Artigo

TI sustentável: qual é a diferença entre refabricado e renovado?

imageRUNNER Advance C5500 ES

A sustentabilidade está no topo das listas de prioridades dos consumidores e das empresas. Cada vez mais, tornar as operações empresariais mais sustentáveis significa examinar a infraestrutura de TI.

Isso porque os resíduos eletrónicos são extremamente importantes. Produtos como PC, computadores portáteis e smartphones representavam 1% da pegada de carbono do mundo em 2007, mas esse número já triplicou e irá ultrapassar os 14% em 20401.

Quando se trata de fazer escolhas sustentáveis, as considerações para as empresas não devem apenas ter em conta a pegada de carbono de uma impressora durante a fase de utilização do produto, mas durante todo o seu ciclo de vida. Isto significa reconhecer que a pegada de carbono não é uma medição única. É uma avaliação de tudo ao longo do ciclo de vida completo do produto, desde a obtenção das matérias-primas até ao fabrico do produto, o transporte, a utilização e processamento no final da vida útil. A Canon estima que, pelo menos, 50% da pegada de carbono de uma impressora multifunções resulta da obtenção inicial das matérias-primas e das fases de fabrico2, razão pela qual é crucial uma abordagem ao ciclo de vida para calcular a pegada de carbono de um equipamento.

É aqui que entram os equipamentos remanufacturados e renovados. Ambos são excelentes métodos para dar uma nova vida a hardware e componentes existentes, reduzindo significativamente o impacto ambiental da obtenção inicial das matérias-primas e das fases de fabrico do ciclo de vida do produto3, ao mesmo tempo que contribuem para a economia circular. No entanto, os dois métodos não devem ser confundidos, uma vez que são essencialmente diferentes. Eis os motivos.

O que é um equipamento renovado?

A renovação é o processo através do qual os produtos, normalmente eletrónicos e elétricos, que foram anteriormente devolvidos a um fabricante ou fornecedor são redistribuídos. Estes podem ser artigos "novos" que não eram desejados, produtos com defeito devolvidos ao abrigo da garantia ou produtos que necessitavam de uma atualização (muitas vezes, é este o caso dos smartphones).

O processo de renovação envolve todos os aspetos, desde a execução de alguns testes simples à realização de uma limpeza minuciosa e reconstrução do produto. Ao contrário dos produtos em segunda mão, os produtos renovados são testados para garantir que funcionam corretamente. As garantias para equipamentos renovados também variam, podendo corresponder às dos produtos novos equivalentes ou nem sequer existir.

Os produtos renovados podem ser uma boa opção para as empresas que pretendam aumentar os seus portefólios de impressão de forma económica, sem o risco inerente aos equipamentos em segunda mão não analisados.

Como funciona o processo de remanufatura dos nossos equipamentos?

As impressoras renovadas aprovadas pela Canon, com a marcação UC (utilizado certificado), têm de cumprir os nossos rigorosos padrões de qualidade e desempenho. Também precisam de ajudar as empresas a cumprir as regras de aquisições sustentáveis.

O nosso programa de renovação é gerido pelos escritórios regionais, e é responsável por reduzir a pegada de carbono resultante de transportes potencialmente longos a partir de uma única localização centralizada na Europa. Os nossos escritórios locais avaliam e classificam os equipamentos que atingiram o final da sua vida útil para encontrar equipamentos adequados para renovação. Quando estes equipamentos são selecionados, as instalações de renovação locais testam, limpam e reparam-nos rigorosamente, preparando-os para um novo proprietário.

E quanto à refabricação?

A principal diferença com os dispositivos refabricados é o rigor, a normalização e a exaustividade do processo. Um equipamento refabricado é reconstruido a partir de componentes individuais para corresponder às mesmas expectativas do cliente para equipamentos novos. Isto é conseguido através da reconstrução de um produto de acordo com as especificações do produto fabricado original, utilizando uma combinação de peças reutilizadas, reparadas e novas.

Para um produto ser classificado como "refabricado", é necessária a reparação ou substituição de componentes e módulos gastos ou obsoletos. No entanto, é importante ter em atenção que, como parte do controlo de qualidade durante o fabrico, quaisquer peças gastas são substituídas.

O nosso processo de refabricação

Na Canon, garantimos que os nossos equipamentos refabricados cumprem os nossos padrões rigorosos de qualidade e rendimento em todos os passos. A nossa gama de equipamentos multifunções imageRUNNER ADVANCE ES foi concebida para reduzir o consumo de recursos e o impacto ambiental através do método de refabrico.

A Canon tem uma longa história de investimento na economia circular e a gama ES reduz em, pelo menos, 90% a utilização de matérias-primas associadas ao fabrico, em comparação com modelos equivalentes novos. É assim que funciona:

  • Os nossos modelos mais vendidos são recolhidos em toda a Europa e enviados para as instalações de refabrico dedicadas da Canon em Giessen, na Alemanha.
  • Estes são então verificados para garantir a adequação ao refabrico.
  • Em seguida, são desmontados até à estrutura e todos os componentes são cuidadosamente limpos, verificados quanto à qualidade e, se necessário, reparados ou substituídos.
  • o equipamento é então montado novamente numa linha de produção padrão de fábrica, utilizando uma combinação de peças existentes e novas. Os discos rígidos são apagados e formatados e o equipamento é atualizado com o firmware mais recente. Os contadores são colocados a zero, fazendo, essencialmente, com que o equipamento volte a ser novo.
  • Todos os equipamentos refabricados recebem também uma garantia totalmente nova com o mesmo padrão que as garantias oferecem para os equipamentos novos, demonstrando a confiança que temos nos nossos equipamentos.
  • Finalmente, cada equipamento da gama ES é submetido a uma série de testes e a uma rigorosa inspeção de controlo de qualidade antes de sair da fábrica, de modo a garantir que está em perfeitas condições antes de ser vendido.


Tal é o rigor do nosso processo de refabrico, que toda a gama ES obteve a certificação do British Standards Institute (BSI) ao abrigo do código BS8887-220 – O processo de refabrico – Especificações, sublinhando o nosso compromisso para com a qualidade.

A economia circular: a nossa empresa pode contribuir?

Os produtos refabricados não devem ser entendidos como "usados", "renovados", "reparados" ou "reutilizados". Em vez disso, falamos sobre o processo de recuperação, desmontagem, reparação e limpeza de componentes para revenda com os mesmos níveis de qualidade, desempenho e especificações de um produto novo.

O processo a que os equipamentos da gama ES são sujeitos é crítico, uma vez que mais de 100 milhões de impressoras e fotocopiadoras são vendidas todos os anos em todo o mundo4. Para os clientes que queiram contribuir para uma economia circular ou reforçar as suas credenciais ecológicas, um equipamento refabricado pode retirar alguma da pressão sobre os recursos, continuando a oferecer uma excelente qualidade de produção.

Ao escolher equipamentos refabricados, uma empresa contribui para a economia circular, prolongando a vida útil dos elementos reutilizados e criando valor. Como resultado, as empresas que utilizam um ou vários produtos refabricados também contribuem para uma sociedade mais sustentável.

Embora o refabrico seja mais dispendioso do que a renovação, o resultado final é um padrão de produto mais elevado – o que se deve, em parte, à exaustividade do processo. Naturalmente, o que é certo para uma empresa nem sempre é adequado para outra e qualquer organização que considere uma TI ecológica ou equipamentos mais ecológicos tem de garantir que não compromete a qualidade nem a função. É por isso que recomendamos que investigue o que o refabrico pode oferecer à sua empresa em termos de equilíbrio das suas credenciais de responsabilidade social com uma excelente função empresarial.

  1. https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S095965261733233X?via%3Dihub
  2. https://ecoleaf-label.jp/pdf_view.php?uuid=ab422241-a95d-4f23-96ba-fd1c56e842f9.pdf&filename=JR-AI-22232C_ENG.pdf
  3. https://ecoleaf-label.jp/pdf_view.php?uuid=7b71fe5d-7756-4eb3-a14a-9681b739169f.pdf&filename=JR-AI-23017C_ENG.pdf
  4. https://www.statista.com/outlook/cmo/consumer-electronics/computing/printers-copiers/worldwide#revenue

Produtos e soluções relacionados

Explorar mais

  • ARTIGO

    Economia circular, sustentabilidade e oportunidades de negócio

    Criar valor e, ao mesmo tempo, proteger o ambiente.

    25 Jan 2021

  • 3 grunde til, at jeres virksomhed bør gå op i bæredygtighed

    ARTIGO

    Três motivos pelos quais a sua empresa deve preocupar-se com a sustentabilidade

    Ser sustentável é mais do que um gesto ambiental – faz sentido do ponto de vista económico, a longo prazo.

    25 Jan 2021

  • ARTIGO

    Futuro sustentável

    Saiba mais sobre a estratégia de sustentabilidade da Canon, os objetivos de melhoria e a gestão de certificação e conformidade relacionadas com a sustentabilidade.

  • OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES E ENTRE EM CONTACTO COM OS NOSSOS ESPECIALISTAS