A bride and groom sat in a church, the bride is wiping her eyes.

FOTOGRAFIA DE CASAMENTO

Etiqueta de fotografia de casamento: o que os convidados devem e não devem fazer

Cair no corredor, obstruir a entrada da noiva, clicar no obturador num momento emotivo e estragar o ambiente... os convidados de casamentos com câmaras nem sempre acertam, mas não tem de ser assim.

Os convidados podem captar fotografias tão poderosas como os profissionais ao seguirem algumas regras simples. O fotógrafo de casamento profissional Markus Morawetz começou a tirar fotografias nos casamentos dos amigos. "Ia deixar a minha câmara no carro, mas o casal perguntou-me se podia tirar algumas fotografias", refere. "Foi importante não atrapalhar o trabalho do profissional, mas enquanto convidados temos a vantagem de estar menos stressados o que nos permite experimentar técnicas e estilos."

Para ajudar a garantir que tudo corre bem no grande dia, aqui estão as principais sugestões do Markus sobre o que fazer e não fazer, acompanhadas por fotografias tiradas por convidados de casamento.

Não atrapalhe o profissional. Utilize ângulos interessantes.

"Tente captar o máximo de detalhes possível, sem atrapalhar o profissional", diz Markus. Ele sugere encontrar um ponto ou ângulo diferente. Tirada pelo convidado de casamento Matthew Bowen. © Matthew Bowen

Stellan Jara, celebrante de casamentos humanistas (alguém que realiza cerimónias de casamento não religiosas) localizado em Inglaterra, refere que na maioria das cerimónias que realiza, é geralmente deixado claro no início que tirar fotografias não é permitido durante a cerimónia. "O casal quer que os amigos e a família desfrutem do momento, deixando as fotografias para o profissional", explica.

De acordo com Markus, isso não é suficiente para impedir que algumas pessoas estraguem a ocasião. "Ficaria espantado com a quantidade de convidados que se levanta durante a cerimónia para tirar fotografias do corredor. Já tive várias fotografias obstruídas no momento em que a noiva entra, durante a troca de alianças e quando o casal se beija", recorda.

Markus recomenda fotografar a partir de ângulos invulgares. O grande ecrã tátil de ângulo variável de 7,5 cm com AF de tocar e arrastar da Canon EOS M50 facilita a captação de imagens a partir de praticamente qualquer ponto, sobre ou à volta da multidão. "Utilize a área circundante para enquadrar a sua imagem e conseguir um bom fundo", aconselha Markus. "Se ainda não tiver uma boa visão da noiva e do noivo, concentre-se nas emoções dos convidados."

Não desvie a atenção. Capte a emoção.

Tirar fotografias durante os discursos, o copo-d'água ou sempre que o casal feliz se distrai é uma excelente forma de captar imagens espontâneas naturais com emoção real. © Markus Morawetz

"Demasiadas câmaras podem ser perturbadoras, muitas vezes porque o motivo não sabe para onde olhar", afirma Markus. Deixe as fotografias de grupo formais para o profissional e concentre-se em captar imagens descontraídas de grupos de convidados que se comportam naturalmente. "Os casais adoram fotografias de momentos e emoções genuínos: gargalhadas, lágrimas, aplausos, o que quer que o dia lhes ofereça. Faça parte da festa, absorva essas emoções e estará mais bem posicionado para as captar", acrescenta.

Stellan concorda: "As pessoas estão mais felizes perto da comida e da bebida, por isso, dirija-se a essa zona para obter algumas fotografias casuais de grupos de convidados a divertirem-se."

"A Canon EOS M50 tem uma excelente focagem automática, além de funcionalidades como a deteção de rosto", afirma Markus. Também pode ligar-se rapidamente a dispositivos inteligentes e redes sociais, para que possa ver, partilhar e publicar as suas fotografias instantaneamente.

Não siga o fotógrafo. Tire fotografias espontâneas íntimas.

"Quer se trate de lágrimas ou de gargalhadas, captar emoções reais é a chave para uma fotografia inesquecível", afirma Markus. Ele sugere trocar as fotografias de grupo formais por imagens espontâneas descontraídas e naturais dos recém-casados e dos convidados. Tirada pelo convidado de casamento Jonathan Tait. © Jonathan Tait

"Se conhecer bem o casal, pode captar momentos e expressões menos lisonjeiros, mas memoráveis, que o profissional pode evitar fotografar", diz Stellan. Os convidados têm uma vantagem distinta em relação aos profissionais quando se trata de reconhecer maneirismos e peculiaridades únicos, que dão origem a imagens espontâneas inesquecíveis e retratos íntimos. Um modo de disparo rápido, como o 10 fps da Canon EOS M50, é perfeito para estas oportunidades fugazes: pode captar uma sucessão de fotogramas e selecionar o melhor mais tarde.

"Tenha em atenção o fundo e encontre o ângulo de luz mais bonito e, depois, utilize a luz e a sombra para tornar a sua fotografia ainda mais espetacular", refere Markus. "Se ficar relativamente próximo do casal, haverá muitos momentos fantásticos para captar."

No entanto...

Não incomode o casal feliz. Utilize uma objetiva de zoom ou teleobjetiva.

Artigos relacionados
A phone with the Creative Park app visible on the screen.

FOTOGRAFIA DE CASAMENTO

Personalize o seu dia com uma impressora Canon

Ideias criativas para casamentos que lhe vão permitir expressar a sua individualidade.

A mother and daughter look at the back of a Canon EOS 250D.

FOTOGRAFIA DE FAMÍLIA

Como obter fotografias de família perfeitas

Explore como captar fotografias de família que durarão uma vida inteira com a Canon EOS 250D

"Tente sempre criar um ambiente descontraído quando estiver a tirar fotografias num casamento", diz Markus. "O casal deve sentir-se confortável à sua frente, o que lhe permitirá captar algumas imagens espontâneas maravilhosamente naturais." Tirada pelo convidado de casamento Jonathan Tait. © Jonathan Tait

"Toda a gente o conhece – o tio que demora anos a tirar fotografias", ri Markus. "Pode ser bastante inofensivo, mas rapidamente se transforma num obstáculo. Uma teleobjetiva dá-lhe a oportunidade de se aproximar da ação à distância, sem incomodar os noivos. Também lhe permite concentrar-se em detalhes específicos e criar um efeito "bokeh" [a desfocagem nas áreas desfocadas] suave que isola os seus motivos de forma maravilhosa."

Para dar contexto ou adicionar uma sensação dramática, experimente trocar para uma objetiva grande-angular para captar o casal na definição de paisagem. A Canon EOS M50 é compatível com a gama de objetivas EF-M compactas, bem como com as objetivas EF e EF-S da Canon através de um adaptador de montagem EF-EOS M da Canon. O seu sensor CMOS de tamanho APS-C 24,1 de grandes dimensões significa que pode cortar imagens mais tarde e eliminar elementos indesejados, mantendo uma elevada qualidade de imagem. "Se estiver a começar, recomendo uma objetiva de 50 mm", afirma Markus. "É acessível, mas proporciona excelentes resultados com um fantástico efeito "bokeh" e, numa câmara como a Canon EOS M50, também terá um ligeiro efeito de teleobjetiva."

Não copie o cenário do profissional. Mas seja criativo depois de o profissional sair.

"Tente captar o ambiente da noite depois de o fotógrafo profissional sair", diz Markus. Ele aconselha os fotógrafos convidados a tirar partido da sua relação mais próxima com o casal e os convidados para conseguir fotografias de grupo mais reveladoras e informais. Tirada pela convidada de casamento Faye Leppard. © Faye Leppard

"Para mim, as fotografias de festas no final do dia são o aspeto mais difícil da fotografia de casamento: escuridão, movimento rápido e iluminação de DJ horrível", diz Markus. Embora um flash externo seja uma solução, nem sempre é a melhor opção para ambientes intimistas e românticos, como casamentos. "O meu conselho é utilizar a maior quantidade possível de luz disponível", afirma.

Os utilizadores necessitarão de uma câmara capaz de desligar um ISO elevado sem deixar de manter uma boa qualidade de imagem. A Canon 90D oferece ISO 100-25600 e pode ser expandida para ISO 51200, caso surja a ocasião. Ao trabalhar com um ISO mais elevado e fotografar com uma objetiva com uma grande abertura, como a Canon EF 50mm f/1.8 STM, os fotógrafos podem fotografar sem tripé, com velocidades do obturador mais lentas, para criar uma variedade de efeitos cativantes e deslumbrantes.

Escrito por Natalie Denton

Produtos relacionados

Artigos relacionados



A secção Inspirar-se é a sua principal fonte de dicas de fotografia úteis, guias de compras e entrevistas profundas: tudo aquilo de que necessita para encontrar a melhor câmara ou impressora e dar vida à sua próxima ideia criativa.

Voltar a todas as sugestões e técnicas