FOTOGRAFIA DE AÇÃO

Melhore a sua fotografia de ação com os flashes Speedlite

Um simples flash de luz de um Canon Speedlite pode abrir todo um mundo de técnicas inovadoras de fotografia de ação. Descubra como tirar o máximo partido deste prático equipamento.
Canon Camera
As fotografias com flash podem parecer assustadoras mas um flash é, essencialmente, um equipamento bastante simples. O seu objetivo é elevar partes da sua imagem com um toque de luz precisamente no momento certo. Por vezes, a sua utilização pode ser necessária devido a condições de pouca luz, mas noutras alturas pode utilizar o flash em combinação com a luz ambiente para obter um aspeto distinto. Um único flash Speedlite abre todo o tipo de opções criativas, especialmente na fotografia de ação e desporto. Pode optar por congelar a ação, criar um efeito de desfocagem causada pelo movimento ou captar ambas as opções numa única imagem.

Quer seja inexperiente na utilização do flash ou esteja à procura de novas formas de expandir as suas criativas técnicas de luz, seguem-se algumas sugestões sobre como utilizar um Speedlite para captar fotografias deslumbrantes de desportos de ação.

1. Congelar a ação com a sincronização a alta velocidade

Um homem em pé no topo de uma rampa de skate a fotografar um skater.

Para fotografar no modo de sincronização a alta velocidade (HSS), prima o botão de sincronização no Speedlite até este apresentar o símbolo H e, em seguida, aumente a velocidade do obturador para congelar motivos em movimento rápido.

Um homem vestido com roupas escuras e um chapéu a executar uma manobra de skate, inclinado para trás num ângulo plano no topo de uma rampa.

O modo HSS permite-lhe definir a exposição para criar um fundo dramático e obter uma boa exposição do motivo em primeiro plano. Tirada com uma Canon EOS RP com uma objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM a 24 mm, 1/1600 seg., f/5 e ISO 1000 e um Canon Speedlite 600EX II-RT.

Muitas câmaras estão limitadas a uma velocidade máxima do obturador de 1/200 seg. ao utilizar um flash, o que pode ser demasiado lenta para congelar motivos em movimento rápido. No entanto, se a sua câmara e flash forem compatíveis, como a Canon EOS RP e o Canon Speedlite 600EX II-RT utilizados aqui, pode fotografar no modo de sincronização a alta velocidade (HSS). Este modo possibilita velocidades de obturador muito mais rápidas.

Para fotografar pessoas a caminhar, uma velocidade do obturador de 1/250 seg. é suficientemente rápida, enquanto a opção 1/1000 seg. é melhor se o seu motivo se mover um pouco mais depressa, como um corredor ou um skater, para captar a ação sem desfocagem. O compromisso com o modo HSS é que o flash tem de disparar uma série de impulsos impercetivelmente rápidos para coincidir com as duas cortinas do obturador da câmara, o que significa que a potência máxima do flash diminui à medida que aumenta a velocidade do obturador. No entanto, quando pretende iluminar o seu motivo enquanto capta fotografias de ação, o modo HSS pode ser bastante útil.

2. Acrescente profundidade com um flash externo

Um skater a executar uma manobra, iluminado por um flash Speedlite num tripé, em frente a uma parede grafitada.

Utilize um flash para iluminar o seu motivo a partir de qualquer ângulo, como a iluminação lateral ou traseira, o que pode adicionar profundidade às suas imagens e parecer mais interessante do que a luz frontal monótona que obtém com um flash na câmara.

Um skater a executar uma manobra em frente a uma parede grafitada.

O transmissor Canon Speedlite ST-E3-RT (Ver.2) tem uma disposição de botões quase idêntica ao 600EX II-RT e pode ser utilizado para disparar o flash fora da câmara no modo HSS. Tirada com uma Canon EOS RP com uma objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM a 46 mm, 1/200 seg., f/8 e ISO 320 e um Canon Speedlite 600EX II-RT.

Para disparar o flash fora da câmara, pode utilizar um acionador de flash sem fios, como o transmissor Canon Speedlite ST-E3-RT e o transmissor Canon Speedlite ST-E3-RT (Ver.2). Depois de fixar o Speedlite num suporte ou tripé, defina o flash para o modo E-TTL, no qual o flash define automaticamente uma potência para corresponder à nossa exposição, ou defina-o para a potência manual e, em seguida, tire fotografias de teste para descobrir qual a potência de flash mais adequada para o nosso motivo.

3. Subexponha a luz ambiente para destacar o seu motivo

Um homem a fotografar uma mulher a executar uma manobra de skate, a prancha virada ao contrário na fotografia enquanto ela salta.

A subexposição da luz ambiente cria uma atmosfera escura e melancólica, o que significa que o seu motivo surge com um aspeto arrojado quando é iluminado por um Speedlite.

Uma mulher a andar de skate, captada suspensa em pleno ar, a sua prancha a rodopiar por baixo dela.

Com o flash externo à esquerda do motivo e a luz do sol vinda de trás a incidir à direita, podemos criar uma dramática iluminação cruzada. Tirada com uma Canon EOS RP com uma objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM a 48 mm, 1/180 seg., f/13 e ISO 100 e um Canon Speedlite 600EX II-RT.

Ao combinar o flash com a luz do dia, pode fazer experiências com o rácio entre duas fontes de luz. Por exemplo, pode subexpor intencionalmente a área circundante iluminada pela luz do dia e utilizar o flash para expor e isolar o nosso motivo. Para tal, deixe o flash desligado no início e descubra uma exposição manual que subexponha a luz ambiente para que fique escura e melancólica. Em seguida, ligue o flash e defina-o para a potência manual.

Tire algumas fotografias de teste para descobrir qual a potência ideal para a sua cena. Para superar a brilhante luz do dia desta forma, precisamos de uma potência elevada. Por isso, comece com o flash a 1/1 da potência máxima e depois diminua-o se estiver demasiado forte. Além de alterar a potência, também podemos ajustar a intensidade da luz, aproximando-a ou afastando-a do nosso motivo. Utilizado desta forma, o nosso Speedlite permite-nos criar uma área atmosférica de luz à volta do motivo.

4. Defina o flash para a sincronização da cortina traseira para acrescentar rastos

Um Speedlite a ser definido para uma exposição de um segundo.

O flash de cortina traseira é um modo que significa que o flash dispara no final da exposição ou na cortina traseira. Aqui, o flash está a ser definido para disparar no final de uma exposição de um segundo.

Ao disparar um flash durante uma exposição longa, pode criar uma combinação dinâmica de desfocagem e nitidez. O movimento no enquadramento cria a desfocagem, enquanto a sequência curta do flash congela o motivo num momento instantâneo da sua exposição. Pode decidir se o flash dispara no início ou no final da exposição. Normalmente, é melhor definir o flash para o modo de cortina traseira para que dispare no final. Desta forma, a desfocagem cria um rasto por trás do motivo. Para utilizar o modo de cortina traseira, prima o botão de sincronização no Canon Speedlite até este apresentar o ícone de três setas.

5. Utilize um flash nas suas fotografias com efeito de "panning" para que o motivo fique nítido

Uma imagem de uma mulher a andar de skate, onde a parede de tijolo grafitada em segundo plano foi desfocada enquanto a skater permanece nítida.

Para criar desfocagem de "panning", acompanhe o movimento do motivo de um lado do enquadramento para o outro, fazendo corresponder a câmara à sua velocidade. Tirada com uma Canon EOS RP com uma objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM a 26 mm, 1/30 seg., f/16 e ISO 100 e um Canon Speedlite 600EX II-RT.

Fazer "panning" a câmara para acompanhar o motivo pode resultar numa combinação maravilhosa de desfocagem e nitidez. Escolha o momento certo e o motivo ficará nítido, enquanto tudo o resto fica desfocado. O efeito de "panning" pode ser alcançado sem flash, mas a sua utilização torna o motivo mais nítido e definido. Defina o flash para o modo de sincronização da cortina traseira e, em seguida, utilize o modo de prioridade ao obturador e defina a velocidade do obturador para cerca de 1/30 seg. (ou mais rápida para captar motivos em movimento rápido, como é o caso dos carros). Quando estiver a postos, faça um movimento de "panning" para acompanhar a ação. Pode precisar de algumas tentativas para que o motivo fique nítido, mas a sensação de velocidade e movimento que pode criar compensa o esforço.

6. Prima o flash para criar uma imagem combinada

Um flash Speedlite a ser definido para o modo MULTI.

No modo MULTI, podemos definir o número de impulsos e a frequência por segundo (Hz). Divida o número de impulsos pela frequência para obter uma velocidade ideal do obturador.

Uma fotografia de exposição longa, utilizando uma sucessão de impulsos de flash, de um skater a executar uma manobra.

A utilização do modo MULTI abre um mundo de ideias criativas para a sua fotografia de ação, criando imagens abstratas e combinadas como esta.

O modo MULTI é uma definição Speedlite criativa que dispara uma sucessão rápida de impulsos. Quando utilizado em combinação com uma exposição longa, pode captar o motivo em várias posições em torno do enquadramento. O desafio aqui é que, tal como uma exposição dupla, as áreas mais claras sobrepõem-se e combinam-se umas com as outras. Por isso, é melhor fotografar o motivo num fundo escuro ou à noite e captá-lo a mover-se de um lado para o outro.

Depois de dominar estas técnicas, porque não encontrar mais inspiração no fotógrafo profissional de desportos radicais e Embaixador da Canon, Lorenz Holder, enquanto ele partilha connosco as suas melhores sugestões1 acerca da utilização do flash na fotografia de ação ou siga o fotógrafo profissional de ação, Dave Mackison a fotografar com o Speedlite EL-12.

Escrito por James Paterson
  1. Disponível apenas em inglês.
  2. Disponível apenas em idiomas selecionados.

Produtos relacionados

Artigos relacionados

  • Rastos de luz suspensos em movimento perto de um autocarro numa rua movimentada em Madrid, Espanha.

    FOTOGRAFIA COM MOVIMENTO

    Captar movimento na fotografia

    Descubra como captar movimento e acrescentar uma sensação de movimento às suas imagens.

  • Uma pessoa a conduzir uma mota de terra batida numa pista, inclinando-a de forma próxima ao chão, fotografada com o efeito de "panning". © Richard Walch

    NOÇÕES BÁSICAS DE FOTOGRAFIA

    "Panning" para principiantes

    Descubra como utilizar o efeito de "panning" para conseguir melhores fotografias de ação com estas fantásticas sugestões.

  • As nossas 5 melhores sugestões para captar a ação

    FOTOGRAFIA AO AR LIVRE

    As 5 melhores sugestões para captar atividades ao ar livre

    Descubra como captar fotografias de ação mais criativas em aventuras do dia a dia com as sugestões do fotógrafo profissional Tom Bing.

  • VELOCIDADE DO OBTURADOR

    Controle a velocidade do obturador

    Estas 5 sugestões básicas vão ajudá-lo a dominar a velocidade do obturador para captar motivos em movimento e melhorar as suas fotografias de ação.