MAIS SIMPLICIDADE

Veja. Capte.

Quer venha de um smartphone ou a fazer a transição de uma câmara DSLR, a EOS R10 permite-lhe começar a trabalhar rapidamente e a fotografar criativamente de formas nunca antes vistas.

Veja. Capte.

Canon EOS R10 – Vantagem – Maior simplicidade

A tecnologia EOS R da próxima geração alia-se a um design intuitivo: uma combinação vencedora que o ajuda a explorar onde quer que vá.

Para quem não conhece a fotografia ou as câmaras Canon EOS, está disponível uma interface de utilizador orientada. Quando ativada, esta explica como utilizar a câmara, bem como os princípios da fotografia. E, quando se sentir preparado para desligar a interface de utilizador orientada, os ecrãs e menus padrão da câmara são rápidos e intuitivos. O design tem tão boa qualidade que é quase impercetível.

A sua janela para o mundo

O EVF com 2,36 milhões de pontos da EOS R10 oferece uma visão nítida e realista do mundo, mostrando o aspeto exato das imagens captadas ou dos clipes de vídeo, com cobertura de 100%. Permite pré-visualizar a exposição, a profundidade de campo, o equilíbrio de brancos, o estilo de imagem e muito mais.

Canon EOS R10 – EVF

É um modelo confortável, mesmo ao fotografar durante longos períodos de tempo, graças à taxa de atualização de 120 fps1, à ampliação de 0,95x e ao ponto de visão de 22 mm em relação ao corpo da câmara. Um modo de poupança de energia de 60 fps também está disponível. A informação apresentada é personalizável, para que se mantenha informado sem se distrair. O visor também pode ser ajustado para se adaptar à sua visão, de -3 a 1 m-1 (dioptria).

Canon EOS R10 – Comparação do modo de assistência OVF

O modo de assistência OVF ajuda os utilizadores a fazerem a transição de câmaras com visores óticos, como DSLR. Este modo simula a experiência de um visor ótico, utilizando a tecnologia HDR para revelar detalhes em sombras escuras e altas-luzes brilhantes, em vez de pré-visualizar os efeitos da imagem.

O visor eletrónico (EVF) é complementado por um ecrã tátil de ângulo variável com 1,04 milhões de pontos de 7,5 cm que permite compor e disparar a partir de cima ou de baixo, para que possa captar uma nova perspetiva do motivo. Também é excelente para filmar vídeos.

Canon EOS R10 – Ecrã tátil de ângulo variável

O APS-C alia-se à EOS R

Criámos a EOS R10 com base num sensor APS-C com aproximadamente 22,3 x 14,9 mm. Isto permite que as objetivas tenham um alcance de teleobjetiva de 1,6x em comparação a uma câmara full-frame com a mesma distância focal. Além disso, torna a EOS R10 mais compacta e leve. É a companheira de viagem ideal. Isole detalhes distantes em paisagens e aproxime-se da vida selvagem nos parques, preenchendo o enquadramento para o máximo impacto.

Canon EOS R10 – Comparação entre o sistema APS-C e Full-Frame

Controlos personalizáveis perfeitos para si

Quem começa a utilizar a EOS R10, mas veio do mundo das DSLR, habitua-se rapidamente à nova câmara. Os controlos encontram-se onde seria de esperar, mesmo por baixo dos dedos e polegares, e a navegação pelas páginas do menu é uma experiência familiar, mas melhorada.

Canon EOS R10 – Controlos personalizados

Existem modos de disparo personalizados que permitem aceder instantaneamente a definições de câmara pré-programadas, bem como a um ecrã O meu menu personalizável que pode ser preenchido com as opções de menu mais utilizadas. Também estão disponíveis botões com funções personalizadas, que permitem ajustar as definições ao fotografar, sem ter de desviar o olhar do motivo.

  1. A taxa máxima de fotogramas durante o AF, ao premir até meio o botão do obturador ou durante o disparo contínuo é de 59,94 fps. Tenha em atenção que a taxa de fotogramas do ecrã poderá ser inferior, dependendo da objetiva que está a utilizar e das condições de disparo.

Artigos relacionados

NEWSLETTER

Deixe-se inspirar e registe-se já

Não perca nenhuma das ofertas mais recentes da Canon, sugestões e tutoriais, notícias e convites para eventos locais.