NOÇÕES BÁSICAS DE FOTOGRAFIA

Como captar fotografias remotamente e porque vai querer fazê-lo

Para fotografias de vida selvagem, noturnas e de paisagens, bem como para autorretratos, aprender a controlar a câmara remotamente é essencial. Aqui está um guia rápido sobre as vantagens do disparo remoto e como fazê-lo.
Uma mulher com um vestido amarelo posa numa ponte pedonal curva, com uma Canon EOS R10 num pequeno tripé configurado para a fotografar.

O disparo remoto pode parecer uma técnica avançada, mas é muito mais fácil do que pensa e tem algumas vantagens importantes. Saiba como funciona, quando o utilizar e como irá beneficiar de diferentes tipos de fotografia com este guia útil.

O que significa disparo remoto?

Um utilizador segura um smartphone com a aplicação Camera Connect da Canon, que apresenta a mesma vista do ecrã de uma câmara Canon atrás.

É muito provável que já tenha o kit de que precisa para a fotografia com controlo remoto. É possível controlar uma vasta gama de câmaras Canon através da aplicação gratuita Camera Connect da Canon no seu smartphone ou tablet.

O disparo remoto significa simplesmente controlar a câmara e o obturador a partir de outro dispositivo, em vez dos controlos da própria câmara. A solução tradicional para isto era um cabo de obturador remoto que podia ser ligado à câmara, mas o controlo sem fios é agora possível. Uma vasta gama de câmaras Canon tem conetividade Wi-Fi e os modelos recentes, incluindo todas as câmaras do sistema EOS R, também têm Bluetooth. Com a aplicação Camera Connect da Canon, pode controlar uma vasta gama de definições e acionar o obturador diretamente a partir do seu smartphone ou tablet.

Quando deve utilizar um disparador remoto?

Existem várias vantagens na utilização de um obturador remoto. Em primeiro lugar, uma vez que não está a tocar fisicamente na câmara, elimina qualquer risco de vibração quando aciona o obturador, o que faz com que seja uma excelente forma de evitar a vibração da câmara e obter as imagens mais nítidas. Em segundo lugar, também é útil para captar imagens que possam ser difíceis de enquadrar enquanto segura a câmara nas mãos, incluindo fotografias de grupo consigo na fotografia ou fotografias de animais tímidos na natureza.

Fotografar remotamente é uma ferramenta útil para muitos géneros de fotografia diferentes, como por exemplo:

Uma fotografia de exposição longa de um rio num vale íngreme, tirada com uma Canon PowerShot G5 X Mark II. A exposição longa fez com que a água a correr pareça uma desfocagem pálida, enquanto o resto da cena está nítido.

Aqui, a exposição longa desfocou a água em movimento, mantendo o resto da cena nítido. Para este efeito, é essencial que a câmara não se mova, pelo que é muito útil poder acionar o obturador sem tocar na câmara. Tirada com uma câmara Canon PowerShot G5 X Mark II a 8 segundos, f/11 e ISO 125. © James North

Disparo remoto para fotografia de paisagem

O disparo remoto do obturador é ideal quando fotografa paisagens com um tripé, especialmente quando utiliza exposições longas, uma vez que não tocar na câmara evita a vibração da câmara. Quando está a filmar time-lapses, também ajuda a garantir que não agita a câmara e altera o enquadramento, o que faria com que as filmagens de vídeo saltassem e criassem um efeito distrativo. Com a aplicação Camera Connect da Canon, a possibilidade de alterar as definições a partir de um smartphone entre fotografias também significa que não precisa de voltar à câmara nem de verificar as imagens no ecrã da câmara. Pode até adicionar classificações por estrelas utilizando o seu dispositivo móvel para ajudar ainda mais na seleção, partilha e processamento.

O dedo de uma pessoa toca numa fotografia de um mocho na aplicação Camera Connect da Canon no ecrã de um smartphone.

É fácil focar ao fotografar remotamente utilizando a aplicação Camera Connect da Canon no seu smartphone. Basta tocar na área do ecrã onde pretende que a objetiva foque e ver o motivo à medida que este surge na vista.

Fotografar remotamente na fotografia de vida selvagem

O disparo remoto é ideal para fotografar ou filmar motivos tímidos ou difíceis, como a vida selvagem. Pode colocar a sua câmara na melhor localização para tirar a fotografia, mesmo que seja um local onde possa ser difícil ou perigoso para si, e, em seguida, ocultá-la para não assustar os seus motivos ou perturbar o seu comportamento natural. Fotografar remotamente é excelente para fotografias em grande plano e macro de pequenos motivos, onde até o mais pequeno movimento da câmara seria ampliado, estragando o enquadramento ou desfocando o motivo. O mesmo se aplica se utilizar a técnica de variação da focagem para tirar uma série de fotografias macro com diferentes partes do motivo focadas, de modo a combinar numa única imagem com mais nitidez. É fundamental manter a câmara estável. Mais uma vez, poder alterar as definições e verificar as pré-visualizações de fotografias a partir do seu smartphone, e até ampliar a vista para verificar a focagem, significa que não terá de voltar à câmara e perturbar a cena. Quando obtiver a fotografia, as informações geográficas (adicionar dados de localização à imagem a partir do seu smartphone utilizando a aplicação Camera Connect da Canon) irão proporcionar-lhe um registo preciso do local onde encontrou aquele animal raro.

Uma pessoa utiliza um smartphone para ajustar remotamente as definições de uma câmara Canon, que tem uma cena do pôr do sol no ecrã.

Muitas vezes, a fotografia noturna e em condições de pouca luz exige exposições longas e o controlo remoto também é extremamente útil neste caso, permitindo captar imagens sem qualquer risco de trepidação da câmara quando aciona o obturador.

Astrofotografia com disparo com telecomando

Com a astrofotografia, muitas vezes, tem de fotografar exposições muito longas entre 30 minutos e algumas horas. Ser capaz de fotografar remotamente significa que não irá introduzir vibração na câmara quando acionar o obturador, o que é essencial para imagens nítidas do céu. Além disso, pode estar a uma boa distância da câmara, talvez até mesmo a manter-se quente no seu automóvel ou num abrigo enquanto espera que a exposição termine. Para a astrofotografia, raramente precisa de ajustar muitas definições, mas se quiser fazê-lo, ou mesmo mudar da focagem automática para a focagem manual, pode fazer tudo à distância. Além disso, pode manter o ecrã LCD da câmara desligado, o que significa menos luz indesejada para estragar a exposição.

Um grupo de adultos e crianças está sentado numa mesa e o homem à esquerda utiliza o seu smartphone para acionar o obturador na câmara Canon na mesa em primeiro plano.

São possíveis autorretratos e fotografias de grupo criativos ao utilizar a aplicação Camera Connect da Canon para enquadrar todos na perfeição e alterar as definições a partir da aplicação.

Uma fotografia tirada com uma Canon EOS R10 utilizando o disparo remoto, a mostrar uma mulher com um vestido amarelo enquadrada num arco ornamentado em Sevilha.

Utilizar a aplicação Camera Connect da Canon para fotografar à distância também significa que pode captar toda a cena consigo. Tirada com uma Canon EOS R10 com uma objetiva Canon RF-S 18-150mm F3.5-6.3 IS STM a 35 mm, 1/2000 seg., f/5,6 e ISO 12800. © Diana Millos

Fotografia de retrato em modo mãos-livres

Se quiser experimentar a sua criatividade com os autorretratos, o disparo remoto é ideal. Enquadre-se facilmente e certifique-se de que capta tudo o que pretende na fotografia. Ser capaz de alterar as definições, como a abertura, significa que pode experimentar diferentes efeitos sem ter de se dirigir à câmara e regressar para alterar a sua composição. O disparo remoto também é muito útil para fotografias de grupo, uma vez que pode verificar se todos estão incluídos (e sorridentes) sem perturbar a cena. Reveja cada fotografia no local, e pode ajustar as definições conforme necessário ou deslocar as pessoas para posições melhores antes de o grupo dispersar.

Ao trabalhar numa sessão fotográfica num ambiente de estúdio, pode controlar a sua câmara a partir do computador utilizando o software Canon EOS Utility, que lhe oferece um ecrã ainda maior do que o seu dispositivo móvel (mais informações sobre isto em breve).

Do que precisa para a fotografia remota?

Uma mulher com um vestido amarelo ajoelha-se para ajustar as definições numa câmara Canon EOS R10 que está num tripé.

O controlo remoto da câmara permite captar autorretratos a partir de ângulos invulgares: basta configurar a câmara e, em seguida, entrar no enquadramento, verificar a composição e ajustar as definições utilizando a aplicação Camera Connect da Canon e tirar a fotografia quando estiver a postos. Um tripé é ideal, mas se não tiver um, pode simplesmente colocar a câmara em qualquer superfície estável.

A Canon oferece uma gama de acessórios à escolha para disparo remoto. O telecomando Canon RS-60E3 é um comando à distância com fios de 60 cm para câmaras EOS com uma tomada tipo E3 e o telecomando RS-80N3 é um comando à distância de 80 cm para câmaras EOS com uma tomada tipo N3. O telecomando com temporizador TC-80N3 (que também pode necessitar do adaptador para telecomando RA-E3) permite-lhe tirar fotografias em intervalos regulares para projetos de time-lapse sem tocar na câmara.

Quanto às soluções sem fios, o telecomando Canon RC-6 funciona a distâncias de até 5 metros utilizando infravermelhos. O telecomando sem fios Canon BR-E1 funciona com câmaras EOS compatíveis com Bluetooth a distâncias de até 5 metros.

No entanto, é provável que já tenha o kit de que precisa para a fotografia remota. A aplicação Camera Connect da Canon é de transferência gratuita para utilizadores de iOS e Android e rápida de configurar no seu smartphone ou tablet. É compatível com uma vasta gama de câmaras Canon, não só com as mais recentes câmaras mirrorless, mas também com algumas DSLR e câmaras compactas PowerShot.

Algumas das funcionalidades da aplicação funcionam através de Bluetooth e outras requerem uma ligação Wi-Fi, pelo que deve ativar ambas no seu dispositivo móvel para tirar o máximo partido da aplicação.

Como utilizar a aplicação Camera Connect da Canon para disparo remoto

Um utilizador segura um smartphone com a aplicação Camera Connect da Canon, que apresenta uma variedade de opções disponíveis, com uma Canon EOS R7 numa mesa em segundo plano.

Instale a aplicação Camera Connect da Canon no seu smartphone ou tablet e terá várias opções para controlar a câmara remotamente, dependendo do modelo da câmara.

A ligação à câmara é um processo simples, com instruções no ecrã na aplicação para o orientar enquanto avança. Quando estiver ligado, terá várias opções para explorar, dependendo do modelo da câmara, como o disparo remoto, a adição de classificações de estrelas às imagens e a transferência de imagens e vídeos para as partilhar com outras pessoas.

Deverá ser capaz de ver uma opção chamada Captação remota no modo Live View, que irá apresentar uma transmissão em direto exatamente do que a sua câmara vê. A partir daqui, pode fazer ajustes às definições, tais como o ponto de focagem, a velocidade do obturador, a abertura, o ISO, o equilíbrio de brancos, o temporizador, a medição e muito mais. Vale a pena familiarizar-se com a interface quando a configurar pela primeira vez.

Também verá um botão branco grande no ecrã, onde basta tocar para tirar a fotografia. Se pretender gravar vídeo, ative o ícone de vídeo na parte superior do ecrã para mudar para o modo de vídeo.

A aplicação Camera Connect da Canon também funciona como um centro para outras aplicações úteis para a sua câmara, como a aplicação image.canon para transferência e armazenamento de imagens na cloud, tornando-a no seu ponto único para obter as ferramentas mais recentes. Com a EOS R3, a PowerShot ZOOM e outras câmaras EOS lançadas a partir de 2022, também é possível atualizar o firmware da câmara através da aplicação Camera Connect da Canon, tornando mais simples do que nunca manter-se atualizado com os mais recentes aperfeiçoamentos e novas funções.

Como focar ao fotografar remotamente?

Três capturas de ecrã da aplicação Camera Connect da Canon, que mostram como ajustar o ponto de focagem, utilizando o exemplo de uma fotografia de grande plano de uma maçã verde.

Utilize a aplicação Camera Connect da Canon para alternar facilmente entre focagem manual e focagem automática e definir o ponto de focagem, dependendo da fotografia que pretende.

É fácil focar através da aplicação Camera Connect da Canon. Pode tocar à volta do ecrã para alterar o ponto AF e verá que a objetiva foca automaticamente onde coloca o ponto de focagem.

A focagem manual também é suportada, o que pode ser útil para fotografias em grande plano e macro em que pretende ajustar a focagem do motivo. Uma vantagem adicional é que pode alternar entre focagem automática e focagem manual sem ter de voltar à câmara e utilizar o interruptor na objetiva. Pode premir o botão de focagem manual na aplicação e utilizar as setas para ajustar a focagem manual.

Como fotografar remotamente utilizando o software Canon EOS Utility?

Um computador portátil está sobre uma mesa ao ar livre, perto de uma câmara num tripé, com o ecrã a mostrar a imagem transmitida pela câmara e as definições na parte lateral.

Se estiver a trabalhar numa configuração mais formal com o seu computador portátil, o EOS Utility da Canon oferece-lhe uma pré-visualização em direto e a capacidade de ajustar as definições remotamente, numa escala maior do que o ecrã do telemóvel.

Não é apenas através do seu smartphone que pode fotografar remotamente. Existem outras formas que podem ser mais adequadas, dependendo das suas necessidades.

O EOS Utility é um software da Canon para o seu computador que permite o disparo remoto. Pode ser utilizado sem fios ou através de uma ligação USB, permite um controlo exaustivo da câmara e as imagens podem ser guardadas diretamente no seu computador ou cartão de memória. Esta pode ser uma excelente opção num ambiente de estúdio, permitindo-lhe ver imagens no ecrã maior do computador, ajustar as definições e garantir um enquadramento perfeito na pré-visualização em direto, utilizando grelhas e ferramentas de composição. Também pode utilizá-lo em conjunto com o software Digital Photo Professional da Canon para editar e classificar as fotografias que tirou remotamente.

Se pretender utilizar a câmara como webcam, o EOS Webcam Utility é uma excelente opção. É compatível com uma vasta gama de câmaras Canon e foi concebido para lhe permitir utilizar a sua câmara para transmissão em direto e chamadas de vídeo, o que também é excelente para transmitir e gravar peças para a câmara.

Seja qual for o modelo da sua câmara e o tipo de fotografia que estiver a fazer, a Canon oferece-lhe formas de tirar fotografias ou captar vídeo remotamente. Porque não experimentar o disparo remoto?

Escrito por Astrid Pitman


Produtos relacionados

Artigos relacionados

  • NOÇÕES BÁSICAS DE FOTOGRAFIA

    Como controlar a exposição

    Domine as definições de abertura, velocidade do obturador e ISO.

  • Uma imagem de paisagem de pinheiros, um lago e montanhas cobertas de neve sob um céu estrelado.

    FOTOGRAFIA NOTURNA

    Fotografia de céu noturno

    As melhores técnicas para fotografar estrelas à noite, incluindo time-lapses e imagens dos rastos do brilho das estrelas.

  • COMPOSIÇÃO

    Melhore as suas composições

    Pretende tirar fotografias mais interessantes? Siga estas sugestões de composição de imagem.

  • O realizador Matthew Vandeputte utiliza a sua câmara a partir de uma posição elevada entre os edifícios da cidade. © Pete Jobson

    FOTOGRAFIA TIME-LAPSE

    Captar movimento em vídeos em time-lapse

    Técnicas infalíveis para filmar vídeos em time-lapse, em hyper-lapse e em câmara lenta.