FOTOGRAFIA DE VIAGEM

10 sugestões e técnicas de fotografia de viagem

A fotógrafa e blogger Diana Millos partilha as suas melhores sugestões para fotografar fantásticas fotografias de viagem.
Uma mulher com um vestido vermelho sem alças agacha-se para tirar uma fotografia com uma Canon EOS R10.

Diana Millos, influenciadora e fotógrafa espanhola, começou a viajar para assistir a festivais e concertos de música. Isso deu origem a uma paixão pela aventura que rapidamente evoluiu para uma carreira a tempo inteiro como fotógrafa e blogger de viagem profissional com mais de 140 mil seguidores no Instagram.

Aqui, a Diana, cujas mais recentes aventuras incluem viagens a Cuba e a Espanha, partilha as suas 10 melhores sugestões para fotografia de viagem para captar imagens deslumbrantes ao explorar novos locais.

Sugestão 1: Faça uma pesquisa sobre o seu destino

Um teto abobadado ornamentado fotografado por baixo.

Diana Millos, fotógrafa de viagem e blogger, pesquisa sempre os seus destinos para identificar os melhores locais para fotografar. Esta impressionante fotografia do teto ornamentado no Salão dos Embaixadores do Alcázar Real de Sevilha tirada durante uma pequena viagem pela cidade em Espanha com a Canon EOS R10. Tirada com uma Canon EOS R10 com uma objetiva Canon RF-S 18-45mm F4.5-6.3 IS STM a 18 mm, 1/250 seg., f/4,5 e ISO12800. © Diana Millos

Duas bailarinas de flamenco em trajes tradicionais posam com os braços elevados e as mãos nas ancas num pátio frondoso.

Diana explica que é importante, ao enquadrar as suas fotografias, considerar o que pretende fazer com a imagem e adaptar a sua composição em conformidade. Por exemplo, os retratos publicados no Instagram têm de se ajustar a um rácio de aspeto de 4:5. Tirada com uma Canon EOS R com uma objetiva Canon RF 35mm F1.8 MACRO IS STM a 1/200 seg., f/1.8 e ISO200. © Diana Millos

"Acho que o planeamento prévio é absolutamente essencial na fotografia de viagem", afirma a Diana. "Assim que sei para onde vou, começo a pesquisar online locais de interesse, utilizando as redes sociais, blogues e o Pinterest.

"Procuro locais que me inspirem, para ter uma boa ideia de onde quero ir e de como lá vou chegar. Isso dá-me uma estrutura para planear as minhas fotografias, mas, depois de chegar, procuro ângulos e perspetivas diferentes dos que vi online, para poder ser criativa e tentar acrescentar algo original e único às minhas imagens."

Sugestão 2: Leve uma câmara dedicada que não pese muito

Uma câmara Canon EOS R10 projeta uma sombra num cais de madeira.

Embora seja compacta e leve, a Canon EOS R10 inclui um visor eletrónico (EVF) detalhado e de alta resolução, e um flash incorporado, perfeito para condições de pouca luz e outras situações de fotografia desafiantes.

"Adoro a Canon EOS R10", afirma a Diana. "É simplesmente perfeita para fotografia de viagem e para fotografar durante todo o dia, porque é tão pequena e leve. Cabe facilmente num saco para câmara do tamanho de uma mala de mão, mesmo com uma ou duas objetivas adicionais, mas é potente e a qualidade de imagem é impecável. Também gosto muito da possibilidade de pré-visualizar o brilho, o contraste e a cor no EVF, para saber como irá ficar a fotografia."

Se preferir uma câmara Full-Frame que proporcione uma qualidade de imagem excecional em condições extremas de pouca luz e a opção de uma profundidade de campo mais reduzida ao utilizar a mesma distância focal, a Canon EOS RP compacta e leve é uma excelente companheira de viagem.

Para quem prefere uma câmara compacta, a PowerShot G7 X Mark III de objetiva fixa inclui uma potente amplitude de zoom, vídeo 4K e fotografias fantásticas de 20,1 MP.

Sugestão 3: Escolha objetivas que se adequem às suas necessidades

Uma pessoa com um vestido amarelo fixa uma objetiva Canon a uma câmara Canon EOS R10.

A Canon RF-S 18-150mm F3.5-6.3 IS STM oferece-lhe de tudo, desde uma perspetiva grande angular a um potente alcance de teleobjetiva, sem a necessidade de transportar ou transportar objetivas adicionais.

Um avião a levantar voo ao anoitecer, com a silhueta das colinas e das montanhas em contraste com um céu amarelo.

Com um peso de 635 g, a compacta Canon RF 100-400mm F5.6-8 IS USM oferece um potente alcance de teleobjetiva e um estabilizador de imagem de 5,5 pontos para fotografias sem trepidação. É uma excelente objetiva para levar consigo se o seu destino de viagem incluir cenários de fotografia de vida selvagem ou festivais. Numa câmara APS-C como a Canon EOS R10, tem um intervalo de zoom efetivo ainda mais potente e eficaz de 160-640 mm. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 100-400mm F5.6-8 IS USM a 400 mm, 1/500 seg., f/8 e ISO2000.

"Se estiver a fotografar do amanhecer ao anoitecer, não quero transportar um kit pesado, por isso tento levar o mínimo de objetivas adicionais", afirma a Diana.

As objetivas adequadas para viagens da Canon EOS R10 incluem a RF-S 18-45mm F4.5-6.3 IS STM, que tem um design retrátil particularmente compacto e pesa apenas 130 g. Para uma amplitude de zoom mais ampla, a RF-S 18-150mm F3.5-6.3 IS STM permite-lhe adaptar-se instantaneamente a praticamente qualquer cenário de fotografia sem necessitar de uma objetiva adicional.

O melhor das câmaras do sistema EOS R da Canon é poder utilizar as objetivas compatíveis Full-Frame nos corpos de formato APS-C e vice-versa. Por exemplo, a Canon RF 35mm F1.8 IS MACRO IS STM proporciona o mesmo campo de visão na EOS R10 que a utilização de uma objetiva de 56mm numa câmara Full-Frame como a EOS RP. Da mesma forma, se pretender tirar partido do seu tamanho e portabilidade, pode utilizar as objetivas Canon RF-S 18-45mm F4.5-6.3 IS STM e RF-S 18-150mm F3.5-6.3 IS STM, mas a imagem será recortada.

A Canon RF 50mm F1.8 STM é outra excelente opção de viagem para a EOS R10 ou para a EOS RP. As melhores opções de zoom incluem a leve Canon RF 24-105mm F4-7.1 IS STM e a teleobjetiva RF 100-400mm F5.6-8 IS USM, que é muito compacta para uma objetiva com um alcance tão poderoso.

Sugestão 4: Acorde cedo

Uma mulher de t-shirt e mochila segura uma Canon EOS RP para tirar uma fotografia do nascer do sol sobre o oceano.

Se estiver a fotografar na direção do sol, é provável que as pessoas ou os motivos em primeiro plano se transformem em silhuetas. Não tente eliminar este efeito. Aproveite a oportunidade para captar o ambiente.

"Os pontos turísticos são muito movimentados, mesmo de manhã cedo", refere Diana. "Acordo muito cedo para me antecipar às multidões, para poder captar cenas sem pessoas ou, às vezes, apenas com uma pessoa para acrescentar interesse. Também consegue o bónus de uma iluminação deslumbrante ao nascer do sol, o que faz com que seja, indiscutivelmente, a minha altura preferida para fotografar."

Frequentemente chamada de "hora dourada", nesta altura o sol está numa posição baixa no céu durante a hora após o nascer do sol e a hora antes do pôr do sol, com um brilho dourado que pode adicionar uma magia real às fotos de viagem. Diana fotografa sempre ficheiros RAW, para poder ajustar o equilíbrio de brancos e a exposição para melhorar a representação de cores, os destaques e as sombras no momento de editar as suas fotografias em software de imagem, como o Digital Photo Professional da Canon.

Sugestão 5: Regresse aos seus locais favoritos ao longo do dia

Um templo numa colina projeta sombras longas no solo à medida que o sol se põe atrás do mesmo.

Com o sol surgem as sombras, mas não tenha medo das cenas com elevado contraste. Exponha as áreas de luz e observe as sombras a aparecerem com um contraste nítido. Depois de configurar a exposição, recomponha a imagem e fotografe. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 15-35mm F2.8L IS USM a 22 mm, 1/200 seg., f/9 e ISO100.

"Apesar de gostar de fotografar ao nascer do sol, penso que é importante voltar aos locais fantásticos noutras alturas do dia", afirma Diana. "As cenas movimentadas também podem resultar em excelentes fotografias de viagem, captando a cultura e o ambiente do local. As áreas de sombras e luz, e como o sol ilumina uma cena, mudam bastante à medida que o dia avança."

Lembre-se de que o sol muda de posição no céu, por isso, se, por exemplo, os marcos e os edifícios que pretende fotografar estiverem à sombra de manhã, pode valer a pena regressar à tarde quando a luz mudar.

Sugestão 6: Utilize a aplicação Camera Connect da Canon

Mãos seguram um telemóvel no qual se vê a aplicação Camera Connect da Canon. É possível ver uma Canon EOS R10 em segundo plano.

A aplicação Camera Connect da Canon não só lhe permite controlar a sua câmara remotamente, como também transferir imagens instantaneamente, prontas para partilhar imediatamente nos seus canais sociais.

Uma mulher com um vestido vermelho posa na frente de uma série de arcos ornamentados.

Geralmente, ao tirar fotografias de viagem, a Diana gosta de aparecer no enquadramento. Para nitidez do primeiro ao último plano, quando tanto o motivo como o fundo são essenciais para a sua composição, mantenha uma pequena abertura (f-stop elevado) no intervalo de f/8 a f/11. Tirada com uma Canon EOS R10 com uma objetiva Canon RF-S 18-45mm F4.5-6.3 IS STM a 18mm, 1/100 seg., f/5,6 e ISO100. © Diana Millos

"A minha técnica de fotografia de viagem favorita é procurar simetria nas cenas, com linhas simples e organizadas que criam formas arrojadas", explica a Diana. "Também gosto de aparecer na imagem. Por isso, transporto sempre um tripé e configuro a câmara antes de entrar no enquadramento."

A aplicação Camera Connect da Canon permite-lhe controlar a câmara a partir do seu telemóvel e fazer quaisquer ajustes remotamente. Também pode pré-visualizar a imagem e ajustar a focagem automática enquanto está no enquadramento.

Sugestão 7: Grave vídeos e tire fotografias

Uma pessoa capta imagens suas num dia de sol utilizando uma câmara Canon EOS R10 e um microfone.

A Canon EOS R10 é uma câmara ideal para vlogues de viagem. Pode gravar além do limite de tempo convencional de 30 minutos e a opção Movie Digital IS ajuda a estabilizar as filmagens enquanto caminha.

"O vídeo está a aparecer cada vez mais nas redes sociais, pelo que é importante para mim filmar vídeos além de tirar fotografias", afirma Diana. "Tenho a tendência de captar muitos clipes curtos de diferentes locais, para os poder editar em conjunto e criar um vídeo que dê uma perspetiva geral do local. Utilizo sempre a definição de qualidade máxima da minha câmara para vídeo, para ter o máximo de latitude ao editar."

A Canon EOS R10 é excelente para este efeito, com opções para 4K 60p, 4K 30p com sobreamostragem de 6K e Full HD de alta qualidade a 120p, que a Diana adora para criar sequências em câmara lenta.

Sugestão 8: Trabalhe os ângulos para tirar diferentes fotografias

O telhado de um edifício, composto por hexágonos metálicos com cabos que se entrecruzam, fotografado por baixo num dia de sol.

Olhe à volta, demore o tempo que for preciso para pensar no ângulo da sua fotografia e irá criar fotografias de viagem mais diferenciadas. Tirada com uma Canon EOS R10 com uma objetiva Canon RF-S 18-45mm F4.5-6.3 IS STM a 18 mm, 1/400 seg., f/4,5 e ISO100.

"Quando estiver a fotografar locais e marcos famosos, pode ser difícil fazer com que as suas fotografias se destaquem. Procuro sempre ângulos pouco comuns que proporcionem uma perspetiva diferente", refere Diana. "Fotografar a partir de uma posição baixa junto ao solo ou de uma posição elevada pode ser uma grande vantagem e é fácil fazê-lo com um ecrã de ângulo variável. Para obter ainda mais altura, coloco a minha câmara no tripé e utilizo-o como vara, para a conseguir segurar acima da cabeça e continuar a pré-visualizar a fotografia no ecrã traseiro. É excelente quando precisa de fotografar sobre as cabeças das pessoas numa multidão, ou mesmo sobre vedações e muros."

Sugestão 9: Revele mais com objetivas de grande angular e macro

Uma praia de areia branca e água azul transparente atrás de espessas fileiras de vegetação tropical.

A Canon RF 16mm F2.8 STM é uma objetiva de distância focal fixa Full-Frame económica, ideal para paisagens, arquitetura, vlogues e muito mais. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 16mm F2.8 STM a 1/400 seg., f/11 e ISO200.

Um grande plano de um caranguejo eremita com uma carapaça cor de laranja pálido que atravessa a areia molhada.

Procure os detalhes que tornam o local que está a visitar único e crie belas fotografias artísticas utilizando a definição Macro da sua câmara. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 16mm F2.8 STM a 1/1250 seg., f/2,8 e ISO200.

"As imagens de viagem abrangem de tudo, desde paisagens selvagens a majestosos interiores arquitetónicos. Para fotografar ambos, gosto de utilizar uma objetiva grande angular", afirma Diana.

A Canon EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM oferece-lhe ângulos de visualização ultra amplos e pode ser utilizada na Canon EOS R10 com um adaptador de montagem Canon EF-EOS R. Para a EOS RP ou a EOS R6 Full-Frame, a Canon RF 16mm F2.8 STM é perfeita, com uma abertura brilhante de f/2.8 que permite velocidades do obturador rápidas mesmo em condições de pouca luz. Esta objetiva também tem uma distância de focagem mínima de apenas 13 cm, permitindo-lhe aproximar-se dos seus motivos, maximizando todos os detalhes bonitos e continuando a incluir muita coisa no enquadramento.

Uma objetiva macro como a Canon RF 35mm F1.8 MACRO IS STM também é ideal para captar detalhes, proporcionando uma maior ampliação do que uma objetiva standard para dar vida aos elementos mais pequenos. Esta objetiva dispõe de uma abertura máxima luminosa para permitir fotografias com uma exposição perfeita, bem como um Estabilizador de imagem de 5 pontos para manter tudo nítido ao fotografar sem tripé.

Sugestão 10: Faça experiências em condições de pouca luz e à noite

Uma praia rochosa enquadrada por silhuetas de árvores fotografada em condições de pouca luz, com o brilho do horizonte ao longe.

Irá obter melhores resultados ao fotografar o céu noturno se utilizar uma velocidade do obturador mais lenta para permitir a entrada de mais luz e posicionar a câmara numa superfície estável ou num tripé portátil para evitar a trepidação da câmara. Tirada com uma Canon EOS R6 com uma objetiva Canon RF 16mm F2.8 STM a 20 seg., f/11 e ISO200.

Mãos seguram uma Canon EOS RP diante de uma paisagem urbana noturna. É possível ver a cena no ecrã tátil da câmara.

As cidades podem ganhar vida depois de escurecer, trazendo todo um novo conjunto de oportunidades de fotografia. As câmaras Full-Frame, como a Canon EOS RP tem um desempenho excelente em situações de pouca luz e produzem imagens nítidas mesmo com valores ISO elevados.

"Logo após o sol se pôr, ou antes de nascer de manhã, temos a "hora azul". Adoro as cores frias que a luz cria e o azul profundo do céu", afirma Diana. "Confere um aspeto completamente diferente às paisagens urbanas, pelo que é outra forma de criar imagens únicas. Mesmo ao fim da noite, continua a haver cenas bem iluminadas para fotografar. O mais importante é desfrutar da experiência e divertir-se."

Procura inspiração para a sua próxima viagem? Não perca estes lugares escondidos.

Escrito por Matthew Richards

Produtos relacionados

  • Câmaras mirrorless

    EOS R10

    Dê o passo seguinte em matéria de fotografia e vídeo com uma câmara mirrorless do sistema EOS R concebida em torno de um sensor de tamanho APS-C.
  • Câmaras mirrorless

    EOS RP

    Uma câmara mirrorless Full-Frame compacta, leve e intuitiva concebida para fotografia de viagem e do dia a dia.
  • Compactas digitais

    PowerShot G7 X Mark III

    Uma câmara com opções de conetividade capaz de captar vídeos e fotografias fantásticas que os seus seguidores vão adorar.
  • Objetivas RF-S

    RF-S 18-45mm F4.5-6.3 IS STM

    Uma objetiva de zoom APS-C standard para a série EOS R, ideal para motivos de situações do dia a dia, como a família, o estilo de vida, os retratos e as férias.
  • Objetivas RF-S

    RF-S 18-150mm F3.5-6.3 IS STM

    Uma objetiva de zoom APS-C da série de teleobjetivas EOS R perfeita para viagens, vida selvagem, desporto e estilo de vida.
  • Objetivas RF

    RF 35mm F1.8 MACRO IS STM

    Uma objetiva MACRO de abertura rápida de 35 mm f/1.8 que oferece uma perspetiva grande angular, focagens curtas e estabilizador de imagem híbrido.
  • Objetiva standard

    RF 50mm F1.8 STM

    Uma objetiva de distância focal fixa 50mm RF compacta, silenciosa e leve com uma grande abertura de f/1.8, perfeita para explorar a sua visão criativa.
  • Objetivas RF

    RF 24-105mm F4-7.1 IS STM

    A objetiva de utilização diária ideal para os entusiastas de mirrorless Full-Frame. Fácil de utilizar, a RF 24-105mm F4-7.1 IS STM é leve, compacta e está pronta para levar a sua fotografia ao próximo nível.
  • Tripé

    Punho de tripé HG-100TBR

    Fotografe durante mais tempo com maior estabilidade e flexibilidade criativa graças a este punho de tripé exclusivo com telecomando amovível.
  • Artigos relacionados

  • FOTOGRAFIA DE VIAGEM

    O melhor kit para viajar

    Equipamento de fotografia de viagem para principiantes, criadores e entusiastas.

  • Uma pessoa a gravar um vlogue com uma Canon EOS R10. No fundo existe uma laranjeira carregada de fruta.

    VLOGUES

    As melhores câmaras Canon para vlogues

    Estas fantásticas câmaras Canon para vlogging dão vida ao seu vlogue de forma simples com um grande nível de controlo e uma qualidade de vídeo excecional.

  • Uma mulher com um casaco de inverno vermelho vivo a caminhar em direção à cascata Skógafoss na Islândia, à medida que a neve pesada cai à sua volta.

    FOTOGRAFIA DE PAISAGEM

    Fotografia de paisagem impressionante

    Como tirar a "selfie cénica" perfeita com a fotógrafa de paisagens e influenciadora Ása Steinars.

  • Sugestões de fotografia urbana abstrata

    FOTOGRAFIA URBANA

    Descubra a fotografia urbana abstrata

    Crie obras de arte do mundano deslumbrantes com estas técnicas simples para obter imagens urbanas surreais.