FOTOGRAFIA DE PAISAGEM

As melhores objetivas para principiantes para fotografia de paisagem

De paisagens amplas e vastas a detalhes panorâmicos em grande plano, existe uma objetiva de distância focal fixa ou de zoom que se adapta a todos os cenários paisagísticos.
Um cais de madeira sobre um lago rodeado por montanhas. As nuvens no céu são refletidas na superfície do lago.

As paisagens vastas podem ser de uma beleza deslumbrante. No entanto, muitas vezes, perde-se algo entre o que o olho consegue ver e o que é captado na câmara. Há duas grandes razões para isso. Primeiro, a visão humana tem um ângulo de visão horizontal de cerca de 210°. Por outro lado, uma objetiva de zoom standard de 24 a 105 mm numa câmara Full-Frame só atinge os 74°. Em segundo lugar, os olhos oferecem-lhe naturalmente uma visão 3D de qualquer paisagem, enquanto que uma imagem fotográfica é bidimensional.

A boa notícia é que, ao escolher a objetiva e a técnica fotográfica certas, pode facilmente compensar estes dois problemas. Ainda melhor, a Canon oferece uma gama de objetivas de distância focal fixa e de zoom económicas que proporcionam um excelente desempenho e qualidade de imagem. Vamos analisar melhor esta questão, começando pela forma como a sua câmara afeta a escolha da objetiva.

APS-C vs. Full-Frame para fotografia de paisagem

Uma vista panorâmica de uma cidade num dia ensolarado. Em primeiro e segundo plano, é possível ver várias grandes espirais.

As câmaras selecionadas com o sistema EOS R, como a Canon EOS R7 e EOS R10, incluem um modo de captura panorâmica, que cria imagens panorâmicas "coladas" na câmara. Na EOS R7, esta funcionalidade é ainda melhorada pela função de nível automático, que utiliza a estabilização de imagem no corpo (IBIS) da câmara para nivelar horizontes automaticamente. Tirada com uma Canon EOS R10 com uma objetiva Canon RF-S 18-45mm F4.5-6.3 IS STM a 45mm, 1/500 seg., f/7,1 e ISO100.

A câmara que utiliza para fotografar paisagens afeta a escolha da objetiva, por isso, iremos observar primeiro as diferenças entre as câmaras Full-Frame e APS-C para fotografia de paisagem. Independentemente do número de megapixels, as câmaras Full-Frame têm "fotopontos" maiores que equivalem a pixels individuais. Com câmaras Full-Frame, como a Canon EOS RP e Canon EOS R6, pode contar com uma maior gama dinâmica para reter detalhes em altas-luzes claras e sombras escuras. Outra vantagem é a redução do ruído da imagem, juntamente com uma maior retenção de pormenores, se precisar de aumentar a definição ISO em condições de pouca luz.

Por sua vez, as câmaras APS-C, como a Canon EOS R10, têm um fator de corte de 1,6x que, para qualquer distância focal "efetiva" vs. real, proporciona uma maior profundidade de campo. Isto pode ser útil para manter as áreas em primeiro e em segundo plano igualmente nítidas em fotografias de paisagem. Uma boa sugestão para aumentar a profundidade de campo com qualquer câmara é focar num ponto a cerca de um terço da área da paisagem abrangida pelo enquadramento da fotografia. A aplicação Guia de Fotografia da Canon inclui uma calculadora de profundidade de campo e de distância hiperfocal que pode ajudá-lo a garantir que o seu enquadramento permanece nítido.

Uma bela baía captada em condições de pouca luz. A fotografia é iluminada pelo brilho do horizonte e enquadrada por silhuetas de árvores.

Uma objetiva grande-angular clássica, como a pequena mas poderosa Canon RF 16mm F2.8 STM, que pesa apenas 165 g, é ideal para paisagens panorâmicas ultra-amplas, vívidas e nítidas. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 16mm F2.8 STM a 20 seg., f/11 e ISO200.

Captada na vertical em direção à copa das árvores, os troncos altos e estreitos conduzem o olhar para a frondosa folhagem verde mais acima.

As objetivas grande-angular permitem-lhe captar toda a amplitude de uma cena lindíssima, mas nem todas as fotografias precisam de um campo de visão amplo. Por vezes, estar ao nível do chão para mostrar a forma como a paisagem se expande pode oferecer uma perspetiva interessante numa cena. Tirada com uma Canon EOS RP com uma objetiva Canon RF 24-240mm F4-6.3 IS USM a 24 mm, 1/40 seg., f/16 e ISO800.

Que tipo de objetiva é mais adequada para fotografias de paisagem?

Para as fotografias de paisagem amplas clássicas que captam uma perspetiva vasta da paisagem, grandes céus dramáticos e reflexos nos lagos, precisa de uma objetiva grande-angular que lhe permite um enquadramento maior para criar interesse e drama.

No entanto, as objetivas grande-angular não são a única escolha para fotografar paisagens. Por vezes, compensa ser seletivo e enquadrar a sua composição numa área relativamente pequena. Nestas situações, um zoom standard, como o da Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM, pode ser tudo o que precisa. Na extremidade curta da sua amplitude de zoom muito versátil, poderá continuar a enquadrar uma grande parte da paisagem.

Pode ser difícil escolher entre uma objetiva de zoom ou de distância focal fixa para fotografar paisagens. Ambas têm muito para oferecer. Ao fotografar paisagens, qualquer coisa, desde paredes, cercas e sebes até falésias, rios e lagos, pode bloquear o seu caminho e o terreno difícil pode ser um verdadeiro obstáculo. A capacidade de compensar uma posição de captação comprometida com o simples rodar de um anel de zoom pode ser inestimável.

No entanto, o debate entre "zoom vs. distância focal fixa" não é unilateral. Muitos fotógrafos de paisagens profissionais preferem fotografar com objetivas de distância focal fixa. A distância focal fixa pode ajudá-lo a focar-se na composição, movendo-se para obter o posicionamento perfeito onde os elementos em primeiro plano, plano intermédio e segundo plano se combinam melhor. Mudar de posição mais frequentemente também lhe dá o bónus de descobrir novas perspetivas para fotografar e diferentes formas de as fotografar.

A fotografia de uma paisagem, tirada de cima, de uma bela baía rodeada por folhagem verde e água azul-turquesa.

Com uma objetiva compacta e leve, como a Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM, vai descobrir que pode caminhar ou subir até áreas que, de outra forma, seriam inacessíveis, assim como descobrir ainda mais oportunidades de captar fotografias mágicas, como esta impressionante fotografia de praia. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM a 24 mm, 1/200 seg., f/11 e ISO100.

O tamanho e o peso são importantes ao escolher uma objetiva de paisagem. Todas as opções deste guia têm um design incrivelmente compacto e leve. Pode partir para a aventura com um corpo de câmara e apenas uma ou duas destas objetivas num saco pequeno, sem que se sinta pesado.

Outra coisa que ajuda a reduzir o peso é que não precisa de um tripé, muitas vezes visto como essencial na fotografia de paisagem convencional. A maioria das nossas objetivas incluem uma IS ótica altamente eficaz, cujo desempenho é ainda melhor quando trabalha em conjunto com o IBIS em câmaras como a Canon EOS R6. Vai descobrir que pode fotografar sem tripé, mesmo na "hora azul" do crepúsculo e continuar a obter fotografias nítidas de forma consistente.

A melhor objetiva para principiantes para fotografia de paisagem: Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM

A fotografia de uma paisagem de uma pequena cidade construída na encosta de uma colina. O mar e o céu, ambos num azul vívido, podem ser vistos em segundo plano.

Com uma grande amplitude de zoom numa estrutura pequena, a Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM conta com um estabilizador de imagem ótico de 5 pontos e um anel de focagem/controlo, ao qual pode atribuir diferentes funções, como a compensação de exposição, no modo de focagem automática. Tirada com uma Canon EOS RP com uma objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM a 105 mm, 1/320 seg., f/11 e ISO100.

Uma pequena florista numa rua espanhola. Fora da loja, há vários ramos em exposição.

Fotografar na extremidade mais ampla da amplitude de zoom da Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM permite-lhe captar todos os detalhes desta paisagem urbana repleta de cores quando não consegue afastar-se mais. Tirada com uma Canon EOS RP com uma objetiva Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM a 26 mm, 1/125 seg., f/6.3 e ISO100.

De paisagens épicas a pequenos detalhes e tudo o resto, uma opção multifuncional como a Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM permite-lhe ver tudo. Tem o potencial de grande-angular na sua distância focal mais curta. Com distâncias focais standard de cerca de 35 a 50 mm, obterá uma perspetiva muito natural que proporciona uma boa sensação de espaço, distância e relação entre as áreas em primeiro e segundo plano. Na extremidade mais longa da amplitude de zoom, as distâncias focais da teleobjetiva têm o efeito de comprimir a perspetiva, fazendo com que as áreas em primeiro e segundo plano pareçam mais próximas entre si. É o oposto do efeito que obtém com uma objetiva grande-angular e pode conferir um toque interessante e diferente na fotografia de paisagem criativa.

A melhor objetiva grande-angular para principiantes para fotografia de paisagem: Canon RF 16mm F2.8 STM

As ondas rebentam na costa à medida que o sol se põe em segundo plano. A luz criou um efeito de auréola à volta do sol, que se encontra a meio da silhueta da costa.

O enorme ângulo de visão da Canon RF 16mm F2.8 STM oferece uma impressão surpreendente assim que coloca o olho no visor da câmara e consegue alterar toda a sua perspetiva sobre a fotografia de paisagem. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 16mm F2.8 STM a 1/400 seg., f/11 e ISO200.

Um barco pequeno, iluminado pelo brilho do pôr do sol em segundo plano, numa massa de água calma. A linha costeira em primeiro plano guia os olhos do espetador pelo enquadramento, à medida que se estende até ao horizonte.

Caminhos, rios, linhas de árvores e outros objetos que vão do primeiro plano ao segundo plano, como a linha costeira em silhueta nesta imagem, podem ajudar a guiar um espetador pela imagem. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 16mm F2.8 STM a 1/200 seg., f/11 e ISO200.

No caso das câmaras ultra-amplas, a Canon RF 16mm F2.8 STM oferece-lhe uma perspetiva totalmente nova no que toca a paisagens, uma vez que fotografar a 16 mm aumenta o ângulo de visão de 84° para um pouco mais de 108°, o que, na prática, se trata de uma enorme diferença.

O ângulo de visão amplo é incrível na fotografia de paisagem e a correção na câmara proporciona resultados sem distorção. Também oferece uma útil distância focal efetiva de 25,6 mm quando utilizada com a Canon EOS R10 de formato APS-C.

As objetivas grande-angulares podem captar paisagens vasta, mas também exageram o efeito da perspetiva, em tudo exceto nas áreas próximas do primeiro plano, que parecem afastar-se rapidamente na distância. Para conferir um aspeto 3D a fotografias de paisagem de grande-angular, muitas vezes é melhor captar alguns objetos de interesse em primeiro plano que ajudem a conduzir o olhar do observador para o enquadramento.

A objetiva grande-angular de zoom mais versátil para paisagens: Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM

Uma longa exposição de nenúfares e flores iluminados, captada com o estabilizador de imagem da objetiva desligado, na qual as luzes parecem desfocadas.

A Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM beneficia de um estabilizador de imagem de 5,5 pontos para fotografar sem tripé. Esta fotografia em condições de pouca luz foi captada com o estabilizador de imagem desligado. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM a 15 mm, 1/5 seg., f/8 e ISO400.

Uma longa exposição de nenúfares e flores iluminados, captada com o estabilizador de imagem da objetiva ligado, na qual as luzes parecem focadas.

A diferença na nitidez da imagem é claramente visível quando o estabilizador de imagem ótico está ligado. O estabilizador de imagem da objetiva funciona em conjunto com o IBIS na EOS R6 para melhorar ainda mais os resultados. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM a 15 mm, 1/5 seg., f/8 e ISO400.

Não há nada que se compare a uma objetiva grande-angular de zoom, como a Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM, para obter versatilidade numa câmara mirrorless Full-Frame. Ao contrário de muitas objetivas grande-angulares de zoom, esta objetiva é extraordinariamente compacta e leve, pesando apenas 390 g e proporcionado uma vasta gama de distâncias focais para a fotografia de paisagem. Para além de lhe proporcionar um ângulo máximo de visão incrivelmente amplo, tem uma capacidade macro de 0,52x para grandes planos e um estabilizador de imagem de 5,5 pontos que garante fotografias nítidas sem tripé, mesmo em condições de pouca luz.

Para câmaras DSLR APS-C, a Canon EF-S 10-22mm f/3.5-4.5 USM adapta-se igualmente na perfeição e, se não tiver experiência com câmaras mirrorless, pode continuar a utilizar esta objetiva em câmaras como a Canon EOS R10 através do Canon Mount Adapter EF-EOS R.

Objetivas de distância focal fixa para fotografia de paisagem criativa: Canon RF 24mm F1.8 MACRO IS STM e Canon RF 35mm F1.8 MACRO IS STM

Um campo de flores brancas com centros amarelos a crescer na natureza. Podem ser observadas montanhas e um lago à distância.

Desde fotografias grande-angular a grandes planos extremos de pequenos detalhes numa paisagem, a Canon RF 24mm F1.8 MACRO IS STM capta tudo com o que se depara e é incrivelmente versátil para uma objetiva de distância focal fixa. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 24mm F1.8 MACRO IS STM a 1/125 seg., f/11 e ISO100.

Um grande plano de muitas flores brancas com centros amarelos a crescer na natureza. As flores em primeiro plano estão focadas, ao passo que as que estão por trás estão desfocadas.

A objetiva Canon RF 24mm F1.8 MACRO IS STM oferece uma ampliação macro de 0,5x à distância de focagem mais curta (14 cm), reproduzindo pequenos objetos com metade do tamanho real no sensor de imagem, enquanto o estabilizador de imagem de 5 pontos reduz o risco de vibração da câmara. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 24mm F1.8 MACRO IS STM a 1/1000 seg., f/4 e ISO100.

A Canon RF 24mm F1.8 MACRO IS STM combina um ângulo de visão útil com uma abertura luminosa de f/1.8. Isto pode ajudar a manter velocidades do obturador rápidas, mesmo em condições de pouca luz, se quiser congelar o movimento da folhagem e de outros elementos da paisagem que se encontram a esvoaçar ao vento.

A abertura luminosa também combina bem com a distância de focagem mínima muito curta da objetiva para proporcionar uma profundidade de campo reduzida. Isto pode ser excelente para fotografar pequenos objetos de interesse numa paisagem e isolá-los contra um fundo desfocado, enquanto mantém todas as belas cores da natureza dentro da cena global.

Para um ângulo de visão mais moderado com as mesmas vantagens, não precisa de procurar mais, graças à Canon RF 35mm F1.8 MACRO IS STM. Com uma perspetiva totalmente natural para a fotografia de paisagem, é particularmente eficaz para grandes planos extremos quando fotografa sem tripé, uma vez que pode tirar partido do fator de ampliação macro de 0,5x da objetiva. A abertura luminosa de f/1.8 também lhe proporciona uma profundidade de campo estreita em grandes planos, para que possa desfocar o fundo eficazmente.

A beleza e o drama espetaculares de uma paisagem maravilhosa têm muito para oferecer a qualquer fotógrafo. Com a câmara e as objetivas da Canon certas, poderá captar a natureza em toda a sua glória.

Escrito por Matthew Richards

Produtos relacionados

  • Objetiva de grande angular

    Canon RF 16mm F2.8 STM

    Uma objetiva full-frame de 16 mm de ultragrande angular, compacta e acessível, para a série EOS R, concebida para vloggers e criadores de conteúdo criativo.
  • Objetiva de distância focal fixa grande angular

    Canon RF 24mm F1.8 MACRO IS STM

    Uma objetiva de distância focal fixa de 24 mm leve e compacta, ideal para fotografias de paisagens, vlogging e interiores, para além de proporcionar excelentes imagens macro.
  • Objetiva de zoom ultragrande angular

    Canon RF 15-30mm F4.5-6.3 IS STM

    Uma objetiva de zoom RF 15-30 mm compacta e leve, perfeita para viagens, incluindo paisagens urbanas, paisagens, arquitetura e vlogs em movimento.
  • Objetivas RF

    RF 24-105mm F4-7.1 IS STM

    A objetiva de utilização diária ideal para os entusiastas de mirrorless Full-Frame. Fácil de utilizar, a RF 24-105mm F4-7.1 IS STM é leve, compacta e está pronta para levar a sua fotografia ao próximo nível.
  • Câmaras mirrorless

    EOS R6

    Independentemente do que fotografar e de como o fotografar, a EOS R6 permite-lhe ser criativo de formas que nunca pensou serem possíveis.
  • Câmaras mirrorless

    EOS R10

    Dê o passo seguinte em matéria de fotografia e vídeo com uma câmara mirrorless do sistema EOS R concebida em torno de um sensor de tamanho APS-C.
  • Artigos relacionados

  • Uma fotógrafa nas rochas com pouca água a fotografar um lago rodeado por montanhas.

    FOTOGRAFIA DE PAISAGEM

    Desafio da objetiva de paisagem

    A profissional Verity Milligan partilha a sua experiência de fotografia criativa de paisagens com duas objetivas leves.

  • Uma fotografia de paisagem de uma árvore na encosta de uma colina, em frente a um céu roxo.

    FOTOGRAFIA DE PAISAGEM

    As melhores sugestões para fotografias de paisagens

    Descubra as técnicas de fotografia que o ajudarão a elevar as suas fotografias de paisagens a outro nível.

  • Um fotógrafo de paisagens a olhar através do visor de uma Canon EOS RP para tirar uma fotografia de campos ondulantes.

    FOTOGRAFIA DE PAISAGEM

    Como fotografar paisagens sem tripé

    Aprenda a captar paisagens impressionantes sem um tripé.

  • Uma imagem do "antes" e do "depois" de uma paisagem pantanosa, não editada à esquerda e a preto e branco à direita.

    NOÇÕES BÁSICAS DE EDIÇÃO

    Como editar imagens de paisagens para impressão

    Técnicas de edição que transformarão as suas fotografias cénicas em obras de arte.