar a luz disponível, difundi-la e trabalhar com ela."

Utilizar objetivas de distância focal fixa

"Quase nunca utilizo um flash ou luzes. Uma das coisas mais práticas para fotografar apenas com a luz disponível é uma objetiva de distância focal fixa, que merece um bom investimento. Fui convidado para o casamento de um amigo recentemente e lá fui, sem grande equipamento, tirar algumas fotografias. Ficaram excelentes. Utilizei uma Canon EOS-1D X e uma objetiva Canon EF 85mm f/1.2L II USM. É fantástica para fotografar com pouca luz e naquelas situações em que queremos captar aquela belíssima profundidade de campo reduzida. As objetivas de distância focal fixa não têm de ser caras e são perfeitas para retratos com pouca luz."

A visão criativa de Clive

"Como criador de imagens, coloco-me sempre a mesma questão: Como posso interpretar melhor a forma como vejo e sinto o mundo à minha volta e depois comunicá-la ao público? Parece simples e, no entanto, é possivelmente um dos aspetos mais complexos da fotografia e dos filmes. O que ocupa o espaço entre nós e o nosso motivo é de uma importância crítica e é isso que se torna o nosso pincel, caneta e voz."

O poder no interior

"O mecânico a tempo inteiro David McArthur está de pé e de um modo inquietante na sala dos motores entre os portentosos motores MTU de 22,3 litros com turbocompressores V10 da balsa salva-vidas da classe Severn. Em contexto, a balsa salva-vidas pode atingir uma velocidade máxima de 26 nós em 17 segundos e tem um alcance de 250 milhas náuticas, com capacidade de parar dentro do comprimento da embarcação."

Lifeboat-Portait-Clive-Booth

© Clive Booth - Explorador da Canon. A utilizar uma Canon EOS 5DS de pré-produção com uma objetiva EF 35mm f/1.4L II USM; exposição de 1/15s a f/2.8, ISO 640. Foi utilizado um tripé e um cabo disparador.

A calmaria antes da tempestade

"Este retrato da residente de Islay e voluntária de balsas salva-vidas Cara McEachern vestida no seu uniforme é um exemplo de todos os elementos a funcionar em uníssono. A pureza da luz disponível complementada por uma objetiva de distância focal fixa capta uma emoção e intensidade que é difícil bater."

Lifeboat-Portrait-Clive-Booth

© Clive Booth - Explorador da Canon. A utilizar uma Canon EOS-1D X com uma objetiva EF 85mm f/1.2L II USM; exposição de 1/160s a f/2.8, ISO 1000.

Novidades

Brevemente: Ver o mundo sem um visor

Subscrever a newsletter