FOTOGRAFIA DE PAISAGEM

Capte a beleza única de cada estação

Fotografe e edite as suas imagens para realçar a luz e a atmosfera especiais de cada estação. O fotógrafo de viagem, Benjamin Hegyi, explica-lhe como.
Uma vista sobre o Danúbio em direção a Gellérthegy, em Budapeste, na Hungria, fotografada de uma posição elevada, com uma tonalidade quente vermelha alaranjada.
Todas as estações oferecem boas recompensas para os fotógrafos, com cada época do ano a proporcionar uma variedade única de cores, tonalidades e estados de espírito. O fotógrafo húngaro de dezoito anos, Benjamin Hegyi, tornou-se uma inspiração ao criar conteúdos sazonais para as redes sociais, partilhando as suas imagens de viagens, paisagens urbanas e paisagens selecionadas e editadas habilmente com os seus 40 000 ávidos seguidores no Instagram.

Aqui estão as suas melhores sugestões para melhorar a atmosfera de cada estação do ano.

1. Tenha o seu resultado final em mente

O Lago di Braies no sul do Tirol, em Itália, a fluir em direção às Dolomitas no fundo. Podem ser vistos em primeiro plano degraus em madeira e inúmeras embarcações pequenas.

Para as imagens de verão, o Benjamin adora paisagens sob um sol brilhante em plena luz do dia, em vez de optar pela "hora dourada", frequentemente preferida, logo após o nascer do sol ou antes do pôr-do-sol. O sol alto nesta imagem, tirada no Lago di Braies no sul do Tirol, em Itália, produz cores ricas e vibrantes em toda a cena, desde as embarcações em primeiro plano às Dolomitas no fundo. Tirada com uma Canon EOS 700D (agora substituída pela Canon EOS 850D) com uma objetiva Canon EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM a 10 mm, 1/80 seg., f/4.5 e ISO 100. © Benjamin Hegyi

Pequenas embarcações no Lago di Braies no sul do Tirol, em Itália. A imagem foi editada para aumentar a intensidade das cores.

Ao editar esta imagem para a utilizar nas redes sociais, o Benjamin fez alterações mínimas, porque sentiu que a composição funcionou perfeitamente, com os degraus em primeiro plano direcionando o olhar para as embarcações, enquadradas pelo anel de montanhas no fundo. No entanto, explica, "Só queria fazer com que os diferentes elementos – barcos, água, degraus, montanhas – se destacassem, por isso, intensifiquei as cores e aumentei o contraste da luz." © Benjamin Hegyi

"Quando tiro fotografias sazonais," diz Benjamin, "penso sempre na forma como as vou editar mais tarde, e não apenas em "captar a fotografia.". Criar um aspeto e uma sensação específicos é, para mim, tanto sobre editar como sobre tirar a fotografia em primeiro lugar. As duas fases complementam-se."

O Benjamin planeia as suas imagens para refletir o que sente no momento em que fotografa. "Não sinta que tem de fotografar a realidade, mas sim criar a cena tal como pretende que esta pareça na sua mente.", afirma. "A imagem torna-se um híbrido de fotografia e pintura. No entanto, é importante não exagerar, ou o resultado final parecerá falso e não fará jus à natureza.

"Aconselharia sempre fotografar no modo de qualidade RAW, pois este modo dá-lhe maior liberdade para manipular as imagens posteriormente.", acrescenta. "Fotografar em RAW significa que pode ajustar atributos como equilíbrio de brancos, altas-luzes, luzes-baixas e rendição de cores. Trata-se de enfatizar a atmosfera sazonal."

O Benjamin utiliza a câmara que recebeu como presente no seu 13.º aniversário, uma Canon EOS 700D (agora substituída pela Canon EOS 850D), com duas objetivas com zoom: a Canon EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM, uma objetiva ultra-angular perfeita para perspetivas alargadas, e a Canon EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS STM, que é extremamente versátil graças ao grande alcance de zoom. Para ele, este kit é ideal, porque o tamanho e o peso são importantes para um fotógrafo de viagem.

Além disso, está disponível um kit compacto e acessível no sistema EOS R mirrorless Full-Frame da nova geração da Canon, incluindo a Canon EOS RP, a objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM e a objetiva Canon RF 50mm F1.8 STM. Também pode utilizar a gama de objetivas EF-S em câmaras do sistema EOS R através de um adaptador de montagem EF-EOS R.

2. Pense na composição e na iluminação

O Lago di Carezza no sul do Tirol, em Itália, num dia de verão luminoso, com as Montanhas Dolomitas no fundo refletidas na água parada do lago.

Esta cena foi fotografada no Lago di Carezza, no sul do Tirol, em Itália, num luminoso dia de verão. A composição é perfeita, mas o céu e as montanhas pálidas no fundo eram muito mais brilhantes do que o seu reflexo escuro no lago. Em circunstâncias como esta, o Benjamin equilibra frequentemente a exposição utilizando a função de Disparo HDR da câmara ou através da variação da exposição – tirando fotografias separadas com partes diferentes da cena bem expostas – e fundindo as imagens posteriormente. Tirada com uma Canon EOS 700D com uma objetiva Canon EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM a 10 mm, 1/200 seg., f/5,6 e ISO 100. © Benjamin Hegyi

Um campo de alfazema com pequenas nuvens no céu azul parece curvar-se em direção ao sol a nascer atrás de uma linha de árvores no cume de uma colina.

Uma cena de primavera na paisagem rural húngara. O Benjamin diz que foi apenas sorte o padrão das nuvens ter formado uma suave linha do horizonte que direciona o olhar para o sol nascente, mas, mais uma vez, a composição está impecável. O campo de alfazema estava na sombra e relativamente escuro, mas a imagem tinha uma gama dinâmica suficiente para o Benjamin iluminar o primeiro plano e aumentar a cor para melhorar a luz nítida da primavera. Tirada com uma Canon EOS 700D com uma objetiva Canon EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM a 10 mm, 1/200 seg., f/4,5 e ISO 100. © Benjamin Hegyi

A edição é uma parte crucial do processo do Benjamin, mas ele acha que é importante compor cenas que reflitam a estação. "Uma árvore coberta de neve ou gelo acentua um ambiente de inverno.", afirma. "Na primavera, as flores coloridas destacam-se. No outono, pode concentrar-se no rico brilho dourado das folhas a mudar de tonalidade. Uma composição cuidadosa pode melhorar a atmosfera natural de qualquer estação.

"As diferentes alturas do dia são melhores para fotografar em diferentes alturas do ano.", acrescenta o Benjamin, realçando que a qualidade da luz varia muito de estação para estação. "Durante o inverno, é bom fotografar mesmo antes do nascer do sol ou logo após o pôr do sol. Obtém uma tonalidade azul fresca e escura naquela hora do crepúsculo, chamada frequentemente de "hora azul". No entanto, se for uma cena com neve, fotografe à luz do dia para obter um aspeto festivo nítido e brilhante.

"Para fotografias de verão, muitos fotógrafos de paisagem preferem o início ou o fim do dia, mas eu prefiro que o sol esteja mais alto no céu.", continua. "Ajuda a realçar as cores vibrantes dos campos verdes e o calor veranil do cenário."

"A primavera é um tempo glorioso para vida nova e, para mim, aplica-se o mesmo. Logo após o nascer do sol é uma excelente altura para fotografar flores a desabrochar e árvores em flor, mas a luz solar forte ao longo do dia funciona igualmente bem e, às vezes, até melhor."

"No outono, é melhor fotografar na "hora dourada", logo após o nascer do sol ou antes do pôr do sol.", afirma Benjamin. "O sol está muito baixo no céu e produz as gloriosas cores quentes do outono."

3. Capte o máximo de detalhes possível

Uma vista sobre o Danúbio em direção a Gellérthegy, em Budapeste, na Hungria, fotografada de uma posição elevada.

O Benjamin fotografou esta vista sobre o Danúbio, em Budapeste, na Hungria, ao pôr-do-sol, no final da primavera. A utilização de uma exposição longa possibilitou captar detalhes ricos desde as árvores em primeiro plano até aos edifícios da cidade a meia distância, intensificados pelo aspeto HDR. Também aumentou as cores laranja para realçar a atmosfera sazonal da imagem final no topo desta página. Tirada com uma Canon EOS 700D com uma objetiva Canon EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS STM a 18 mm, 2 seg., f/9 e ISO 100. © Benjamin Hegyi

Um cisne branco a nadar num lago azul no inverno. Nas margens do lago, subindo pelas montanhas, encontra-se uma pitoresca aldeia coberta de neve.

Uma cena de inverno em Hallstatt, na Áustria. Apesar das condições de pouca luz e do nevoeiro, o Benjamin conseguiu captar muitos detalhes nos edifícios na encosta, que, em seguida, realçou ao aumentar o contraste. Também aumentou o azul na imagem para melhorar a atmosfera de inverno. Tirada com uma Canon EOS 700D com uma objetiva Canon EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS STM a 18 mm, 1/200 seg., f/5,6 e ISO 100. © Benjamin Hegyi

Muitas câmaras da Canon incluem um modo de cena de paisagem, mas o Benjamin prefere ter controlo total sobre as definições da câmara. "Utilizo sempre o modo de disparo manual, para poder ajustar facilmente a abertura e a velocidade do obturador para obter a exposição exata que pretendo." Se estiver a fotografar com uma câmara do sistema EOS R, a simulação de exposição permite pré-visualizar a forma como as alterações nas definições de exposição afetam a imagem, tanto no visor como no ecrã traseiro. Com uma DSLR, esta opção funciona quando utiliza o ecrã traseiro no modo de visualização direta.

Muitas câmaras da Canon têm modos de disparo HDR (gama dinâmica elevada), que são fantásticos para preservar os detalhes em altas-luzes e aumentar as sombras. Isto proporciona-lhe uma exposição muito mais equilibrada para cenas de elevado contraste.

"A minha câmara tem um modo de cena de controlo de contraluz HDR.", afirma Benjamin. "Para cada fotografia tirada, a câmara grava três imagens separadas com exposição sequencial, e, em seguida, junta-as numa fotografia HDR." Se a sua câmara não tiver um modo HDR, pode tirar várias fotografias com exposições ligeiramente diferentes e juntá-las na fase de edição. O software Digital Photo Professional (DPP) gratuito da Canon tem uma ferramenta HDR incorporada para simplificar esta tarefa. Utilize um tripé para se certificar de que não existe movimento da câmara entre exposições sucessivas.

Quando fotografar à noite ou em condições de pouca luz, o Benjamin recomenda a utilização de exposições longas para captar o máximo de detalhes possível, "mesmo o que não consigo ver com os olhos." A definição "Bulb" da sua câmara permite exposições superiores a 30 segundos, mas terá de experimentar para decidir durante quanto tempo uma exposição produz o efeito que pretende. Reveja os resultados no ecrã LCD traseiro e, se necessário, volte a tirar a fotografia. Utilize um tripé para evitar a desfocagem da imagem.

4. Edite para melhorar a atmosfera sazonal

As colinas junto ao Lago Bled, na Eslovénia, envoltas em nevoeiro ao nascer do sol. As folhas grandes em primeiro plano suspensas na cena.

Esta imagem de outono está repleta de atmosfera etérea, com folhas acastanhadas contra o nevoeiro que se levanta do Lago Bled, na Eslovénia, aos primeiros raios do nascer do sol. O Benjamin diz que as folhas em primeiro plano que enquadram a cena ajudam a aumentar a profundidade e a torná-la mais sazonal. Tirada com uma Canon EOS 700D com uma objetiva Canon EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS STM a 27 mm, 1/125 seg., f/9 e ISO 100. © Benjamin Hegyi

As colinas junto ao Lago Bled, na Eslovénia, envoltas em nevoeiro ao nascer do sol. As folhas em primeiro plano e as colinas distantes são mais amarelas e a água do lago é mais azul.

O Benjamin decidiu que as colinas e, sobretudo, as folhas no primeiro plano pareciam demasiado verdes, pelo que fez com que os tons verdes parecessem mais amarelo-alaranjados para realçar a atmosfera outonal. "Também adicionei azul à água e alguma luz ao nevoeiro para que se destacasse.", afirma. © Benjamin Hegyi

Mesmo quando não fotografa em HDR, o estilo pessoal do Benjamin é adicionar as cores vivas e o contraste aumentado associado a esse aspeto. No entanto, igualmente importante para as suas imagens sazonais, é ajustar o equilíbrio de brancos e a exposição de cada fotografia para realçar a qualidade da luz característica de cada diferente estação.

Todos estes ajustes iniciais podem ser efetuados utilizando o software Digital Photo Professional (DPP) gratuito da Canon, concebido para processar e editar imagens RAW de câmaras da Canon. Inclui uma gama de estilos de imagem para proporcionar rapidamente às imagens o aspeto e sensação pretendidos, tal como se os tivesse aplicado diretamente na câmara. Estes incluem o estilo paisagem, que melhora a nitidez e aumenta o tom e a saturação da cor para obter azuis e verdes profundos e vivos para o céu e a folhagem. Todos os ajustes aplicados como um estilo de imagem a um ficheiro RAW podem ser ajustados, removidos ou substituídos por um estilo de imagem diferente. Estão disponíveis estilos adicionais para transferência gratuita, incluindo nostalgia, claro, crepúsculo, esmeralda e tons de outono, ideais para adicionar rapidamente uma atmosfera sazonal diferente nas imagens.

As poderosas ferramentas de ajuste de cor do DPP permitem alterar a tonalidade, a saturação e o brilho de gamas de cores específicas, para melhorar os tons azuis de uma cena de inverno ou os tons quentes de uma imagem de verão, por exemplo. O Benjamin utiliza frequentemente camadas de ajuste no Adobe Photoshop para efeitos semelhantes. "Para fotografias de inverno, acentuo os tons de azul adicionando uma camada vazia definida para o modo de combinação de sobreposição e pintando áreas com um azul suave, utilizando uma baixa opacidade.", explica. "Para fotografias de outono, pode adicionar ênfase e atmosfera a uma cena pintando áreas com tonalidades de amarelo e laranja.

"Para alterar o contraste e o brilho, utilizo sempre camadas de ajuste.", acrescenta, "porque se pode utilizar máscaras de camadas para afetar apenas áreas específicas na imagem." Isto é ideal quando está satisfeito com a maior parte da imagem, mas sente que alguns aspetos precisam de um pouco mais de ênfase para transmitir o estado de espírito.

5. Deixe que as suas fotografias falem por si nas redes sociais

O nevoeiro preenche os vales entre montanhas cobertas de árvores ao nascer do sol.

Na sua viagem fotográfica à Eslovénia, o Benjamin levantou-se às 4 da manhã para garantir que captava o nascer do sol do outono sobre as montanhas enevoadas, mas sentiu que a imagem não captou na perfeição a sensação da cena tal como ele a vivenciou. Tirada com uma Canon EOS 700D com uma objetiva Canon EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS STM a 135 mm, 1/500 seg., f/5,6 e ISO 100. © Benjamin Hegyi

O nevoeiro preenche os vales entre montanhas cobertas de árvores. O contraste foi aumentado e foi adicionada uma tonalidade quente para aumentar a sensação outonal.

O Benjamin aumentou o contraste para realçar detalhes como as casas nas colinas a meia distância, enfatizando a escala da cena, e aumentou a cor outonal para intensificar a atmosfera sazonal. Os seus seguidores nas redes sociais, afirma, apreciam esta representação forte e direta de uma estação. © Benjamin Hegyi

Quando partilha as suas imagens nas redes sociais, está a competir com milhões de outras imagens por atenção. O Benjamin acha que é importante desenvolver o seu próprio estilo, para que se possa destacar da multidão.

"Comecei por tentar imitar o estilo de outros fotógrafos, mas gosto de pensar que desenvolvi o meu próprio estilo.", explica. "Construí a minha presença no Instagram com base neste fundamento. As pessoas adoram ver imagens que refletem o que desfrutam em cada estação e como a natureza em torno delas muda, em tempo útil. Ao publicar conteúdo sazonal, tenho tido muito mais sucesso com pessoas que procuram as minhas imagens e as partilham com muitas outras pessoas em todo o mundo."

"Estou numa fase em que, juntamente com agências de fotografia de paisagem e viagem que gostam de utilizar as minhas imagens, tenho um alcance de 1 milhão. Acho que o truque não é promover-se a si mesmo, mas deixar que as suas fotografias o façam."



Escrito por Matthew Richards



Adobe, Lightroom e Photoshop são marcas comerciais registadas ou marcas comerciais da Adobe nos Estados Unidos e/ou noutros países.

Produtos relacionados

Artigos relacionados