ARTIGO

A CSRD está a chegar: quatro formas de tornar a sua organização mais sustentável

As práticas de negócios sustentáveis já não são opcionais.

A CSRD está a chegar: quatro formas de tornar a sua organização mais sustentável

a man looking at his phone

Prepare-se para a CSRD

As práticas de negócios sustentáveis já não são opcionais. As pessoas estão a exigir uma ação direta e imediata para travar as alterações climáticas, enquanto os investidores procuram cada vez mais mercados credíveis para investimentos sustentáveis.

Além disso, em outubro de 2022, a Comissão Europeia (CE) tenciona adotar o primeiro conjunto de normas da Diretiva relativa aos relatórios de sustentabilidade corporativa (CSRD).1 Isto exigirá que mais organizações do que nunca apresentem relatórios anuais de acordo com as normas de relatórios de sustentabilidade da UE, detalhando o seu impacto na sua própria organização, nas pessoas e no ambiente.

A CE afirma que os relatórios existentes não são suficientemente bons, uma vez que os relatórios abrangem o que os investidores e as partes interessadas pensam ser importante e é difícil fazer comparações entre duas ou mais empresas, e que a nova CSRD pretende mudar essa realidade.

Trabalho híbrido: uma oportunidade

Adicionalmente, as organizações que colocaram os seus esforços de sustentabilidade em pausa durante a fase da pandemia têm agora a oportunidade de os reiniciar de uma forma um pouco diferente.2 O trabalho híbrido e flexível, adotado pela maioria das empresas europeias,34 oferece uma rara oportunidade para mudanças. Com a grande vaga de renúncias laborais em curso,5 aproveitar esta oportunidade pode revelar-se crucial de várias formas, uma vez que os colaboradores procuram cada vez mais fazer parte de organizações mais vanguardistas e com uma posição mais forte, assim como mais transparente, no que toca à sustentabilidade.6

Proprietários e os diretores de escritórios de toda UE e mais além, irão analisar o que constitui práticas empresariais sustentáveis e formas proativas de melhorar diariamente. Eis algumas formas de atuar na sua organização.

1. Aderir ao movimento das energias renováveis

Pode eliminar uma fatia significativa da sua pegada de carbono mudando para um contrato ou tarifa de energias renováveis. Na Grã-Bretanha e na UE, os fornecedores de eletricidade são obrigados a publicar anualmente a sua mistura de combustível para que os clientes possam perceber se utilizam energia renovável a 100%, ou uma combinação de combustíveis renováveis e fósseis: dados úteis para calcular o seu impacto de carbono.78

As energias renováveis estão a crescer rapidamente e encontram-se a caminho de destronar os combustíveis fósseis como a maior fonte de energia do mundo nos próximos cinco anos,9 pelo que é agora mais fácil do que nunca juntar-se ao movimento.

Algumas organizações podem querer considerar juntar-se ao um terço das empresas do Reino Unido que já geram as suas próprias energias renováveis no local.10 Dependendo do tamanho do local, da localização e do investimento disponível, existe uma gama de opções tecnológicas, incluindo bombas de calor de fontes solares, eólicas, geotérmicas e terrestres, opção hidroelétrica, digestão anaeróbica e combinação de calor e energia. Isto deve ser planeado em conjunto com medidas de isolamento e eficiência energética para um impacto máximo.

Se as empresas baseadas na UE se comprometessem a adquirir eletricidade renovável para satisfazer apenas 30% das suas exigências de eletricidade totais até 2030, o setor das energias renováveis da UE geraria mais de 750 mil milhões de euros em valor acrescentado bruto.11

O trabalho híbrido é também um fator importante na realização e no cálculo do progresso da sustentabilidade. Computadores portáteis, impressoras, luzes, aquecimento: todos geram uma pegada, quer sejam utilizados no escritório da empresa, nas casas dos colaboradores ou noutros locais. Tente não passar simplesmente a responsabilidade para os seus colaboradores e perder o registo de dados valiosos.

2. Aplicar a hierarquia de resíduos

Considere os cinco R da hierarquia de resíduos: recusar, reduzir, reutilizar, reciclar e recuperar. Onde poderia poupar com opções de sustentabilidade ao longo de todo o ciclo de vida de todos os produtos, quer sejam vendidos ou comprados?

Em termos de tecnologia de escritório, como os equipamentos multifuncionais, isto pode abranger tudo, desde a escolha de equipamentos mais eficientes em termos energéticos, ao cálculo do impacto de carbono da transformação digital, ao alargamento do ciclo de investimento do parque para substituir as impressoras com menos frequência.

De facto, manter os equipamentos de escritório em boas condições de funcionamento durante mais tempo pode reduzir significativamente as emissões de gases com efeito de estufa resultantes do seu fabrico, logística e eliminação no final de vida. Por exemplo, utilizar as impressoras multifunções (MFP) EQ80 refabricadas da Canon pode reduzir ainda mais estas emissões de extração de matérias-primas e CO2 até 80%, em comparação com um novo produto.

A compra de equipamento refabricado oferece às organizações uma rota direta para a economia circular, um sistema que mantém os recursos em utilização durante o máximo de tempo possível. Estes equipamentos também são mais acessíveis e, no caso da gama EQ80 da Canon, possuem excelentes níveis de qualidade e fiabilidade, com as mesmas garantias que todos os produtos recém-fabricados.

a woman working on a laptop

3. Refine a sua cadeia de fornecimento

A CE aponta que o crescimento da economia de sustentabilidade irá afetar grandes e pequenas organizações, independentemente dos requisitos em matéria de relatórios; a partilha dos relatórios de sustentabilidade será simplesmente expectável de todos os envolvidos na cadeia de fornecimento.

Num local de trabalho corporativo, os serviços contratados como empresas de limpeza de escritórios, empresas de restauração, decoradores, fornecedores de café e muitos mais são frequentemente ignorados quando se considera o impacto ambiental geral. A reciclagem de cartridges de toner e tinteiros é uma prática estabelecida e tem sido uma parte crucial da política "zero desperdício" da Canon há mais de 30 anos. Para cumprir os objetivos de sustentabilidade, a mesma lógica pode ser aplicada noutras áreas.

Por exemplo, a Europa é o maior consumidor global de café e o valor do consumo de café nos escritórios europeus é de cerca de 3,1 mil milhões de euros.12 Quando os grãos de café usados são descartados "da maneira habitual", acabam por se decompor em aterros, onde emitem metano, um gás com efeito de estufa.13 No entanto, quando reciclados, os grãos podem transformar-se em "blocos de café" e ser utilizados como biocombustível sustentável.

Com isso em mente, vale a pena explorar a cadeia de fornecimento e o ciclo de vida de outros consumíveis de escritório, como produtos de limpeza, papel e catering para reuniões com clientes. Pode parecer uma consideração de pouca importância, mas quando todos os dados, assim como todas as ações, contam, vale a pena procurar melhorias.

4. Encontre maneiras mais ecológicas de viajar

O número de veículos com baixas emissões estão em ascensão na Europa: as vendas de veículos elétricos ultrapassaram as dos veículos a diesel pela primeira vez em dezembro de 2021.14 Empresas de toda a região estão a ponderar a substituição de frotas mais antigas por veículos elétricos para reduzir o seu impacto ambiental e ajudar a melhorar a qualidade do ar, bem como a reduzir os custos de combustível, manutenção e impostos.15

No entanto, adotar os transportes públicos e viagens ativas, como andar de bicicleta e a pé, pode gerar mais poupanças. No Reino Unido, o automóvel é a forma de transporte mais comum para viagens de um a oito quilómetros;16 algumas destas viagens de automóvel podem ser substituídas por outros meios de transporte na sua organização?

Ou, até, não realizadas? A tecnologia está a permitir o trabalho remoto e em movimento, o que significa que as pessoas podem ser produtivas onde quer que estejam. As viagens de automóvel representam uma proporção substancial das "viagens urbanas" (menos de 100 km) de toda a UE, muitas das quais são viagens casa-trabalho ou a negócios.17 A normalização do trabalho híbrido e flexível ou totalmente remoto pode tornar muitas destas viagens desnecessárias.

Pequenos passos com um grande impacto

A sustentabilidade é uma consideração empresarial fundamental, exatamente como deve ser, tendo em conta o nosso planeta em mudança. Dedicar tempo a considerar grandes e pequenas ações pode melhorar significativamente o seu relatório CSRD e sua contribuição para um mundo mais verde.

Saiba mais sobre como os equipamentos EQ80 da Canon reutilizam peças para criar um equipamento tão bom e fiável como um novo no nosso álbum EQ80 – Uma vida em fotografias.

Descubra como a Canon aplica práticas sustentáveis ao longo do ciclo de vida dos seus produtos no nosso infográfico.

CITAÇÃO DO AUTOR

"As pessoas estão a exigir uma ação direta e imediata para travar as alterações climáticas."

Andy Tomkins, Diretor do departamento de compromisso com a sustentabilidade nos territórios EMEA, Canon Europe


Canon Camera

ÁLBUM

ImageRUNNER ADVANCE EQ80: a cuidar do amanhã, hoje

Saiba mais sobre como as suas escolhas tecnológicas podem ajudar a atingir os seus objetivos de sustentabilidade.

Produtos e soluções relacionados

Descubra as impressoras multifunções refabricadas de alta qualidade na nossa gama EQ80.

Explorar mais

Leia mais sobre como reduzir a sua pegada de carbono e cumprir os seus objetivos de desenvolvimento sustentável.

  • About us

    ARTIGO

    TI sustentável: refabricado vs. renovado

    Qual é a diferença nas impressoras multifunções renovadas?

  • trees

    ARTIGO

    A importância da sustentabilidade e da economia circular

    Descubra como percorrer o círculo completo ajuda a combater as alterações climáticas.

  • trees

    ARTIGO

    Economia circular, sustentabilidade e oportunidades de negócio

    Mude a sua mentalidade de aquisição para poupar dinheiro e o ambiente.

  • Luzes coloridas iluminadas ao longo do topo de um percurso pedestre costeiro.

    ARTIGO

    Três motivos pelos quais a sua empresa deve preocupar-se com a sustentabilidade

    O que é a economia circular e por que deve fazer parte dela?

  • a man sitting on a bench working on laptop

    ARTIGO

    A sustentabilidade esconde-se nos detalhes

    Aproveite a oportunidade para avaliar e ajustar a sua abordagem à sustentabilidade.

  • PRECISA DE AJUDA?

    Quer mais informações sobre como tornar a sua organização mais sustentável?

    1. https://ec.europa.eu/info/business-economy-euro/company-reporting-and-auditing/company-reporting/corporate-sustainability-reporting_en
    2. https://www.forbes.com/sites/deloitte/2021/05/13/the-pandemic-slowed-sustainability-efforts-heres-how-organizations-can-get-them-back-on-track/?sh=4c84ea227b10
    3. https://resources.owllabs.com/blog/european-companies-and-hybrid-work
    4. https://www.prnewswire.com/news-releases/forrester-only-30-of-companies-will-embrace-a-full-return-to-office-model-post-pandemic-301299937.html
    5. https://www.weforum.org/agenda/2021/11/what-is-the-great-resignation-and-what-can-we-learn-from-it/
    6. https://www.greenbiz.com/article/how-esg-programs-can-combat-great-resignation
    7. https://www.ofgem.gov.uk/environmental-and-social-schemes/renewables-energy-guarantees-origin-rego/energy-suppliers/fuel-mix-disclosure-fmd
    8. https://www.aib-net.org/certification/uses-certificates/fuel-mix-disclosure
    9. https://www.ecowatch.com/iea-renewable-energy-sources-2648860436.html
    10. https://www.alphr.com/energy/1010075/third-of-uk-businesses-generating-renewable-energy/
    11. https://op.europa.eu/en/publication-detail/-/publication/5ab1ada3-c48c-11e9-9d01-01aa75ed71a1/language-en
    12. https://coffeebi.com/2019/03/27/office-coffee-consumption-the-strong-growth-of-the-european-markets/
    13. https://www.bio-bean.com/news-post/the-significant-value-of-spent-coffee-grounds/
    14. https://www.nytimes.com/2022/01/17/business/electric-vehicles-europe.html
    15. https://energysavingtrust.org.uk/the-road-to-zero-is-your-business-ready-for-electric-vehicles/
    16. https://www.gov.uk/government/statistics/national-travel-survey-2020/national-travel-survey-2020
    17. https://ec.europa.eu/eurostat/statistics-explained/index.php?title=Passenger_mobility_statistics#Distance_covered