A close-up of table tennis player Rhikesh Taucoory with the ball appearing to hover just in front of his face. Photo by Mark Kolbe.

FOTOGRAFIA DE DESPORTO

O mesmo desporto, mas numa perspetiva diferente: como ser criativo com a fotografia de desporto

Adora desporto, mas não sabe como fotografá-lo de uma forma única e divertida? Com um pouco de prática, pode aprender a tirar fotografias criativas que o ajudarão a reviver os melhores momentos do jogo.

Neste artigo, cinco fotógrafos de desporto profissionais partilham técnicas e sugestões criativas que aprenderam ao longo dos anos ao fazer a cobertura de jogos e torneios de todo o mundo. Quer esteja a fotografar com uma Canon EOS 90D ou com uma Canon EOS-1D X Mark II, os princípios da fotografia são os mesmos. Aprenda a congelar um soco perfeito durante um knock-out, a disfarçar a multidão para transmitir pura emoção e a utilizar o zoom e o enquadramento para captar algo completamente diferente neste guia para principiantes que procuram fotografias de desporto invencíveis.

1. Aumente o zoom para criar um enquadramento peculiar

O fotógrafo da Getty Images, Mark Kolbe, que captou esta imagem com uma bola de ténis de mesa aparentemente a pairar sobre a cabeça de um jogador, explica a história por trás da sua fotografia: "Tirei esta fotografia para a Getty Images na primeira vez que fotografei ténis de mesa. Sabia que as imagens aproximadas de atletas a servir são sempre populares, pelo que procurei participantes com um estilo de serviço diferente ou pouco habitual.

"Assim que reparei na parede vermelha do recinto, Rhikesh Taucoory, da Maurícia, despertou a minha atenção, não só pelo estilo do seu serviço, mas também pela forma como a forte iluminação suspensa incidia na parte superior da sua cabeça. O jogo já ia adiantado, não me deixando muito tempo para tirar a fotografia que conseguia visualizar. Utilizei uma objetiva com distância focal fixa de 400 mm, pois sabia que, se conseguisse acertar em tudo, o zoom me permitiria captar melhor a bola e a sua concentração intensa. Estava a fotografar a bola diretamente acima da cabeça, com os dois olhos postos nela, para dar uma sensação de levitação. Este foi outro motivo pelo qual fotografei a imagem de forma bastante aproximada com a objetiva de 400 mm: queria isolar a cabeça e a bola contra o fundo vermelho. A margem de erro não é muita quando fotografamos assim. Contudo, mantive a minha convicção e, no seu oitavo e último serviço, a bola, os olhos e o serviço alinharam-se perfeitamente e permitiram-me tirar a fotografia."

O Mark recomenda que simule o seu enquadramento peculiar da seguinte forma: "Ao aumentar o zoom para focar a ação, tente planear antecipadamente sempre que possível para antecipar o momento em que as melhores imagens irão surgir, e avance quando tudo estiver combinado! Muitas vezes, com objetivas de zoom, há uma grande tentação para aumentar o zoom, reduzir o zoom e, em seguida, aumentar novamente o zoom, o que pode fazer com que perca a focagem. Terá uma maior probabilidade de captar o momento se for paciente: defina uma distância focal com a qual está satisfeito e aguarde a imagem que pretende."

Se procura resultados semelhantes com uma Canon EOS 90D, pondere combiná-la com a objetiva Canon EF 70-300mm f/4-5.6 IS II USM. Utilizada com o zoom no máximo, poderá sentar-se no banco e continuar a captar detalhes incríveis. Além disso, o sensor APS-C de 32,5 megapixels da Canon EOS 90D permite-lhe aproximar-se ainda mais da ação, aumentando o alcance efetivo da teleobjetiva.

2. Congele momentos cruciais

A fotojornalista de desporto da Canon, Elizabeth Kreutz, que fotografou a imagem acima dos pugilistas em plena luta, afirma que congelar a ação no momento certo é uma capacidade útil a aprender. "Para esta fotografia de Manny Pacquiao e Timothy Bradley Jr., utilizei a objetiva Canon EF 70-200 mm f/2.8L IS III USM para ficar no centro das atenções e captar o drama e o poder de um grande soco. Adoro o momento retratado nesta imagem: a ligação do soco, o trejeito no rosto de Manny, as contrações musculares, o suor a voar dos dois pugilistas e o foco a brilhar entre eles."

Para congelar o movimento desta forma, a Elizabeth afirma que é importante "estar sempre a postos". A fotógrafa explica que preparar a câmara para fazer uma sequência de disparos contínua também ajuda: "Selecione o modo de velocidade do obturador e escolha uma velocidade superior a 1/1000 segundos. Também terá de definir a câmara no modo de disparo contínuo para o valor máximo de fps." A Canon EOS 90D permite fotografar a 10 fotogramas por segundo (fps), o que significa que terá uma boa oportunidade de captar a imagem que pretende.

No que diz respeito à focagem, a Elizabeth prefere manter o controlo total: "Utilizo a focagem automática de ponto único e mudo-a manualmente durante a luta para criar o meu ponto focal e a composição. Isto exige alguma prática, especialmente com pugilistas mais rápidos," afirma. Se preferir não depender da focagem automática de ponto único, a focagem automática com acompanhamento (AF), disponível em muitas câmaras Canon, incluindo a Canon EOS 90D, permite-lhe focar e acompanhar um motivo para onde quer que este se desloque no enquadramento, o que é uma grande ajuda para a fotografia de desporto.

3. Recorra à desfocagem com criatividade

O Tom Jenkins é fotógrafo de desporto do The Guardian e do The Observer, dois jornais nacionais do Reino Unido, e Embaixador da Canon. Uma das suas recomendações passa por fazer experiências com a desfocagem causada pelo movimento para transmitir uma sensação de velocidade e entusiasmo, como na sua fotografia acima. "Tirei esta fotografia para o The Guardian dos 1500 m para homens", afirma. "Esta corrida não era muito importante, pelo que decidi experimentar velocidades de obturação lentas e combinar exposições múltiplas. Estava a tentar ilustrar o movimento dos corredores e ser criativo com as cores das camisolas, calções e sapatilhas, assim como com os quadros de pontuações dos estádios. Consegui a fotografia que queria depois de algumas tentativas a jogar com o local e a velocidade do obturador. Além disso, acompanhei os corredores num efeito de "panning" à medida que avançavam. Na verdade, esta imagem combina duas imagens na câmara, tendo reduzindo o zoom rapidamente entre exposições.

"Sempre que tenho a oportunidade de fazer experiências como esta, retenho sempre o que aprendi: o que correu bem, o que não funcionou. Tento armazenar esse conhecimento, na esperança de que um dia haja outro desporto onde possa utilizar a mesma técnica."

O Tom aconselha: "Faça experiências com a velocidade do obturador, o zoom e o efeito de "panning" na sua própria câmara. Tenho uma Canon PowerShot G7 X Mark II e é excelente para utilizar o efeito de "panning" a velocidades de obturação lentas. Na minha opinião, as fotografias com efeito de "panning" tendem a funcionar melhor se estiver paralelo à ação. Assim, pense na sua localização e se poderá haver um ponto melhor para tirar a fotografia."

4. Fotografe a partir de locais inesperados

O fotógrafo de imprensa Marc Aspland é o principal fotógrafo de desporto num dos maiores jornais diários no Reino Unido, o The Times. Também é um Embaixador da Canon que gosta de posicionar o seu kit Canon em locais estratégicos para obter fotografias diferentes, como esta fotografia de corridas de cavalos. "Tirei esta fotografia específica com uma câmara controlada remotamente a uma distância de aproximadamente 18 metros. Instalei a câmara e montei um transmissor, por baixo da vedação, garantindo que tinha o poste do vencedor na imagem. Quando soube que o cavalo estava a passar a meta, tirei uma sequência de 12 fotogramas por segundo (fps) para dar à câmara remota a melhor oportunidade de captar o momento. Felizmente para mim, o cavalo vencedor apareceu por dentro, por isso, ficou maior no enquadramento, enquanto o número dois, no meio, ficou muito mais pequeno.

"O que também torna esta fotografia especial é o facto de o cavalo estar a meio do movimento. A luz é boa, pelo que conseguimos ver todos os detalhes da forma, os músculos do cavalo e a cara do jockey. Além disso, o jockey vencedor está a usar um equipamento laranja deslumbrante. Se fosse preto, poderia não ser tão apelativo. E, claro, temos o poste do vencedor."

Para imitar a abordagem do Marc, pode posicionar a câmara e controlá-la remotamente utilizando a aplicação Canon Camera Connect no smartphone (se a câmara tiver Wi-Fi) ou através de um telecomando sem fios. Em alternativa, pode utilizar o ecrã inclinável da câmara, se disponível, para fotografar a partir de locais ou ângulos invulgares. "Afaste-se do óbvio," afirma o Marc. "Afaste-se das "fotografias comerciais" normais, da posição em que todos os fotógrafos "devem" estar.

"Se estiver a fotografar jovens a jogar futebol, coloque-se atrás da boca lamacenta da baliza, onde o jogador está numa poça a aguardar o ponta de lança. Trata-se de olhar para uma situação e encontrar o que não é habitual."

5. Utilize o ambiente para adicionar uma nova dimensão

O Embaixador da Canon e fotógrafo de desporto Andrey Golovanov afirma que o cenário de alguns eventos desportivos pode adicionar uma camada adicional de interesse às suas fotografias. "Decidi fotografar a Maratona de Moscovo em 2014 de forma autónoma, depois de ter sido contratado para fotografar retratos de corredores a completar a corrida dois anos antes," afirma. "Por isso, conhecia todas as subtilezas e os melhores locais para fotografar ao longo do percurso: o centro de Moscovo e a zona do Kremlin. O primeiro lugar que escolhi foi o centro de Moscovo, com o fundo repleto de arranha-céus. Foi aí que encontrei a poça perfeita no asfalto para refletir uma das torres do Kremlin, enquanto também captava os pés dos corredores. Na minha opinião, esta fotografia ficou espetacular e, além disso, recebeu o primeiro prémio na categoria Unusual do Festival Sportfolio em França.

"O meu conselho para os fotógrafos principiantes é aperfeiçoarem as suas competências ao captar composições interessantes em eventos locais a que é fácil assistir, em vez de viajarem para campeonatos mundiais. As maratonas são um excelente desporto para fotografar porque, normalmente, estão abertas a todos. A maioria dos locais oferece algum tipo de corrida de longa distância ao longo do ano e há muito tempo e oportunidades para experimentar e aperfeiçoar a sua técnica.

"Observe o ambiente em que está a fotografar e imagine uma forma criativa de contar a história visualmente. Por exemplo, se conseguir mover o ecrã, experimente fotografar a partir de locais estratégicos invulgares, como por cima da multidão, através da multidão ou deitado no chão. Utilizar reflexos, como esta poça, é outro excelente truque. Procure água parada ou janelas brilhantes, seja de automóveis ou de edifícios. Até mesmo os óculos de sol podem funcionar bem. Depois, quanto mais praticar, melhores serão as fotografias."

Escrito por Natalie Denton

Artigos relacionados
A Canadian player tackles an Irish player in a rugby match. Photo by Richard Heathcote.

FOTOGRAFIA DE DESPORTO

7 formas simples de conseguir melhores fotografias de desportos

Descubra as definições, os modos e as funcionalidades da câmara que o podem ajudar a tirar melhores fotografias de desporto.

Sports photographer Dave Rogers stands next to rugby player Martin Johnson on the pitch.

FOTOGRAFIA DE DESPORTO

Como conseguir imagens de desportos ainda melhores

O fotógrafo de desportos Dave Rogers partilha as suas 10 principais sugestões e técnicas para o ajudar a melhorar as suas fotografias de desportos.

A snowboarder walks through the snow with his snowboard under his arm, away from the camera.

AR LIVRE

Dicas e sugestões para fotografar durante as férias de inverno

O fotógrafo profissional de desporto Richard Walch partilha as suas sugestões de especialista para o ajudar a conseguir fotografias de inverno brilhantes, desde a escolha da câmara até às melhores definições.

Produtos relacionados

Artigos relacionados



A secção Inspirar-se é a sua principal fonte de dicas de fotografia úteis, guias de compras e entrevistas profundas: tudo aquilo de que necessita para encontrar a melhor câmara ou impressora e dar vida à sua próxima ideia criativa.

Voltar a todas as sugestões e técnicas