A long jetty, viewed from water level at dusk, stretches into the sea.

NOÇÕES BÁSICAS DE FOTOGRAFIA

Melhore a composição das suas fotografias

Uma das maravilhas da fotografia é a ampla liberdade criativa e expressão emocional que proporciona. Por isso, pode parece ligeiramente constritivo falar de regras de composição. Contudo, conhecer alguns princípios básicos de composição pode ajudar a fazer com que as suas imagens sejam mais apelativas.

Neste artigo, iremos debater de que forma a composição o pode ajudar a ordenar a disposição dos elementos nas suas imagens e também como a utilização das regras o pode ajudar a ganhar controlo sobre este aspeto.

1. Faça uma pausa antes de premir o obturador

Quando está de férias ou faz uma escapada de fim de semana, quer obviamente tirar excelentes fotografias que mostrem os sítios que está a visitar da melhor maneira possível. Por isso, em vez de apenas fotografar aleatoriamente, pare por um instante antes de premir o obturador para pensar sobre o que está enquadrado no seu visor ou ecrã LCD.

Um momento de reflexão e uma consideração rápida sobre o enquadramento ajudam-no a ver partes da imagem que não são necessárias. Um ligeiro movimento da câmara ou uma alteração do zoom elimina-as do enquadramento para proporcionar uma imagem mais forte e apelativa.

2. Utilize uma janela para ajudar na composição

Da próxima vez que for para outra cidade de férias, tenha atenção às janelas dos edifícios à sua volta. São uma excelente ajuda para a composição e podem ajudá-lo a captar uma vista única. O desafio é posicionar-se de forma a maximizar o reflexo da cena na janela com a composição dos elementos refletidos.

3. Crie camadas de interesse

Componha uma cena com três motivos relevantes: um em primeiro plano, um no meio e outro no fundo. Os três objetos criam um trajeto visual na imagem.

Ao captar paisagens rurais e citadinas quando está de viagem, experimente incluir linhas fortes de composição que guiem o espetador pela imagem, desde o primeiro ao segundo plano. Trilhos, rios, linhas ferroviárias ou marcações rodoviárias são exemplos disto. Será necessário posicionar a câmara num ponto elevado adequado para captar as linhas naturais numa fotografia. Isto pode significar colocar-se numa posição elevada ou baixa para maximizar o efeito.

Artigos relacionados
Two people skateboard down a city street at night, lights from buildings reflecting in the street.

VIAGEM

Como tirar o máximo partido da sua câmara numa viagem

11 dicas e truques para o ajudar a captar o espírito da selva urbana.

A river flowing through a landscape of mossy rocks.

NOÇÕES BÁSICAS DE FOTOGRAFIA

Aprenda a utilizar corretamente a exposição

Descubra como ajustar a quantidade de luz nas suas imagens para alterar o aspeto das suas fotografias.

A windmill against a green countryside background on a cloudy day.

NOÇÕES BÁSICAS DE FOTOGRAFIA

Melhore as suas imagens com a fotografia HDR

Aprenda a combinar várias imagens da mesma cena para poder captar os detalhes nos elementos mais claros e escuros de uma fotografia.

4. Experimente enquadrar os motivos em posições diferentes

Geralmente, as câmaras possuem um marcador ou uma moldura AF no centro da imagem, mas a composição dos motivos exatamente no centro apenas funciona eficientemente em algumas fotografias.

Para motivos simples, como uma flor com cores vivas num mar de folhas verdes-escuras, uma composição central funciona bem. A parte central de uma fotografia tem de ser suficientemente forte para chamar a atenção dos espetadores, pelo que também funciona bem um retrato no qual apenas o rosto está iluminado e o fundo está muito mais escuro.

5. Enquadre a cena naturalmente

Tente compor a sua imagem com uma moldura natural. Ao tirar uma fotografia, tenha em consideração o modo como as margens da imagem enquadram o seu motivo principal. A utilização de uma porta ou de uma janela para enquadrar a cena é uma boa escolha, uma vez que a margem mais escura ajuda a centrar a atenção nos elementos mais claros nos outros pontos da imagem. Por exemplo, pode utilizar a porta de um hotel ou apartamento para enquadrar a vista de uma cidade. É melhor se a janela ou a porta estiver aberta, para evitar reflexos no vidro.

6. Experimente uma perspetiva diferente

As fotografias são, demasiadas vezes, tiradas ao nível dos olhos das pessoas. Contudo, estão disponíveis pontos de vista mais criativos, bastando posicionar a câmara numa posição mais baixa ou mais alta.

Quando as fotografias são tiradas por crianças, os resultados mostram aos adultos uma visão diferente do mundo. Os edifícios, as árvores, as plantas e os adultos parecem muito maiores a partir de uma posição mais baixa da câmara. Caso a câmara esteja equipada com um visor LCD de ângulo variável ou permita estabelecer ligação ao seu smartphone por Wi-Fi, pode colocar a câmara no chão para enquadrar as fotografias.

Numa cidade repleta de edifícios altos, experimente utilizar uma objetiva grande-angular ou standard e olhe para cima, em direção ao céu. Utilize o modo de prioridade de abertura (Av) e selecione uma abertura de, aproximadamente, f/8 ou f/11. Em seguida, com a câmara apontada em direção ao céu, enquadre a cena de forma a captar a convergência dos edifícios. Uma vez que estas imagens têm, frequentemente, uma ampla gama de sombras e altas-luzes, pode ter de ajustar o brilho da fotografia utilizando a compensação de exposição. Também pode ser útil utilizar a função HDR integrada na câmara.

De forma semelhante, o ponto de vista mais alto, no topo de edifícios ou com a câmara acima da cabeça, também funciona bem.

7. A regra dos terços

As imagens visualmente interessantes possuem frequentemente uma composição nítida que dá espaço ao motivo principal. A simples colocação do motivo principal numa posição ligeiramente descentrada ajuda a compor a maioria das fotografias.

Para o efeito, imagine que o seu visor ou ecrã LCD está dividido numa disposição de grelha de 3 x 3, dividida em quatro linhas. Coloque o motivo no terço direito ou esquerdo da moldura, em vez de diretamente no meio. Isto produz, geralmente, uma imagem mais interessante e apelativa do que quando coloca o motivo numa posição central.

8. Tire o máximo partido das linhas de grelha

Quando estiver familiarizado com a regra dos terços, experimente utilizar as linhas da grelha para compor fotografias melhores. Várias câmaras EOS dispõem da opção de apresentação de uma grelha no visor ou no ecrã LCD traseiro. Ative as linhas da grelha para que estas o ajudem a compor fotografias de forma mais eficiente. Se estiver a captar uma vista com uma linha de horizonte, coloque-a ao longo de uma das linhas a um terço da parte superior ou inferior da moldura, em vez de dividir a imagem ao meio colocando a linha de horizonte no ponto intermédio da imagem.

9. Utilize as linhas da grelha para filmagens

Quando estiver a filmar ao ar livre, poderá melhorar o enquadramento e manter o nível do horizonte ativando as linhas da grelha.

É difícil ver vídeos nos quais a linha do horizonte está um pouco inclinada. Parece que a imagem está a cair ou a deslizar para um dos lados. Contudo, pode deslocar propositadamente a câmara para um ângulo mais inclinado para obter composições mais interessantes. Esta inclinação intencional é, frequentemente, designada por ângulo holandês ou alemão e é utilizada em várias longas-metragens para criar situações de tensão ou desorientação, pelo que deve utilizar a inclinação com moderação nos seus vídeos em família. Se captar uma imagem com inclinação para a esquerda, experimente captar a seguinte com uma inclinação para a direita.

Pode utilizar este processo para transmitir a tensão e a diversão de explorar uma cidade nova, mas não vire demasiado a câmara. Além disso, certifique-se de que combina as imagens inclinadas com imagens de nível mais regular.

10. Utilize espirais

A técnica de composição conhecida como a "Proporção de ouro" (também conhecida como a "espiral de Fibonacci") é uma abordagem de composição natural que cria fotografias fortes e poderosas. Por volta do ano 1200 d.C., o matemático italiano Fibonacci reparou pela primeira vez na existência de uma proporção que surge várias vezes na natureza e que é apelativa ao olho humano. É frequentemente simplificada como a regra dos terços, mas a verdadeira proporção é 1:0,618:1.

A ideia é que pode criar uma composição mais forte ao compor a moldura de forma a incluir uma linha que guie o espetador num trajeto em espiral até ao motivo principal. A teoria aplica-se a várias imagens diferentes, desde paisagens a retratos, e muito mais.

11. Utilize triângulos

Se compuser a cena pensando em triângulos, pode melhorar as suas fotografias. Experimente fotografar as linhas da rua a desaparecerem ao longe e as secções triangulares resultantes na parte lateral da moldura.

Mesmo com um retrato de uma pessoa à mesa, experimente pedir ao motivo que desloque os braços para criar uma forma triangular, com os cotovelos mais afastados e as mãos a suportarem o queixo. A composição será muito mais agradável em termos estéticos.

12. Corte as suas impressões para obter o melhor efeito

Ao imprimir imagens com a sua impressora PIXMA, pode cortar as fotografias com o software Canon My Image Garden para melhorar a composição. Dedique algum tempo para experimentar diversos cortes. Para imagens de paisagens, opte por um corte panorâmico para criar uma imagem ampla. A impressão de várias imagens numa linha também proporciona o efeito panorâmico, se as tiver captado bem.

Artigos relacionados



A secção Inspirar-se é a sua principal fonte de dicas de fotografia úteis, guias de compras e entrevistas profundas: tudo aquilo de que necessita para encontrar a melhor câmara ou impressora e dar vida à sua próxima ideia criativa.

Voltar a todas as sugestões e técnicas

Produtos relacionados