FOTOGRAFIA DE RETRATO

Use a criatividade: como fotografar retratos abstratos

Adicione outro elemento aos seus retratos, experimentando exposições múltiplas, pintura com luzes, jogos de sombras, e muito mais, para obter imagens abstratas surpreendentes.
Vários rastos de luz coloridos contornam uma modelo com as mãos nas ancas contra um fundo preto.

A abstração da figura humana assumiu várias formas ao longo da história da arte, desde as formas cubistas de Picasso às esculturas de Henry Moore. Na fotografia, um retrato abstrato pode oferecer-nos uma realidade diferente dos rostos e corpos quotidianos que estamos habituados a ver. Não existem regras, não há necessidade de nitidez ou precisão. Em vez de captarmos uma representação precisa dos nossos motivos, podemos canalizar conceitos e emoções através das nossas imagens. É também um excelente teste às nossas capacidades de usar uma câmara e uma oportunidade para experiências e brincadeiras infinitas.

1. Jogue com as sombras

Nesta imagem a preto e branco, a cabeça de uma modelo está bem enquadrada num fundo preto, com a sombra de um padrão de mandala na sua testa e no resto do seu rosto.

Este retrato a preto e branco realça na perfeição o jogo de sombras e luzes. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 50mm F1.8 STM a 1/500 seg., f/4 e ISO 100.

Uma modelo senta-se à luz do sol contra um fundo preto. Um padrão de mandala segurado à sua frente com a ajuda de um tripé cria sombras na sua pele.

Colocado entre o sol brilhante e o nosso motivo, um modelo circular de mandala cria uma série de sombras interessantes. A Canon RF 85mm F2 Macro IS STM tem a distância focal ideal para este tipo de retrato em grande plano.

Porque não criar padrões de luz e sombra interessantes no seu motivo? Tudo do que precisa é de um objeto com fendas ou orifícios para permitir a entrada da luz. Estes tipos de bloqueadores de luz são chamados de "gobos" (abreviatura de go-betweens). É provável que consiga encontrar vários itens na sua casa que satisfaçam os requisitos para esta tarefa. Cobertores, proteções de irradiadores, persianas de janelas com ripas, coadores ou até mesmo ramos de árvores ou mesas de jardim em metal no exterior poderiam ser um bom adereço. Aqui, utilizámos um modelo com um padrão de mandala circular. É claro que também é possível criar os seus próprios gobos personalizados com um pedaço de cartão e um x-ato.

O segredo para criar sombras bem definidas com o seu gobo é utilizar uma fonte de luz com contornos rígidos. A luz solar direta é ideal, mas também pode utilizar uma lanterna, uma lâmpada ou um Speedlite. Quanto mais pequena for a fonte de luz, mais intensas e nítidas serão as sombras. Aproxime o gobo tanto quanto possível do rosto e, se estiver a utilizar luz artificial, afaste a fonte de luz e desligue todas as outras luzes. O bom dos retratos abstratos é que não necessita necessariamente de um kit de nível profissional para captar fotografias de qualidade. Uma DSLR adequada para principiantes, como a Canon EOS 850D com uma objetiva de kit ou objetiva para retratos, seria ideal. No que diz respeito às definições da câmara, utilize o modo de prioridade à abertura (Av) e tente adicionar uma compensação de exposição negativa de um ponto ou dois para que as sombras fiquem profundas e bonitas.

2. Capte reflexos surreais

Uma câmara é mantida perto do chão, apontando para uma série de estilhaços de espelho sobrepostos.

Alguns estilhaços do espelho partido podem ser utilizados para retratos atmosféricos. O LCD de ângulo variável da Canon EOS R6 é muito prático para fotografar perto do chão como neste caso.

Estilhaços de espelho no chão, o estilhaço maior reflete a cabeça e o tronco de um homem que olha para o lado.

Conte uma história sobre a identidade e personalidade com estilhaços de espelho. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 50mm F1.8 STM a 1/60 seg., f/22 e ISO 640.

Os espelhos podem evocar sentimentos fortes sobre a personalidade e identidade, pelo que são o adereço ideal para adicionar a retratos abstratos. Ao trabalhar com espelhos, o desafio recai sobre conseguir os ângulos certos e posicionar o motivo no reflexo. Também tem de escolher entre focar a figura refletida ou o espelho em si, uma vez que os dois estarão em diferentes planos de focagem. Se pretender que ambos fiquem nítidos, tente utilizar uma abertura estreita, como f/16, uma vez que lhe permite expandir a sua profundidade de campo.

Utilizando um espelho, pode fotografar uma grande variedade de imagens abstratas, experimentar autorretratos e criar ângulos. Se tiver um pequeno espelho de mão, pode pedir que o seu motivo o segure perto do rosto, fazendo um retrato surreal. Em alternativa, pode utilizar mais do que um espelho grande e criar o efeito de infinito de uma imagem interminável.

3. Pinte rostos com luz

Vários rastos de luz coloridos contornam a cabeça e o tronco de uma modelo contra um fundo preto.

Os rastos de luz coloridos podem criar um efeito dramático e fantástico. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM a 44 mm, 8 seg., f/16 e ISO 100.

Uma modelo está à frente de uma câmara e de um tripé com uma mão na anca. Atrás dela, um homem segura uma luz LED giratória de várias cores.

Uma lanterna ou um LED giratório (daqueles que pode fazer em casa ou comprar numa loja) pode ser utilizado para criar rastos de luz a rodopiar em torno do seu motivo ao longo de uma exposição longa.

Enquanto vivenciamos a realidade de um momento para o outro, uma câmara é capaz de captar diferentes extensões de tempo numa só imagem. Uma exposição longa permite-nos aumentar a nossa velocidade do obturador para todos os tipos de efeitos abstratos, e um dos mais apelativos é a pintura com luzes.

Ao mover uma fonte de luz, como uma lanterna colorida em torno de uma cena durante uma exposição de vários segundos, é possível criar rastos de luz deslumbrantes. Para criar retratos pintados com luz, tem de fotografar numa sala escura (não precisa de estar totalmente às escuras), peça ao seu motivo para se manter o mais estável possível e coloque a sua câmara num tripé. As definições de exposição corretas dependem da força das lanternas e de qualquer luz ambiente, mas um bom ponto de partida é o modo Manual (M) com velocidade do obturador a 13 segundos, abertura f/16 e ISO 100. Prima o obturador e, em seguida, comece a acenar com a lanterna ou outras fontes de luz à volta do motivo em linhas suaves e fluidas para pintar com luz. Tente pintar tanto à frente como atrás do motivo para aumentar a profundidade do efeito, e tente apontar a sua lanterna na direção do rosto para iluminar também esse elemento. Lembre-se de fazer tudo isto a partir da lateral para que não seja incluído na imagem final.

4. Fotografe através de vidro

Um homem aproxima a câmara do seu olho, fotografando um modelo através de uma porta de vidro salpicada com gotas de água.

Fotografar através do vidro pode desfocar ou ocultar ligeiramente o motivo, enquanto a água no vidro pode adicionar mais efeitos atmosféricos.

Uma mulher olha para o lado com os olhos fechados. Ela está desfocada e é vista através de um vidro com gotas de água a escorrer.

Uma grande abertura de f/2.8, juntamente com a nitidez da objetiva Canon RF 50mm F1.8 STM, permite-nos dar destaque às gotas de água na janela enquanto a cara atrás fica desfocada. Tirada com uma Canon EOS R6 a 1/200 seg., f/2.8 e ISO 320.

As superfícies translúcidas são ideais para retratos abstratos. Colocados entre o motivo e a câmara, o vidro fosco, a seda fina ou qualquer outra superfície semiopaca irá ocultar os detalhes, mas deixar a impressão do rosto, resultando em retratos de beleza etérea. Experimente colocar o motivo num dos lados da janela, voltado para a luz, e, em seguida, fotografe a partir do lado oposto do vidro. Experimente com o ponto de focagem – poderá querer focar a superfície para que o rosto atrás fique desfocado. Uma pulverização de água no vidro pode criar um ambiente melancólico maravilhoso, especialmente ao fotografar num dia nublado.

5. Crie exposições múltiplas

O contorno do rosto e dos ombros de uma mulher são preenchidos com tintas vermelhas e azuis em forma de remoinho.

Fotografar um retrato contra um fundo brilhante significa que pode utilizar uma exposição dupla para preencher apenas o contorno. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 50mm F1.8 STM a 1/250 seg., f/5 e ISO 100.

O ecrã LCD de uma câmara mostra a cabeça e os ombros de uma mulher contra um céu brilhante, com salpicos de tinta azul e vermelha.

O modo de exposição múltipla da Canon EOS R6 permite-nos combinar os retratos com tudo o que desejarmos. Captámos uma série de salpicos de tinta para obter resultados vibrantes.

O modo de exposição múltipla da sua câmara Canon permite-lhe combinar duas ou mais fotografias para criar imagens conceptuais e efeitos abstratos. O efeito é inspirado na técnica de uma câmara de filmar antiga de expor duas vezes o mesmo fotograma de filme. Mas com uma câmara Canon como a EOS R6 pode elevar a fasquia. Depois de escolher uma série de exposições no menu da câmara, tiramos a nossa primeira fotografia e, em seguida, à medida que compomos a segunda, veremos o fotograma anterior sobreposto na imagem de visualização direta, o que nos ajuda a enquadrar as imagens em harmonia. Também pode obter este efeito no pós-processamento utilizando o Canon Digital Photo Professional (DPP).

Ao fazer retratos com exposição dupla, tente enquadrar o seu motivo de perfil, com a sua silhueta projetada contra um fundo brilhante, como o céu ou uma janela. Depois, quando for tirar o segundo fotograma, este estará em conformidade com o contorno da cabeça. No que diz respeito ao segundo fotograma (ou terceiro, quarto ou quinto), as escolhas criativas são infinitas. Pode escolher uma paisagem urbana ou uma cena da natureza, escolher um objeto próximo do coração do motivo, captar um animal ou até mesmo incluir outra pessoa.

Da próxima vez que for fotografar um retrato, pense nele de forma diferente e expresse-se através de uma ou de todas estas sugestões.


Escrito por James Paterson

Produtos relacionados

Artigos relacionados

  • Sugestões de fotografia urbana abstrata

    FOTOGRAFIA URBANA

    Descubra a fotografia urbana abstrata

    Crie obras de arte do mundano deslumbrantes com estas técnicas simples para obter imagens urbanas surreais.

  • Um retrato de um homem com o seu rosto esticado numa imagem no pós-processamento, num fundo roxo.

    FOTOGRAFIA CRIATIVA

    Faça experiências com sete estilos diferentes

    Eleve a sua fotografia a novos patamares e crie imagens fantásticas experimentando um novo estilo por dia.

  • Retrato de perfil de um homem em tronco nu numa divisão pouco iluminada a olhar para a câmara.

    FOTOGRAFIA DE RETRATO

    Sugestões e técnicas de fotografia de retrato

    Melhore a sua fotografia de retrato com estas excelentes sugestões e técnicas.

  • Retrato de uma mulher com um colar verde grande e uma boina azul num fundo roxo.

    PROJETOS EM CASA

    Crie o seu próprio estúdio em casa

    Descubra como ser criativo com um flash e fotografar retratos deslumbrantes com um orçamento limitado.