GUIA DE COMPRAS

Fotografe como um profissional: kit essencial para melhorar as suas fotografias

Três jovens Embaixadores Canon, a trabalhar em diferentes géneros, discutem as melhores câmaras e objetivas para aspirantes a fotógrafos e estudantes que pretendam seguir os seus passos.
Uma jovem com um chapéu de inverno fotografa folhas de outono com uma câmara Canon e uma objetiva grande.

Para fotografar como um profissional, precisa do equipamento certo. Mas, com uma grande variedade de opções de câmaras e objetivas atualmente disponíveis graças ao rápido avanço da tecnologia de câmara, como sabe qual o kit que melhor se adapta às suas necessidades?

Quer seja um licenciado a dar os primeiros passos na indústria, um amador dedicado ansioso por expandir a sua atividade ou um profissional inexperiente que pretende subir na carreira, um dos mais importantes elementos a ter em consideração é o tipo de fotografia que pretende fazer. Um fotógrafo de documentários que pode precisar de trabalhar silenciosa e discretamente numa variedade de ambientes terá diferentes requisitos de kit em comparação com, por exemplo, um fotógrafo de moda que trabalha em cenários cuidadosamente configurados com modelos profissionais.

A capacidade de uma câmara para filmar vídeos é outro fator importante. "Está a tornar-se uma ferramenta cada vez mais importante", afirma o Especialista de produtos da Canon Europe, Mike Burnhill. "O vídeo é uma parte essencial das plataformas de redes sociais, por exemplo, e ter as competências necessárias tanto para fotografar como filmar abre mercados drasticamente para trabalhar na indústria fotográfica."

Aqui, três jovens profissionais, todos especializados em diferentes áreas e cada um com a sua própria história única sobre como entraram na indústria, falam sobre as câmaras e objetivas Canon que utilizam e por que razão são ideais para o estilo que escolheram. São eles: o fotógrafo nigeriano de moda e retratos Emmanuel Oyeleke, a fotógrafa de documentários alemã-russa Nanna Heitmann e Ingo Leitner, da Áustria, parte do duo de fotografia de casamento Carmen e Ingo. Juntamente com as suas opiniões pessoais, são fornecidos conselhos especializados por Mike Burnhill.

O melhor kit para fotografia de moda

Uma mulher com um top com contas e saia com folhos deitada num sofá, com uma mão por cima do rosto. Fumo vermelho por trás dela.

O fotógrafo de moda e retratos Emmanuel Oyeleke afirma que as funcionalidades da câmara do sistema EOS R, como a focagem automática rápida e precisa e a Estabilização de imagem no corpo (IBIS), conferem aos fotógrafos de moda a liberdade de serem criativos. Tirada com uma Canon EOS R5 com uma objetiva Canon EF 16-35mm f/2.8L III USM a 28 mm, 1/125 seg., f/4.5 e ISO 160. © Emmanuel Oyeleke

Uma mulher com uma capa vermelha impressionante está em pé sobre um tapete de flores de cor roxo azulado à frente de uma rocha cinza escuro.

O Emmanuel prefere fotografar o seu trabalho de moda em objetivas de distância focal fixa. "Utilizei predominantemente as novas objetivas de distância focal fixa RF e posso recomendá-las", afirma. "Utilizo a Canon RF 50mm F1.2L USM, mas a EF 50mm f/1.8 STM também é excelente se tiver um orçamento reduzido." Tirada com uma Canon EOS R5 com uma objetiva Canon RF 50mm F1.2L USM a 1/400 seg., f/5 e ISO 400. © Emmanuel Oyeleke

Um antigo jogador de Scrabble profissional que se apaixonou pela fotografia enquanto viajava para torneios em todo o mundo, Emmanuel Oyeleke ganhou prémios, incluindo Fotógrafo de moda do ano ASFA em 2019. Em grande parte autodidata, entrou na indústria a fotografar casamentos (alguns com 3000 convidados) no seu país natal, a Nigéria, antes de mudar para o estilo de vida, e agora produz regularmente editoriais arrojados e bonitos para as principais revistas de moda de África, bem como trabalhos comerciais para marcas, incluindo a Coca-Cola e a Unilever.

"Comecei a utilizar o Sistema EOS R em 2018 e foi uma revelação para mim", afirma. "Não tem de se preocupar com o lado técnico, porque as câmaras fazem esse trabalho, dando-lhe liberdade para ser criativo sem restrições." Tem utilizado principalmente a Canon EOS R5 desde o seu lançamento em 2020. "O sensor de 45 MP capta uma enorme quantidade de informação e dá-me a opção de cortar e ter ainda uma imagem de alta resolução.

"Se tiver orçamento, diria que a EOS R5 é ideal para trabalhos de moda. Se não tiver, recomendaria a EOS R6 porque faz quase tudo o que a R5 faz, apenas com uma resolução inferior."

"Embora a fotografia de moda seja sobre o vestuário, quando olhamos para fotografias de pessoas, temos tendência a olhar para os rostos primeiro. Por isso, o acompanhamento do rosto/olhos na EOS R5 e EOS R6 é importante", acrescenta Mike Burnhill. "Outras funcionalidades úteis para o trabalho de moda incluem o ecrã tátil de ângulo variável, que lhe permite fotografar a partir de diferentes ângulos para obter imagens interessantes e dinâmicas."

As objetivas preferidas de Emmanuel são a Canon RF 50mm F1.2L USM e a RF 85mm F1.2L USM e recomenda ambas a estudantes de moda. "São nítidas, rápidas, muito bem construídas e valem o investimento – uma boa objetiva dura muitos anos", afirma com entusiasmo.

"São excelentes objetivas para fotografar tudo, desde fotografias de corpo inteiro a retratos com uma perspetiva favorecedora", concorda Mike. "A outra alternativa seria uma objetiva de zoom, como a RF 24-70mm F2.8L IS USM, ou a EF 24-70mm f/2.8L II USM com um adaptador."

O melhor kit para fotografia documental

Dois homens caminham por uma floresta escura, iluminada apenas pelas brasas incandescentes que os rodeiam.

As câmaras do sistema Canon EOS R conseguem fotografar com ISO elevado e baixo ruído. É uma funcionalidade que a fotógrafa de documentários Nanna Heitmann considera essencial para o seu trabalho, porque lhe permite fotografar com confiança em condições de pouca luz. Aqui, fotografou dois voluntários a combater um incêndio florestal em Magras, Sibéria, em 2021. Tirada com uma Canon EOS R5 com uma objetiva Canon RF 35mm F1.8 Macro IS STM a 1/100 seg., f/1,8 e ISO 8000. © Nanna Heitmann/Magnum Photos

Um grupo de mulheres mais velhas, todas imaculadamente vestidas com túnicas e véus brancos a condizer, tirada de baixo para cima.

A Nanna utiliza regularmente a função de disparo silencioso da Canon EOS R5 e da EOS R para a ajudar a trabalhar discretamente. Tirada com uma Canon EOS R5 com uma objetiva Canon RF 35mm F1.8 Macro IS STM a 1/1600 seg., f/2,8 e ISO 200. © Nanna Heitmann/Magnum Photos

A fotógrafa de documentários Nanna Heitmann nasceu na Alemanha em 1994 e comprou a sua primeira DSLR, uma Canon EOS 400D (agora substituída pela Canon EOS 850D), quando tinha 14 anos. Durante a sua infância, foi inspirada pelas imagens que via na National Geographic e concluiu um curso de fotojornalismo e fotografia documental na Universidade de Ciências Aplicadas e Artes de Hanôver. Desde então, o seu trabalho foi publicado na National Geographic, TIME Magazine e Volkskrant, entre outros. Em 2019, foi convidada para ser nomeada para um prémio Magnum.

Nos últimos anos, a Nanna, que trabalha principalmente em projetos de longo prazo, como documentar a comunidade em torno da última mina de carvão da Alemanha, utilizou a Canon EOS R e a Canon EOS R5. "Anteriormente utilizei a Canon EOS 5D Mark III, mas agora adoro trabalhar com as câmaras mirrorless da Canon", afirma. "Como transporto o meu equipamento durante todo o dia, é muito melhor trabalhar com uma câmara mais leve."

A Nanna afirma que as inovações introduzidas na EOS R e na EOS R5, incluindo AF em condições de pouca luz a -6 EV, têm excelentes vantagens para o trabalho documental. "A sensibilidade em condições de pouca luz é importante ao trabalhar com pouca luz sem flash, e a possibilidade de utilizar o modo de disparo silencioso da câmara significa que pode trabalhar discretamente", afirma. "Recomendo, sem dúvida, a EOS R e a EOS R5 a estudantes de documentários."

Para quem tem um orçamento ligeiramente mais apertado, outra câmara do sistema EOS R, a EOS RP, é uma opção. "É uma câmara mais pequena e leve e tem muitas funcionalidades fantásticas, incluindo o modo de disparo silencioso e, tal como as outras câmaras do sistema EOS R, é totalmente compatível com objetivas EF", afirma o Mike.

"Se o orçamento permitir a EOS R6, a sua fantástica capacidade para condições de pouca luz significa que pode utilizá-la numa vasta gama de condições de iluminação. Já o acompanhamento do rosto/olhos significa que não tem de se preocupar com a focagem e pode concentrar-se no momento, na composição e nas expressões."

Como a Nanna gosta de se aproximar das pessoas que está a fotografar, utiliza quase sempre a Canon RF 35mm F1.8 Macro IS STM e objetivas RF 50 mm F1.2L USM. "Só preciso realmente de duas objetivas", afirma. "Prefiro objetivas de distância focal fixa a objetivas de zoom, porque nos fazem movimentar e trabalhar mais nas imagens."

O Mike concorda que estas duas objetivas são a combinação perfeita. "As distâncias focais de 35 mm e 50 mm foram sempre populares para trabalhos de documentários e reportagem, porque proporcionam uma perspetiva natural", afirma. "A RF 35mm F1.8 Macro IS STM é pequena, com um preço razoável e tem um Estabilizador de imagem de 5 pontos para fotografias nítidas sem tripé."

O melhor kit para fotografia de casamento

Um casal sorri e dança, de mãos dadas, num campo de feno cortado e uma única árvore sem folhas.

Os fotógrafos de casamentos Carmen e Ingo Leitner captam várias imagens e vídeos no corpo das suas Canon EOS R5 e EOS R6, incluindo fotografias espontâneas quando as pessoas estão em movimento. O Mike explica por que razão são as câmaras perfeitas para grandes ocasiões: "O acompanhamento do rosto/olhos na EOS R5 e EOS R6 é extremamente fiável, e isto significa que pode concentrar-se no enquadramento e na captação do momento." Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon EF 35mm f/1.4L II USM e um adaptador de montagem Canon EF-EOS R a 1/1600 seg., f/1.4 e ISO 160. © Carmen and Ingo Photography

Uma noiva e um noivo beijam-se apaixonadamente numa divisão repleta de luzes decorativas e mesas postas.

Ingo recomenda objetivas de distância focal fixa rápida com distâncias focais de 35 mm e 50 mm para fotografia de casamento, utilizadas com a abertura ampla quando pretende separar o motivo do fundo. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 50mm F1.2L USM a 1/200 seg., f/1.4 e ISO 4000. © Carmen and Ingo Photography

Carmen e Ingo Leitner conheceram-se numa praia italiana em 2003. Depois de descobrirem a paixão em comum pela fotografia ao viajarem juntos, começaram a fotografar os casamentos dos familiares e amigos, antes de darem o salto e criarem o seu próprio negócio em 2009.

A equipa de marido e mulher, que começaram as respetivas carreiras como engenheiro técnico e maquilhadora, fotografou, desde então, casamentos em alguns dos locais mais bonitos do mundo. A sua primeira DSLR, que ainda têm, era uma Canon EOS 350D (agora substituída pela Canon EOS 850D) e agora utilizam as câmaras EOS R5 e EOS R6, muitas vezes a trabalhar em simultâneo, com uma a tirar fotografias e a outra a filmar vídeos.

"A funcionalidade mais importante para nós é o sistema de focagem com precisão máxima, tanto na EOS R5 como na EOS R6", afirma Ingo. "Mesmo com as objetivas totalmente abertas, as fotografias são incrivelmente nítidas. A outra grande vantagem, também para vídeo, é ter o Estabilizador de imagem no corpo (IBIS), que proporciona até 8 pontos de estabilização com determinadas objetivas, o que significa que não precisamos de tripés ou monopés."

Para quem pretende trabalhar como fotógrafo de casamento, o Ingo sente que a vale definitivamente a pena investir na EOS R5. "Se não precisar de ficheiros de 45 MP, também fica muito bem servido com a EOS R6", acrescenta.

"As duas maiores vantagens destas câmaras para a fotografia de casamento são o acompanhamento de rosto/olhos e a funcionalidade de disparo silencioso, que lhe permite tirar fotografias sem que as pessoas se apercebam, especialmente em locais tranquilos", acrescenta Mike. "Além disso, são câmaras híbridas, que conseguem gravar vídeo até 8K RAW e 4K a 120p na EOS R5 e 4K UHD até 60p na EOS R6."

Carmen e Ingo utilizam principalmente a Canon EF 35mm f/1.4L II USM, a RF 50mm F1.2L USM e a RF 85mm F1.2L USM, bem como a RF 28-70mm F2L USM. Para alguém que esteja a dar os primeiros passos na fotografia de casamento, Ingo aconselha: "Sugiro uma objetiva de 35 mm e uma de 50 mm, com grandes aberturas máximas – objetivas da série L, se estiverem dentro do seu orçamento".

"Quando se está a dar os primeiros passos na fotografia de casamento, uma objetiva de zoom multiusos, como a RF 24-105mm F4L IS USM, é extremamente útil. É uma objetiva que consegue fazer um pouco de tudo", sugere Mike. "Depois pode conjugar isso com uma RF 50mm F1.8 STM ou uma EF 85mm f/1.8 USM – algo rápido, pequeno e luminoso. Isto permite-lhe fazer diferentes tipos de imagens, como utilizar a abertura máxima para isolar o motivo do fundo. Com um objetiva de zoom e uma objetiva de distância focal fixa rápida, estaria preparado para a maioria das situações."

Seja qual for o seu percurso planeado, seja fotografia de moda e retrato, fotografia documental, fotografia de casamento ou mais, investir num kit excelente é um investimento no seu futuro. A sua aventura profissional começa aqui…


Escrito por David Clark

Produtos relacionados

Artigos relacionados

  • Fotografia a preto e branco de um bebé a tocar num livro.

    FOTOGRAFIA DE FAMÍLIA

    Conselhos de fotografia de família

    Descubra como a Embaixadora da Canon Helen Bartlett descobriu a sua paixão pela fotografia de família.

  • Retrato de uma mulher com um colar verde grande e uma boina azul num fundo roxo.

    PROJETOS EM CASA

    Crie o seu próprio estúdio em casa

    Descubra como ser criativo com um flash e fotografar retratos deslumbrantes com um orçamento limitado.

  • Um retrato de uma mulher com tranças compridas, com casaco curto cor-de-rosa e calças de ganga cinzentas a caminhar ao longo de uma rua da cidade.

    FOTOGRAFIA DE RETRATO

    Como captar tons de pele perfeitos nos seus retratos

    Domine a arte complicada de captar tons de pele naturais com a profissional de moda, Jade Keshia Gordon.

  • Como fotografar casamentos ao ar livre

    FOTOGRAFIA DE CASAMENTO

    Como fotografar casamentos ao ar livre

    A fotógrafa de casamentos Steph Zakas partilha as suas sugestões para captar o grande dia.