A wooden chopping board with balls of colourful clay spread along it.

TÉCNICAS DE VÍDEO

Como criar a sua primeira animação em stop-motion

Criar um vídeo de animação em stop-motion é um projeto de câmara divertido que pode ser desfrutado por toda a família. Ao tirar uma série de fotografias de um objeto e ao movê-lo em pequenos incrementos entre cada fotografia, pode criar uma sequência de imagens que pode ser reproduzida como um filme, criando a ilusão de que o objeto está em movimento.

Configurar a sua câmara EOS para obter os melhores resultados é a parte fácil – dar vida a um objeto inanimado e acrescentar alguma personalidade é onde reside a verdadeira habilidade.

Aqui, o animador profissional Ed Jackson revela as suas dicas para que dê os seus primeiros passos na animação em stop-motion. Desde que concluiu um curso de animação em stop-motion, o Ed tem trabalhado para inúmeros clientes no setor – incluindo a Aardman Animations, onde esteve envolvido na série de TV "A Ovelha Choné" e nos filmes "A Idade da Pedra" de Nick Park e "A Ovelha Choné - O Filme: A Quinta Contra-Ataca".

Ed demonstra como é fácil começar com a animação em stop-motion utilizando uma configuração simples: uma Canon EOS 250D, um par de luzes e uma bola de argila para modelar.

Escolha um motivo

Existe uma vasta gama de objetos dentro e à volta da sua casa que podem tornar-se excelentes motivos para o seu projeto. Por exemplo, pode mostrar blocos de construção a montarem-se por si mesmos numa estrutura, um saco de doces a desembalar-se sem intervenção de alguém ou carros de brinquedo em competição à volta de uma bancada de cozinha. Porém, Ed sugere começar de forma simples, como ele fez com o seu vídeo da bola saltitante.

"A plasticina ou a argila para modelar são o meu motivo preferido porque são manipuladas muito facilmente. Com o pequeno filme que criei, simplesmente filmei a bola de cima e movi-a ao longo de uma mesa, mudando a respetiva forma para criar a ilusão de que a mesma está a saltitar."

"O meu conselho é não se ficar demasiado entusiasmado inicialmente com a montagem de algo que seja demasiado complexo. Mantenha o fundo simples e concentre-se apenas na animação. Se tiver uma história, mantenha-a curta e simples – e tente primeiro um pequeno projeto para que possa testar tudo antes de se envolver em algo que seja muito longo."

Configure a sua câmara

The back of an EOS camera showing the settings used for filming stop-motion.
Montar a sua câmara num tripé é a melhor forma de garantir que a mesma não se move entre fotografias e que o seu enquadramento se mantém consistente.

O rácio de aspeto padrão para filmes é de 16:9, mas a sua câmara está configurada para tirar fotografias com um rácio de aspeto de 3:2 por predefinição. Para garantir que o seu filme em stop-motion seja exibido em "ecrã panorâmico", altere o rácio de aspeto no menu principal antes de começar a fotografar. É possível que a sua câmara EOS tenha de ser definida para o modo Live View para que esta opção seja apresentada.

O Ed recomenda que a focagem, a exposição e o equilíbrio de brancos sejam definidos manualmente. Fazer isto significa que as definições permanecerão bloqueadas e cada fotograma do seu filme final terá um aspeto consistente. A utilização de luz artificial também lhe dará mais consistência.

"Pode filmar ao ar livre ou perto de uma janela, mas obviamente a luz natural está sempre a mudar. Trabalhar numa sala escura com um par de candeeiros de mesa dá-lhe mais controlo, mas, mesmo assim, pode acabar com alguma cintilação no filme final, como pode ver no meu exemplo. Tal contribui para o efeito global."

Utilize um tripé

An EOS camera on a tripod pointing down at a small ball of green clay on a tabletop.
Para garantir que a câmara não se move, tire cada fotografia utilizando um disparador do obturador remoto ou o seu smartphone e a aplicação Camera Connect da Canon.

O apoio da câmara num tripé garantirá que o enquadramento geral não mude de fotografia para fotografia e que cada imagem que capta seja nítida. Uma câmara EOS com um ecrã de ângulo variável facilita o enquadramento da fotografia, mesmo quando está a fotografar a partir de um ângulo difícil. "Certifique-se de que tudo está firmemente bloqueado, pois não vai querer que a câmara se mova em momento algum", sublinha Ed.

A utilização de um tripé também lhe dá mais liberdade quando se trata de definir uma exposição. Mantenha o ISO a uma sensibilidade baixa, como o ISO 200, para que a imagem não apresente granulação. Tire fotografias de teste com diferentes aberturas para ver qual o aspeto que prefere, e depois ajuste a velocidade do obturador para ter a certeza de que a imagem é suficientemente brilhante.

Os animadores profissionais utilizam software avançado, como o Dragonframe, para controlar a câmara, fotografar e rever sequências, programar efeitos de iluminação e muito mais. Mas pode manter as coisas fáceis quando está a começar, e, simplesmente, tirar cada fotografia à mão.

Em vez de pressionar o botão de disparo do obturador para tirar cada fotografia, utilize um disparo remoto. Desta forma, não irá mover inadvertidamente a câmara durante a sua sequência. Se a sua câmara for compatível com Wi-Fi, também pode utilizar a aplicação Camera Connect da Canon para fotografar cada fotograma e reproduzir as imagens sem tocar na câmara.

Selecione uma duração

Artigos relacionados
Stef Michalak crouching on a path with a Canon EOS M50 to film his son's first ride on a balance bike.

TÉCNICAS DE VÍDEO

Transforme um dia em família num fantástico filme caseiro

Capte momentos preciosos em família e aprenda a tirar o máximo partido das funcionalidades de vídeo da sua câmara EOS com Stef Michalak, vlogger de temas familiares.

A before-and-after shot of a field of long grass, dark and unedited on the left, with a lighter version on the right after editing in DPP.

FOTOGRAFIA TIME-LAPSE

Como filmar filmes com time-lapse

Explore o mundo dos filmes com time-lapse EOS no conforto da sua própria casa.

A multiple-exposure image representing a time-lapse of two children and a dog playing on a rural riverbank.

CENÓGRAFA HATTIE NEWMAN

De que forma a Canon EOS 4000D ajuda a dar vida às minhas ideias

Descubra como a modelista e cenógrafa Hattie Newman utiliza a Canon EOS 4000D para concretizar as suas ideias.

Ed Jackson rolling a ball of green clay in his hand below an EOS camera on a tripod.
Para começar, fotografe dois fotogramas de cada vez antes de mover o objeto. Isto irá reduzir para metade a quantidade de trabalho a realizar e irá produzir um aspeto agradável de desenho animado no filme concluído.

A duração do seu projeto em stop-motion dependerá do número de fotogramas fixos que tirar e da taxa de fotogramas do seu filme. Por exemplo, se a sua sequência for reproduzida a 25 fps (fotogramas por segundo), isso significa que terá de obter 25 fotografias para cada segundo do seu vídeo. Também pode fotografar a 24 fps para obter um aspeto um pouco mais cinematográfico.

Mova o objeto

Ed Jackson, by his camera on a tripod and a desk lamp, adjusting a ball of pink clay.
Experimente descobrir o quanto precisa de mover o objeto entre fotogramas – pequenas alterações dão a ilusão de um movimento mais suave, mas podem significar que precisará de uma duração mais longa para contar a sua história.

O quanto move o objeto em cada fotografia dependerá da taxa de fotogramas. "Se estiver a fotografar a 25 fps, por exemplo, os incrementos têm de ser relativamente pequenos para lhe dar um movimento animado mais subtil, caso contrário, tudo se moverá demasiado depressa", explica o Ed. "No entanto, com 12 fotogramas por segundo, todos os incrementos podem ser maiores e pode ser bastante ousado ao reposicionar o objeto. Em última análise, tal depende do que está a acontecer na fotografia e de como é o movimento que está a tentar mostrar."

Edite o seu filme

A Canon EOS camera on a tripod, pointing down at a chopping board covered with balls of brightly coloured clay.
Com uma gama de aplicações de edição simples e fáceis de encontrar para telemóveis e computadores, a edição das suas fotografias numa sequência é mais fácil do que possa pensar.

Se captou fotogramas individuais fixos para o seu filme sem utilizar quaisquer aplicações ou software adicionais, então terá de os compilar num vídeo. O Ed é um utilizador de longa data do Adobe Premiere Pro, mas pode utilizar qualquer software básico de edição de vídeo. Basta importar as fotografias individuais para a linha temporal, adicionar uma banda sonora, se assim o desejar, e, em seguida, exportar o filme como um ficheiro de vídeo MP4, MOV ou semelhante que seja partilhável.

Existem várias aplicações simples disponíveis para dispositivos móveis e computadores que podem automatizar o processo e permitir-lhe rever a animação à medida que trabalha, assim como disponibilizar um filme concluído. O Ed sugere uma que se chama Stop Motion Studio.

A animação em stop-motion é tecnicamente uma das formas de vídeo mais fáceis de criar. Não necessita de muito equipamento ou espaço – embora necessite de muita paciência! Pode utilizar qualquer câmara EOS, defini-la para funcionamento manual e começar hoje mesmo.

Quando se sentir confortável com os princípios básicos, pode começar a brincar com novas técnicas e começar a criar o seu próprio estilo. "Numa série de televisão como "A Ovelha Choné", costumamos mover os bonecos 12 vezes por cada segundo de filmagem", afirma o Ed. "Iremos tirar duas fotografias de cada posição para proporcionar o número correto de fotogramas necessários para a reprodução. Tirar duas fotografias entre cada movimento permite poupar tempo e torna a animação mais lenta quando é reproduzida, tornando-a mais parecida com desenhos animados. Porém, quando estamos a filmar um filme, tendemos a mover os bonecos em cada um dos 24 ou 25 fotogramas, uma vez que isto proporciona um aspeto mais realista."

Trata-se de tentar, afirma o Ed de forma encorajadora. "Seja criativo, aprenda com os erros e divirta-se."

Escrito por Marcus Hawkins

Produtos relacionados

Artigos relacionados



A secção Inspirar-se é a sua principal fonte de dicas de fotografia úteis, guias de compras e entrevistas profundas: tudo aquilo de que necessita para encontrar a melhor câmara ou impressora e dar vida à sua próxima ideia criativa.

Voltar a todas as sugestões e técnicas