ARTIGO

Canon EOS-1D X Mark III: mantenha a nitidez. Mantenha a focagem.

Canon EOS-1D X Mark III
© Ben Thouard

Quer fotografe com o fantástico visor ótico da Canon EOS-1D X Mark III ou com o seu generoso ecrã tátil de 3,1 polegadas, não deixará de notar a velocidade, o rigor e a precisão do seu revolucionário sistema AF. Os algoritmos de aprendizagem profunda foram programados para identificar diferentes desportos, enquanto a deteção de rosto e olhos se alia à capacidade de monitorização avançada que acompanha os atletas, mesmo quando estão a usar óculos ou um capacete.

Independentemente da velocidade da ação, a Canon EOS-1D X Mark III move-se ainda mais rapidamente, ajustando a focagem para lhe proporcionar uma focagem crítica quando precisa.

Um sensor de imagem e um processador dedicados para a focagem

Quando lançámos a EOS 650 em 1987, revolucionámos o mercado das SLR com os sensores de focagem automática CMOS tipo linha. Estes são tão potentes que continuam a ser utilizados nas DSLR EOS hoje em dia, mas a Canon EOS-1D X Mark III vai mais além com uma nova tecnologia.

Canon EOS-1D X Mark III

Ao compor, focar e disparar através do visor ótico da Canon EOS-1D X Mark III, experimenta uma revolução no design de AF. Um sensor de imagem CMOS dedicado é utilizado exclusivamente para a focagem automática, melhorando o rigor e a precisão, e permitindo muitos mais pontos de focagem no visor. O processamento de AF é efetuado por um processador DIGIC 8 dedicado cuja única função é tratar da AF quando utiliza o visor ótico.

A Canon EOS-1D X Mark III conta com 191 pontos AF, dos quais 155 são de tipo cruzado para uma maior sensibilidade, ideal para manter uma focagem crítica em atletas e animais em movimento rápido quando os níveis de luz descem. Estes pontos AF podem ser utilizados individualmente para uma focagem altamente seletiva, em pequenos grupos e zonas que se podem mover pelo enquadramento, ou todos em conjunto, em que a câmara seleciona automaticamente os melhores pontos a utilizar.

Canon EOS-1D X Mark III

O comportamento do sistema de focagem contínua da câmara pode ser ajustado de acordo com o tipo de ação que está a fotografar. Basta escolher entre quatro definições de casos ou utilizar a nova definição automática de caso que irá selecionar o comportamento mais adequado para a tarefa em questão.

Sistema de espelhos

Para que a Canon EOS-1D X Mark III focasse com precisão a uma velocidade de disparo contínuo elevada, era necessário equipá-la com um sistema de espelhos de reflexo totalmente redesenhado. É essencial que os espelhos da câmara regressem o mais rapidamente possível à posição de descanso entre cada fotografia, e sem "vibração do espelho", caso devam continuar a dirigir a luz para o sensor AF. Isto ocorre no interior da Canon EOS-1D X Mark III até 16 vezes por segundo: um feito extraordinário em engenharia mecânica.

Dual Pixel CMOS AF

Ao utilizar a Canon EOS-1D X Mark III como câmara mirrorless, no modo Visualização direta, a focagem automática é efetuada pelo nosso reconhecido sistema Dual Pixel CMOS AF. Este transforma praticamente todos os pixels do sensor da câmara num pixel de imagem e num pixel AF de deteção de fases.

O Dual Pixel CMOS AF pode funcionar rapidamente ao tirar fotografias, acompanhando objetos em movimento no enquadramento, e de forma mais suave ao captar vídeo, permitindo efeitos profissionais de focagem controlada de um objeto para outro.

A implementação da tecnologia Dual Pixel CMOS AF na Canon EOS-1D X Mark III oferece pixels com capacidade de focagem a toda a altura do enquadramento e a mais de 90% da sua largura. O desempenho aumentou para um nível onde é possível fotografar a 20 fps com focagem rápida, precisa e contínua. O mesmo algoritmo AF de aprendizagem profunda que está disponível ao utilizar a câmara no modo de visor está disponível para o Dual Pixel CMOS AF, para que possa ter a certeza de que a nitidez crítica é mantida no objeto, animal ou pessoa que está a acompanhar.

Canon EOS-1D X Mark III

Artigos relacionados